RSS

Arquivo de etiquetas: Mapa

Orlando Magic: assistindo a um jogo da NBA

Apesar de já ter visitado Orlando algumas vezes, nós nunca tinhamos conseguido assistir a um jogo da NBA do time da cidade: o Orlando Magic. Ou nós viajávamos fora da temporada regular da NBA, que acontece entre outubro e abril, ou o meu filho ainda era muito pequeno, portanto nunca conseguimos assistir. Dessa vez eu não deixei passar a oportunidade e aproveitei a nossa rápida passagem pela cidade para conhecer a novíssima arena Amway Center e finalmente ver ao vivo um jogo da NBA! É um espetáculo muito bacana, já que não se limita ao jogo em si! Você ainda tem a oportunidade de conhecer uma das mais modernas e funcionais arenas da NBA, inaugurada na atual temporada, que por si só já é uma atração. Ainda fica morrendo de inveja e se perguntando quando teremos algo do tipo no nosso país!

Orlando Magic Amway Center

A primeira providência é comprar os ingressos, que pode ser feito pelo site oficial do time, ou via um dos sites que revendem ingressos esportivos. Como muita gente compra o carnê de ingressos para toda a temporada e não consegue assistir a todos os jogos, eles acabam vendendo ingressos de jogos individuais para esses sites especializados por um preço bem mais baixo, que por sua vez revendem os mesmos por um preço um pouco mais alto, mas ainda abaixo dos preços oficiais. Eu acabei comprando no site TicketsNow, que é bem famoso e tinha bons preços para os setores mais altos e centrais, que mesmo longe ainda oferecem uma excelente visão da quadra. Eles cobram frete para o Brasil, que não é barato, mas se você tiver algum endereço nos EUA pode obtê-los sem custo de frete. Para facilitar a escolha dos assentos, veja abaixo um mapa dos setores do estádio. Eu fiquei na Setor 209 fila 13.

Orlando Magic Amway Center

Com os ingressos na mão, o próximo passo é descobrir como chegar na arena e estacionar. Aí vem a parte mais fácil! A arena fica bem ao lado da rodovia I-4 e bem próximo de Orlando Downtown, portanto basta pegar a rodovia na direção East e pegar a saída 82B – South St, que você já verá a arena logo a sua esquerda na Church St. Parar o carro também é tranquilo, pois existem vários estacionamentos próximos, cujos preços variam entre US$10 a US$20, dependendo da distância. Como cheguei em cima da hora e não queria andar muito, estacionei em um edifício garagem vizinho, chamado de Church Street Garage (P2 no mapa abaixo), e paguei os US$20. Tinha bastante vaga, elevador entre os andares e só tivemos que atravessar uma rua de pedestres para entrar na arena, ou seja, melhor impossível! Para uma lista completa de estacionamentos, veja o mapa abaixo e acesse esse link aqui.

Orlando Magic Amway Center

Para entrar na arena você passa por uma revista dos seguranças, sendo que eles inspecionam todas as bolsas. Um aviso: não é permitida a entrada de líquidos ou comidas. Sim, isso foi uma das partes chatas, pois sempre gostamos de carregar biscoitos e água para o meu filho, mas infelizmente tive que voltar no carro para guardar, senão teria que jogar fora. Ainda bem que tinha estacionado próximo!

Lá dentro é tudo imenso e você fica impressionado! Como nossos assentos eram no último andar, tivemos que subir umas escadas rolantes gigantes, mas tudo bem organizado e sem tumulto nenhum, mesmo considerando que o ginásio estava completamente lotado. Um dos pontos interessantes dessas arenas americanas é que nos corredores de acesso existem várias lojinhas e bares vendendo de tudo, além de ser tudo muito limpo. Os banheiros estão mais para um hotel do que um ginásio e não lembra nem de longe as pocilgas que existem nos nossos estádios de futebol. O que mais me chamou a atenção nos bares foi a variedade de comidas e bebidas disponíveis, até por que como o jogo era cedo (19h), os americanos acabam lanchando por lá mesmo. Aliás, eu não sei se eles se divertem mais comendo e bebendo, ou assistindo ao jogo! 🙂 Tinha até um bar especializado em cervejas premium e mais caras, que obviamente foi o que escolhi para comprar a minha. A cerveja era realmente muito boa!

