RSS

Arquivo da Categoria: Bruges

Bruges

Antes de falar sobre a minha última viagem, resolvi escrever esse post sobre Bruges, que estava prometido há muito tempo para alguns leitores. Bruges é uma cidade belga maravilhosa e que nos encantou muito, mas infelizmente sempre tinha alguma viagem pendente para escrever e eu nunca parei para falar dela. Pesou o fato também de eu a ter visitado 5 anos atrás e já não ter as informações tão frescas na memória, mas vou tentar passar aqui o máximo de detalhes que eu lembrar.

Bruges é uma cidade medieval muito charmosa e um dos principais destinos turísticos da Bélgica, já que a capital Bruxelas não tem tantos atrativos assim. A cidade é toda murada, com uma arquitetura bem peculiar e colorida, além de toda florida. No entanto, o que chama mais a atenção e deu fama a cidade foram os seus canais, que dão um toque todo especial. Bruges não tem tantas atrações assim, pois a principal atração é a própria cidade, portanto o melhor programa é se perder por suas ruelas e canais e ir curtindo toda a beleza disposta diante de seus olhos. Simplesmente imperdível! Não é a toa que foi declarada patrimônio da humanidade pela Unesco!


Visitar Bruges estava na nossa lista de prioridades há muito tempo e em uma viagem à Europa que fizemos em 2006 acabamos finalmente conhecendo-a. Como vínhamos de Amsterdam, aproveitamos para dormir na cidade, que é bem tranquila a noite. Quando os turistas vão embora, ela fica realmente um pouco morta, mas mesmo assim tem seus encantos e você ainda tem a cidade toda para si. Ficamos hospedados no excelente hotel Martin´s Brugge, que fica na rua Oude Burg, bem ao lado da praça central Markt. É um hotel design com decoração bem moderna e gostosa, com um excelente café da manhã, só que pago a parte. Na época pagamos €120, que foi bem em conta para a qualidade do hotel.

Foto de Divulgação

Foto de Divulgação


A estação de trem fica do lado de fora dos muros, portanto você tem que andar um pouco, ou pegar um táxi, para chegar no centro. Como a cidade é pequena e bem servida de trens, pode ser facilmente visitada por meio de um bate-volta de Paris (2h30) ou Bruxelas (1h), que é o que a maioria dos turistas fazem. É realmente um passeio imperdível e caso você esteja passando por uma dessas cidades e tenha tempo, reserve 1 dia para Bruges que você não se arrependerá!

Quando se fala em Bélgica, as primeiras coisas que me vem a cabeça são o chocolate e a cerveja, que são dois vícios (no bom sentido 🙂 ) que eu tenho. Mesmo que Bruges fosse feia, o que não é, só esses dois ingredientes já valeriam a viagem! O chocolate belga é um dos mais famosos e gostosos do mundo, junto com o suíço, e um dos programas mais gostosos de Bruges é justamente ficar experimentando as centenas de opções que existem espalhadas pela cidade. É uma loja de chocolate atrás da outra, sendo algumas mais artesanais e caseiras e outras mais industriais e de marcas famosas, que consequentemente são mais caras. A cidade lembra muito Gramado nesse quesito e é uma orgia para os amantes do chocolate! Já engordei 1 quilo só de pensar! 😀 A minha recomendação é você experimentar o máximo de chocolates que puder. Apesar de caros, uma das lojas que mais gostei foi a Galler (Steenstraat 5 – ao lado da Markt). Eles deixam você experimentar alguns chocolates e os que mais gostei foram a trufa (chocolate amargo) e um com recheio de doce de leite. Para saber o nome e endereço de mais lojas, achei esse site interessante: http://www.brugesinfo.com/bruges-belgium-chocolate-stores.php .


Outra especialidade local são as cervejas, já que na Bélgica são produzidas centenas de marcas diferentes, algumas bem raras e artesanais. Infelizmente não tem como experimentar todas, a não ser que você queira entrar em coma alcoólico! As cervejas são muito mais encorpadas do que as brasileiras tradicionais, com um sabor sensacional e inigualável. O melhor é o preço, já que essas cervejas são vendidas aqui no Brasil por preços bem salgados e lá você consegue tomar uma por €3 em média. Se comprar no supermercado então, é mais barata ainda! Existem diversos bares na cidade, mas vou destacar dois que contam com uma variedade muito grande de cervejas e são ótimas opções para uma degustação: ‘t Brugs Beertje (Kemelstraat 5) e Staminee De Garre (De Garre 1).

Brugs Beertje (Foto: http://www.insidebeers.com)


Bem, mas não é só do chocolate e cerveja que vive Bruges. Aliás, isso é só a cereja do bolo! A cidade é simplesmente linda e tem muito a oferecer. Começamos o passeio pela praça central, chamada de Markt, que é o local mais movimentado da cidade e um dos mais fotogênicos. A arquitetura das construções ao redor é sensacional e você não para de tirar fotos! 🙂


Ainda na Markt fica o Campanário de Bruges com sua enorme torre, que é um convite para você subir e ter uma vista priveligiada da cidade, mas é bom estar em forma para enfrentar a escadaria!

Foto de Divulgação


Além das construções, nessa praça ficam dispostas diversas carruagens elegantes que fazem um belo passeio pago pela cidade. Na época o passeio custava uns €30 para 2 ou 3 pessoas. Apesar do preço salgado, o passeio é bem bacana, já que os cavalos são super bem cuidados e imponentes e você ainda conta com uma manta para cobrir o corpo na época de frio, que é um detalhe importante para criar um clima aconchegante.

Foto: travel.webshots.com


No entanto, o que eu considero realmente imperdível é o passeio de barco pelos canais. É muito charmoso e você tem a oportunidade de enxergar a cidade por outros ângulos. Os barcos partem de vários pontos da cidade e normalmente não são caros (não me lembro o preço, mas era menos de €10). O nosso guia era bastante simpático e poliglota, portanto ele ia narrando o passeio em diversas línguas, de acordo com o público do barco. Mesmo com um ventinho frio para atrapalhar, já que fomos em outubro, o passeio foi sensacional!


Voltando para a cidade, você pode visitar a Igreja de Nossa Senhora, que conta com uma bela escultura de mármore de Michelangelo.


Outra praça importante da cidade é a Burg, bem pertinho da Markt, onde fica a bela prefeitura em estilo gótico.

Foto: travel.webshots.com


Para encerrar o passeio, não deixe de visitar a Basílica do Sagrado Sangue, também na Praça Burg. Essa igreja é considerada a mais sagrada das igrejas de Bruges, pois contém um dos mais preciosos relicários da cristandade: um frasco de cristal que se diz ter gotas do sangue de Cristo, recolhidas por José de Arimateia em Jerusalém. O frasco foi trazido durante a segunda Cruzada por Diederik da Alsácia, em 1150. Além do lado histórico e religioso, a capela que fica no segundo andar é muito bonita, com afrescos por toda a parede. Demos sorte de visitar a igreja durante uma celebração religiosa, que contava com um coral maravilhoso e deu um toque todo especial a visita!

Foto: travel.webshots.com

Foto: missatridentinaemportugal.blogspot.com


Bem, no mais, como eu já disse, é passear e se perder pelas ruelas, parando sempre para apreciar as construções e os deliciosos chocolates. Bruges é literalmente uma delícia!


Leia também:

Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris
Estrasburgo

Anúncios
 
14 Comentários

Publicado por em Março 21, 2011 em Bélgica, Bruges

 

Etiquetas: , ,