Orlando Magic Amway Center

Orlando Magic Amway Center

Orlando Magic Amway Center

Para quem está com crianças, ainda existe uma diversão extra. Em um dos corredores eles montaram uma área infantil, chamada de Stuff’s Magic Castle (Stuff é o mascote do time), que conta com um brinquedão bem grande, no estilo daqueles que vemos em casas de festa infantis, além de quadras de basquete e outros jogos, que é diversão certa para a garotada nos intervalos. Eles realmente pensam em tudo!


A arena por dentro é muito bonita e a visão da quadra lá de cima é espetacular. Mesmo estando nos assentos mais distantes, é possível acompanhar bem o jogo e jogadores. O telão central imenso também é muito bacana, com o placar, imagens do jogo e da torcida.

Orlando Magic Amway Center

Orlando Magic Amway Center

Orlando Magic Amway Center

Orlando Magic Amway Center

A torcida é bem comportada e diferente do futebol, mas mesmo assim eles incentivam bastante o time da casa, sempre vaiando ou gritando palavras de motivação. O meu filho se divertiu a beça e participou ativamente da torcida, parecendo até que era um torcedor fanático do Orlando Magic!!! 🙂 Infelizmente o Orlando perdeu por 4 pontos!

Outra coisa que me impressionou foi que o espetáculo é completo e não se limita ao jogo em si. A cada intervalo, seja pequeno ou grande, eles tinham algum programa preparado para entreter o público. Eram sorteios, jogos, distribuição de brindes, shows de dança, etc.. Tudo isso faz o tempo passar muito rápido e quando você percebe, já chegou o final do jogo.

Orlando Magic Amway Center

Apesar da quantidade de gente, a saída também foi bem tranquila e não pegamos nenhum tumulto ou trânsito para ir embora. Foi tão bom, que saímos com gostinho de quero mais e com a certeza de que voltaremos para assistir a outro jogo na nossa próxima visita a Orlando.

Wazari Facebook


Acompanhe e curta a gente também no Facebook Wazari



Leia também:

Planejando sua viagem à Disney: por onde começar?
Chegando a Orlando
Compras em Orlando
Vai para os EUA? Então compre antes pela internet
Orlando: Comprando os ingressos para os parques
Orlando: Dicas gerais para os parques
Magic Kingdom
Epcot
Animal Kingdom
Disney Hollywood Studios
Downtown Disney
Universal Studios
Island of Adventure
Sea World
Winter Park, o lado chique de Orlando
Fort Lauderdale

 
142 Comentários

Publicado por em Junho 16, 2011 em EUA, Orlando

 

Etiquetas: , , , , , , ,

Madri: Informações Práticas

Uma das grandes vantagens de chegar a Madri de avião é que o aeroporto de Barajas tem uma estação de metrô super moderna (linha 8), de onde você pode chegar a qualquer ponto da cidade. O único lado negativo é que para o centro você tem que fazer pelo menos umas 2 baldeações, dependendo de qual estação está mais perto do seu hotel, mas normalmente todas as estações têm elevador para as malas, o que facilita essas trocas. Depois de pegar a sua mala, siga as placas que indicam o metrô, mas se prepare, pois dependendo do seu terminal pode ser que tenha que andar um bocado! Você pode comprar um bilhete diário, que custa €1, ou um combinado de 10 viagens, tanto na bilheteria como nas máquinas automáticas disponíveis. A pegadinha aqui é que para utilizar a estação de metrô Barajas, tanto na chegada, como na saída, você tem que pagar o que eles chamam de “suplemento aeroporto“, que custa mais €1. Sem esse suplemento no seu bilhete a catraca simplesmente não libera a sua passagem. Se você esquecer de comprar esse suplemento na volta, não tem problema, pois você pode comprá-lo na própria estação, o que deve ser uma situação bem comum para os turistas.

Mapa do Metrô (para ver a versão pdf, clique na imagem)


Como o mapa do metrô é grande, fica complicado de enxergar aqui no blog, portanto para visualizá-lo em pdf clique na imagem acima ou nesse link. Para consultar os preços dos bilhetes, veja no site oficial. Existem várias alternativas para se chegar no mesmo ponto, portanto olhe o mapa com cuidado e veja quais as melhores linhas para sua estação. O metrô é bem moderno e limpo e cobre boa parte da cidade, somando ao todo 11 linhas.

Metrô de Madri


Além do metrô, Madri ainda conta com um excelente serviço de trem urbano, chamado de Renfe Cercanías. Não confundir com a Renfe, que é o serviço de trem interurbano operado pela mesma companhia. Esses trens te levam as estações mais longes no subúrbio da cidade, mas também servem para fazer deslocamentos mais rápidos no centro, já que eles param somente em algumas estações específicas e são mais rápidos. As estações do Renfe Cercanías têm um símbolo vermelho ao lado no próprio mapa do metrô, sendo uma vantagem se hospedar perto de uma. O bilhete é apenas um pouco mais caro e depende do destino, mas quando você vai para mais longe economiza um bom tempo. Para quem vai para a estação de trem Charmatin, de onde partem os trens para Segóvia, Salamanca e Ávila, o bilhete do Renfe Cercanías custa somente €1,30 a partir da estação Sol e economiza uns 20 a 25 minutos bricando. Como tempo é dinheiro, principalmente em uma viagem, recomendo!

Existem várias máquinas vendendo os bilhetes do Renfe Cercanías e são bem fáceis de usar (veja fotos abaixo), mas eles têm uma pegadinha. Os bilhetes têm que obrigatoriamente serem usados pela primeira vez em um período de 2 horas, portanto não adianta você comprar antecipadamente para poupar tempo, pois eles expiram. Eu fiz isso e tive que pegar o dinheiro de volta. Se você comprar o bilhete de ida e volta, a ida tem que ser nesse período, mas a volta não tem restrição.

Selecione o tipo de bilhete desejado

Selecione o destino

Confirme o preço e pague


A companhia de trem espanhola é a Renfe e as principais estações são Atocha e Chamartin. Os bilhetes podem ser adquiridos no próprio site da companhia aqui, mas muitos brasileiros tem enfrentado dificuldades para realizar a compra, assim como no site da Treinitalia. Se você não conseguir comprar com antecedência, pode comprar lá na hora sem problemas. A questão é que as máquinas automáticas na estação, pelo menos em Chamartin, não vendem passagem, mas apenas emitem bilhetes pré-reservados. Nesse caso você tem que pegar a fila mesmo, o que pode ser um pouco demorado dependendo do período. Para evitar perder o trem, chegue pelo menos uns 30 minutos antes, ou compre de véspera. Se for comprar na hora, fique atento, pois existe uma fila exclusiva para comprar bilhetes para os trens mais imediatos, que normalmente é mais rápida que a fila normal.


Para se hospedar, recomendo muito a região da Puerta del Sol, que é onde tudo acontece! Essa região ferve de dia e de noite, sempre com muito movimento e comércio. Além disso, fica próxima das principais atrações da cidade e a estação Sol tem 3 linhas de metrô e 1 de Renfe Cercanías, sendo bem fácil se deslocar para qualquer ponto da cidade.

São várias as opções de bons hotéis nessa região, mas a maioria não oferece quartos quádruplos. Para quem procura esse tipo de quarto, uma ótima opção é a rede de hotéis Petit Palace, que tem várias filiais bem localizadas e todas contam com quartos quádruplos com cama beliche. Os hotéis são bem similares e nós optamos pelo Petit Palace Londres, que estava mais barato e a localização é ótima. Ele fica na calle Preciados, que é uma rua de pedestres com as principais lojas da cidade, inclusive a famosa loja de departamentos El Corte Inglês, que fica do outro lado da rua.

Petit Palace Londres


O quarto era ótimo e o atendimento muito simpático! Até os colchões do beliche são confortáveis e o meu filho adorou a novidade! Se não bastasse tudo isso, o hotel conta com um diferencial muito bom, que é a disponibilização gratuita de notebooks nos quartos com internet rápida. Simplesmente sensacional! Ele fica preso com uma corrente de segurança e você pode usar a vontade com toda a privacidade.


O café da manhã não está incluso na diária, mas é oferecido por €9 por pessoa. Apesar do preço um pouco salgado, o café é gostoso e variado.


Nos próximos posts eu comento sobre os passeios e locais para comer em Madri.


Leia também:

Uma volta por Madri
Madri: Onde comer
Segóvia
Salamanca
Barcelona
Chegando a Roma
Lisboa: Informações Básicas
Paris – Informações Úteis

 
14 Comentários

Publicado por em Janeiro 18, 2011 em Espanha, Madri

 

Etiquetas: , , , ,

Lisboa: Informações Básicas

As férias acabaram (infelizmente!!!) e estou de volta! O lado bom é que conheci lugares maravilhosos em Portugal, Espanha e Itália e que poderei compartilhar aqui no blog. Como sempre, espero poder ajudar quem se aventurar por essas bandas. Vamos lá!

Lisboa Hotel Transporte

A primeira parada da nossa viagem foi a querida Lisboa. Pegamos um voo direto da TAP, que aliás foi uma das melhores companhias aéreas que já viajei, e chegamos em Lisboa pela manhã. Aviões modernos com tela individual, comissários simpáticos e comida acima do nível de outras companhias. Eu nunca tinha pisado em Portugal e achei uma sensação muito gostosa chegar na Europa e poder se comunicar na sua língua! Você se sente em casa! As minhas expectativas com relação à cidade vinham crescendo ao longo dos anos, através dos relatos de outros blogs e revistas, e posso afirmar que elas foram completamente atendidas. Cidade limpa e bonita, povo educado, boa estrutura, comida gostosa e o melhor de tudo: barata!

Antes de falarmos sobre as atrações turísticas (assunto para outros posts), vou começar com as sempre úteis informações básicas, indispensáveis para qualquer viagem. Para mais informações, acesse os excelentes blogs Viaje na Viagem, do Ricardo Freire, e Turomaquia, da Patricia de Camargo, de onde tirei muitas informações para a minha viagem.

Aeroporto

Chegando no aeroporto de Lisboa, é possível chegar no centro da cidade de táxi ou em ônibus específicos. Como o aeroporto não é muito longe do centro e o preço dos táxis é barato, a minha recomendação é sempre usá-los, principalmente se você estiver em grupos maiores. O táxi até o centro custa entre €10 e €15, o que é uma bagatela se comparada com outras cidades européias e até brasileiras! Além disso, ele te deixa na porta do hotel com todo o conforto sem você precisar ficar carregando mala. Só tome cuidado para não pegar os táxis especiais, que são bem mais caros e não possuem uma indicação clara. Por estar com bastante bagagem e carrinho de criança, apesar de estar na fila do táxi comum com taxímetro, acabaram me encaminhando para os táxis especiais, que são maiores e cobram um preço fixo. Eu só percebi isso no meio do caminho e acabei pagando bem mais caro na chegada. Na volta pegamos um táxi comun na rua e pagamos só €10, já incluindo o adicional pelas malas.

Hospedagem

Para se hospedar, acredito que a melhor região seja próxima a Praça dos Restauradores ou Praça do Rossio (vermelho), que é plana e dá para ir a pé até os bairros da baixa e alta, além de estar na porta do metrô. Tem muito comércio próximo, com várias lojas e restaurantes e bastante agito noturno. Consequentemente, essa é a região mais cara. Existem também ótimos hotéis ao longo da Avenida da Liberdade e próximos a Praça Marquês de Pombal (verde), que também contam com estações de metrô. Se você quiser economizar um pouco mais, existem bons hotéis um pouco mais distantes ao longo da Avenida Fontes Pereira de Melo (azul). Essa região também é bem guarnecida de metrô e ônibus e você chega rapidamente ao centro (10 minutos) de condução. Como nessa viagem estávamos em um grupo de 4 pessoas, foi nessa região que achei as opções mais acessíveis. Para procurar e consultar os preços de hotéis em Lisboa, clique aqui.


Encontrar hotéis com quarto quádruplos bons na Europa é bastante complicado, então acabamos optando por 2 quartos duplos no excelente hotel America Diamonds. O hotel foi totalmente renovado recentemente e todas as instalações estão bem novas, o que é uma raridade na Europa. Os quartos são bem confortáveis, banheiros ótimos e o café da manhã incluso da diária é bem diversificado e gostoso. Além disso tudo, a estação de metrô Picoas (ainda bem que tem um “o”!! :-)) fica literalmente na porta do hotel e para pegar ônibus é só atravessar a rua que tem um ponto em frente. A localização não é a mais nobre, mas é bem próxima do centro e o ambiente em volta é muito bom, com restaurantes, mercados e muitas lojas. Além disso, tem bastante vagas nas ruas próximas para quem está de carro alugado. Pelo preço que pagamos pelo quarto duplo (€70) e a qualidade do hotel, considero um excelente custo-benefício e recomendo.

Lisboa Hotel Transporte

Quarto do hotel America Diamonds

Lisboa Hotel TransporteLisboa Hotel Transporte

Lisboa Hotel Transporte

Salão do café da manhã

Lisboa Hotel Transporte

Café da manhã


Transportes

Lisboa é uma cidade com muitas opções de transportes públicos e você consegue chegar nas principais zonas turísticas sem nenhuma dificuldade. Tem metrô, ônibus (autocarros), eléctricos (carris) e até elevador para vencer as ladeiras da cidade.

Lisboa Hotel Transporte

Estação de metrô

Lisboa Hotel Transporte

Eléctrico


Para você andar nesses meios de transporte, antes é necessário adquirir um cartão recarregável, chamado de Viva Viagem ou 7 Colinas, que custa €0,50 com validade de 1 ano e pode ser comprado diretamente nas máquinas automáticas do metrô. No entanto, esse cartão tem uma pegadinha! Você só consegue carregar bilhetes de um tipo de transporte de cada vez, tendo que gastar tudo antes de carregar bilhetes de outros meios. A exceção são os bilhetes periódicos (diários, mensais, etc..), que uma vez carregados servem para qualquer tipo de transporte, inclusive o elevador de Santa Justa.

Lisboa Hotel Transporte

Se você não estiver de carro, vale muito a pena comprar o bilhete diário, que por apenas €3,75 te dá acesso ilimitado por 24 horas a todos esses meios de transportes. O bilhete individual de metrô, ônibus ou eléctrico custa €0,85, enquanto o elevador de Santa Justa custa €1,45. Fazendo as contas, dá para perceber que caso você faça mais de 4 viagens em 24h, o bilhete diário é mais vantajoso, isso sem considerar a utilização do elevador, que pode tornar o bilhete mais vantajoso ainda. É importante mencionar também que os eléctricos vendem bilhetes a bordo sem a necessidade de se adquirir nenhum cartão, só que eles são bem mais caros, €1,45 cada, o que não é nem um pouco vantajoso.

Lisboa Hotel Transporte

Máquina do eléctrico para compra de bilhete a bordo


Para adquirir um cartão Viva Viagem nas máquinas do metrô, veja o passo a passo abaixo. O sistema é bem simples de usar e você pode comprar vários bilhetes de uma vez só. Um detalhe importante é que as máquinas só aceitam notas de 5 e 10 euros, além de moedas é claro, apesar de constar a nota de 20 no painel. Portanto é sempre importante ter trocado para realizar essas compras.

Lisboa Hotel Transporte

Máquina automática do metrô


Primeiramente você escolhe se deseja comprar um novo cartão Viva Viagem ou apenas recarregar o que você já possui.

Lisboa Hotel Transporte

Em seguida informe quantos cartões deseja.

Lisboa Hotel Transporte

Na sequencia você deve informar que tipo de bilhete será carregado, se individuais ou diário. Para esse último caso, selecione a última opção “Diário Carris/Metro (24h)”.

Lisboa Hotel Transporte

Agora você deve informar quantos bilhetes deseja. No caso do diário, são quantos dias você utilizará e não quantos cartões. Esse detalhe é importante, pois pode gerar confusão. Se você selecionou, por exemplo, 3 cartões Viva Viagem na segunda tela e aqui selecionar “1 viagem”, serão emitidos 3 cartões com 1 diária cada. Isso fica mais claro na última tela de confirmação.

Lisboa Hotel Transporte

Se as informações na tela resumo (abaixo) estiverem ok, basta inserir o dinheiro na máquina que ao final ela imprime os bilhetes e ainda te dá o troco em moeda. Caso esteja errado, basta selecionar o botão “Cancelar” ou “Anterior” e corrigir. Repare que a medida que você insere o dinheiro, o valor que aparece na última linha “Faltam: X.XX” vai diminuindo.

Lisboa Hotel Transporte

O metrô é bastante moderno e chega em todas as regiões centrais da cidade, mas não chega até um dos bairros mais famosos: Belém. Para chegar lá basta tomar um eléctrico na estação Cais do Sodré. O ideal é combinar os transportes e ver o que é mais vantajoso. Por exemplo, da Praça dos Restauradores até o nosso hotel, apesar de existirem estações em ambos os locais, você é obrigado a trocar de linha, o que demora um pouco e pode ser cansativo caso você esteja com um carrinho de criança. Nesse caso, existem vários ônibus que fazem o trajeto direto e demoram bem menos, já que o trânsito é tranquilo. Para conhecer todos os trajetos de ônibus e eléctricos, acesso o site oficial http://www.carris.pt .

Lisboa Hotel Transporte

Mapa do Metrô de Lisboa (clique para ver o mapa em pdf)


Bem, depois dessas informações básicas, já estamos prontos para explorar a cidade nos próximos posts. Até lá!

Leia também:

Lisboa: Passeando por Belém
Lisboa: Parque das Nações
Lisboa: Passeando pelo centro
Onde comer em Lisboa
Vai alugar carro em Lisboa? Então veja essas dicas
Sintra

 
48 Comentários

Publicado por em Outubro 21, 2010 em Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , ,