RSS

Arquivo da Categoria: Bélgica

Gent: uma cidade charmosa e vibrante

Depois de ter visitado Antuérpia, parti para a belíssima cidade de Gent, que fica somente a 50 minutos de distância, ou 30 minutos de Bruxelas. A passagem é barata (€ 9), os trens saem praticamente a cada meia hora e não tem lugar reservado, portanto é muito tranquilo chegar. Gent é uma cidade universitária muito movimentada e cheia de vida e, como vocês poderão visualizar nas fotos a seguir, é linda e imperdível! Foi a cidade que mais me encantou na Bélgica, junto com a sua vizinha Bruges. Aliás, a comparação entre as duas é inevitável, já que a arquitetura das construções e os canais, assim como os barquinhos, são bem similares e as duas são muito bonitas, mas as semelhanças param por aí. É que Bruges vive totalmente para o turismo e a cidade morre a noite, enquanto Gent é uma cidade universitária cheia de vida e moradores e tem um comércio super ativo, mesmo quando escurece. Sinceramente, não sei responder qual é mais interessante e se você me perguntasse qual eu escolheria para visitar, eu responderia: as duas. Minha única certeza é que Gent é a melhor cidade para passar se hospedar e passar a noite. A vantagem é que elas são muito próximas (25 minutos de distância), portanto dá para encaixá-las perfeitamente em qualquer roteiro pela Bélgica.

Gent - Sint Michielsbrug 1

Infelizmente a estação de trem não fica tão próxima do centro histórico, portanto o melhor é pegar o Tram 1, cujo ponto fica do lado esquerdo da estação, próximo a terminal de ônibus, bastando seguir as placas de sinalização. A passagem custa € 1,20 e você pode comprar seu bilhete em uma máquina no próprio ponto. O bom é que ele te deixa bem ao lado da Korenmarkt, que é a principal praça da cidade e ponto de partida para seu passeio. Para entender o roteiro que irei descrever a seguir e melhor se localizar na cidade, acompanhe por esse mapa:


Quando você finalmente desembarca, percebe que chegou a uma cidade especial e muito bonita! Não tem como não se encantar com a beleza das construções e a agitação dessa região! A Korenmarkt (A) é exatamente o centro disso tudo e vale passar um tempinho observando ao redor. Até o Mc Donald’s fica em uma prédio histórico e interessante!

Gent - Ponto do Tram

Gent - Rua do Centro

Gent - Korenmarkt

Gent - Prefeitura

Na própria praça fica a Igreja de São Nicolau (B), que é mais bonita por fora do que por dentro. A entrada é gratuita, mas se você tiver com o tempo apertado, a minha recomendação é seguir em frente, pois tem muita coisa interessante para visitar.

Gent - Igreja de Sao Nicolau 1

Gent - Igreja de Sao Nicolau 2

Caminhando em direção aos fundos da igreja pela rua dos bondes, a próxima atração é a bela torre Belfort (C) , que foi construída no século 14 para proteger a cidade e manter seus privilégios, já que se trata de uma construção bem alta. Hoje ela funciona mais como um museu e a entrada custa €5. Você sobe um trecho de escada, mas depois pode pegar um elevador até o último andar, que é a parte mais interessante, pois de lá você tem um belo visual de toda a cidade!

Gent - Belfort 1

Gent - Vista Belfort  2

Gent - Vista Belfort 1

Gent - Vista Belfort 3

Bem em frente fica a Catedral Saint Bavo (D), essa sim bonita por fora e por dentro. A visita vale a pena e a entrada é gratuita!

Gent - Catedral Saint Bavo 1

Gent - Catedral Saint Bavo 2

Gent - Catedral Saint Bavo 3

Gent - Catedral Saint Bavo 4

Voltando na direção da Korenmarkt, a próxima parada é a Ponte da rua Sint Michielsbrug (E) sobre o rio Leie, de onde você tem um belo visual da arquitetura das construções que acabou de visitar. No entanto, o principal motivo para visitar essa ponte é sem dúvida ver o visual do rio e das construções ao redor, além dos barquinhos que passam constantemente dando um charme especial. É muito bonito!

Gent - Sint Michielsbrug - Rio Leie

Mas não se limite a ponte e aproveite para caminhar pela beira do rio (F) e ver tudo mais de perto! Esse visual lembra muito Bruges, já que os barquinhos, os canais e a arquitetura das construções são muito similares.

Gent - Rio Leie 1

Gent - Bares no Rio Leie

Eu acabei não fazendo o passeio de barco, pois demora e tinha um tempo de espera, por isso resolvi que seria mais produtivo explorar a cidade a pé mesmo, já que não tinha tanto tempo assim. No entanto, se você for passar um dia inteiro na cidade, acho que vale muito a pena fazer o passeio e ouvir tudo que o guia tem a dizer, pois deve ser bem interessante.

Gent - Passeio de Barco 1

Gent - Passeio de Barco 2

Sugiro atravessar também a ponte da rua Hooiaard (G) para se surpreender com mais belos visuais e em seguida caminhar pela rua Jan Breydelstraat.

Gent - Rio Leie 2

Gent - Rio Leie 3

Gent - Rio Leie 4

Gent - Rua Jan Breydelstraat

Em seguida pegue a rua Rekelingestraat e atravesse o canal novamente para ver o belo Castelo Gravesteen (H). Já deu para reparar que é difícil ver alguma coisa feia nessa cidade, né?! 🙂 A entrada para visitar desse castelo medieval do século 12 custa €8. Tem algumas salas bem interessantes e amostras de armas e roupas utilizadas nas guerras. Além disso, do alto do castelo você consegue ter mais belos visuais da cidade, com a vantagem de que desse ponto também é possível ver os canais.

Gent - Castelo Gravesteen 1

Gent - Castelo Gravesteen 2

Gent - Castelo Gravesteen 4

Gent - Castelo Gravesteen 3

Gent - Castelo Gravesteen 5

Gent - Vista Castelo Gravesteen 1

Gent - Vista Castelo Gravesteen 2

A praça em frente ao castelo também é bonitinha e ainda conta com uma Oficina de Turismo da cidade.

Gent - Praça Castelo Gravesteen

Em seguida pegue a rua Kraanlei (I) para observar mais um belo canal. Esse é menos movimentado que os anteriores, mas muito bonito também. Gostei bastante e as bicicletas com o canal lembram muito Amsterdam!

Gent - Canal da Rua Kraanlei 3

Gent - Canal da Rua Kraanlei 2

Gent - Canal da Rua Kraanlei 1

Atravessando o canal novamente e caminhando um pouco em direção ao norte está a praça Vrijdagmarkt (J), que é a menos bonita, mas não menos interessante e cheia de jovens.

Gent - Praça Vrijdagmarkt

Bem atrás da praça está a igreja de Sint Jakobskerk (K), que acabei descobrindo por acaso, pois não constava de nenhum guia que eu consultei. Infelizmente estava fechada para visitação, mas sua fachada externa é bem interessante!

Gent - Igreja de Sint Jakobskerk

Na volta pegue as ruas Langemunt e Kortemunt (L) em direção a Korenmarkt, que é bem movimentada.

Gent - Rua Kortemunt

No entanto, se você deseja ver bastante movimento e ainda fazer umas comprinhas, o melhor local é a rua Veldstraat (M). Vale a pena passear por essa rua mesmo que você não vá fazer compras, mas é difícil as mulheres resistirem a tantas lojas conhecidas, como Zara, H&M, Esprit, além de outras tantas locais. Como a Bélgica não está muito barata, os preços não são tão camaradas como em outros países, mas mesmo assim dá para encontrar muitos itens bonitos e mais em conta do que no Brasil e as lojas ficam abertas até de noite. Apesar de parecer ser uma rua tipicamente de pedestres, também circulam trams por ali, portanto é importante ficar atento.

Gent - Rua Veldstraat 1

Gent - Rua Veldstraat 2

Depois de tanto caminhar, sugiro escolher um dos muitos bares e restaurantes espalhados pela cidade para tomar uma cervejinha belga e relaxar, pois ninguém é de ferro! Aliás, tome uma cerveja sempre que desejar, pois os preços delas aqui no Brasil são exorbitantes, portanto vale a pena aproveitar!

Gent - Cerveja Westmalle

Mesmo que você não esteja hospedado na cidade, como era o meu caso, sugiro deixar a noite chegar para ter a oportunidade de ver a cidade toda iluminada. Se de dia ela já era muito bonita, de noite então fica um espetáculo!

Gent - Korenmarkt 1 (Noite)

Gent - Korenmarkt 2 (Noite)

Gent - Korenmarkt 3 (Noite)

Gent - Canal(Noite)

Gent - Rio Leie 1 (Noite)

Gent - Rio Leie 2 (Noite)

Gent - Rio Leie 3 (Noite)

Gent - Rua Kortemunt (Noite)

Bem, apesar do cansaço do final do dia, saí de Gent com a certeza de que essa é a cidade que eu ficarei hospedado e usarei de base em uma próxima viagem à Bélgica, pois não tem como não se contagiar com a beleza e vibração da população jovem. Além disso, ela é bem central e fica a um pulo de Bruges, Bruxelas e Antuérpia.


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Bruxelas: um dia pela cidade
Bruxelas: a terra do chocolate e da cerveja
Bruxelas: onde comer
Bruges
Antuérpia

Anúncios
 
19 Comentários

Publicado por em Novembro 30, 2012 em Bélgica, Gent

 

Etiquetas: , , ,

Antuérpia

Usando Bruxelas como base, aproveitei para conhecer duas cidades próximas no esquema bate-volta. Como tinha pouco tempo e as cidades não são grandes, fiz as duas no mesmo dia. Foi corrido, mas deu para ver tudo que eu desejava.

A primeira parada foi Antuérpia, que fica somente a 36 minutos de trem e a passagem custa atualmente € 6,90. Além disso, tem trem de hora em hora, portanto é bem fácil de planejar. Só tome cuidado, pois alguns trens demoram um pouco, já que param em mais estações no meio do caminho.

Antuérpia - Painel do Trem

Eu não tinha grandes expectativas assim em relação a cidade e depois de conhecê-la minha impressão continou a mesma. É uma cidade grande com alguns trechos mais bonitos e outros mais comerciais, mas no todo não foi uma cidade que me encantou. Obviamente que a chuva influenciou minha percepção também e talvez em um dia ensolarado eu tivesse gostado mais. Mesmo assim, algumas atrações compensam a visita. A primeira delas é a própria estação central de trem (Antwerp Centraal Station) , que tem uma arquitetura linda e merece algumas fotos. O relógio e o hall com suas escadarias do século XIX impressionam, mas o lado externo não fica atrás com uma belíssima fachada e um domo gigante.

Antuérpia - Estação de Trem 1

Antuérpia - Estação de Trem 2

Antuérpia - Estação de Trem 3

Antuérpia - Estação de Trem 4

Antuérpia - Estação de Trem 5

Da estação até o centro histórico não é longe e dá para ir andando tranquilamente. No caminho você passa pela rua Meir, que é uma das principais ruas de compras da Bélgica. É uma rua toda de pedestres e lotada de lojas, incluindo as tradicionais H&M, Zara, Esprit, C&A e mais umas tantas locais e bem bonitas.

Antuérpia - Rue Meir 1

Antuérpia - Rue Meir 2

A Groenplaats é uma ampla praça no centro histórico, com vários bares e cafés ao redor. O que a torna mais bonita são as cerejeiras com seu tom avermelhado e a imponente catedral ao fundo.

Antuérpia - Groenplaats 1

Antuérpia - Groenplaats 2

Antuérpia - Groenplaats 3

Antuérpia - Groenplaats 4

Groenplaats (clique para ampliar)


A Catedral de Nossa Senhora fica ao lado e impressiona pelo seu tamanho, podendo ser vista de vários pontos da cidade. A entrada custa €5, mas seu interior não é tão bonito quanto a parte externa. O que valeu mesmo foi poder ver diversas obras impressionantes expostas em suas colunas, já que a catedral funciona também como uma espécie de museu.

Antuérpia - Catedral 1

Antuérpia - Catedral 2

Antuérpia - Catedral 3

Antuérpia - Catedral - Quadros 1


Bem ao lado fica a Grote Markt, a principal praça da cidade e a sua atração mais importante. Realmente a praça é muito bonita, já que a arquitetura de todos os prédios ao redor é belíssima e bem característica da região. Destaque para o prédio da prefeitura e a estátua de Brabo.

Antuérpia - Grote Markt 1

Antuérpia - Grote Markt 2

Antuérpia - Grote Markt 3

Antuérpia - Grote Markt 4

As ruas ao redor da praça também são bonitas, mas infelizmente o dia chuvoso não ajudou muito e não pude explorá-las tão bem quanto gostaria.

Antuérpia - Ruas 1

Antuérpia - Ruas 2

Caminhando para a região do rio Scheldt fica a última atração da nossa visita: o castelo T’Steen. É a construção mais antiga da cidade e já foi prisão e museu, mas infelizmente estava fechado para visitação interna.

Antuérpia - Rio Scheldt

Antuérpia - Castelo Steen

Outro prédio que me chamou a atenção foi o do Museum Vleeshuiss, bem próximo da Grote Markt. Para quem gosta, esse museu conta a história da música da Antuérpia, mas eu não entrei para verificar.

Antuérpia - Museum Vleeshuiss

Enquanto estiver passeando pela cidade, aproveite também para curtir novamente um maravilhoso chocolate belga. Apesar de não tão abundante quanto em Bruxelas, aqui também você irá se deparar com algumas lojas pelo caminho.

Antuérpia - Chocolate Godiva

Próxima parada: Gent!


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Bruxelas: um dia pela cidade
Bruxelas: a terra do chocolate e da cerveja
Bruxelas: onde comer
Bruges

 
2 Comentários

Publicado por em Novembro 27, 2012 em Antuérpia, Bélgica

 

Etiquetas: , , ,

Bruxelas: onde comer

O prato mais famoso da Bélgica é o Moule et Frites, que são mariscos com fritas, duas especialidades belga. Ele pode ser experimentado em diversos restaurantes espalhados pela cidade, no entanto existem outros pratos típicos para serem saboreados, portanto não se restrinja e experimente todos. São todos muitos saborosos e seu paladar vai agradecer! Sim, se come muito bem em Bruxelas, mas infelizmente os preços não são tão baratos assim, principalmente na zona turística.

Se você quer fazer apenas um lanche rápido, existem também algumas opções típicas. No lado salgado, vale a pena experimentar as famosas batatas fritas enroladas em um cone com algum molho de sua escolha. Elas são incrivelmente sequinhas e crocantes e existem vários locais vendendo no centro. (Infelizmente esqueci de tirar uma foto da minha! 😦 )

Já se você procura uma opção doce, além dos chocolates, sugiro experimentar os também famosos waffles belgas. Existem algumas variações e você ainda pode complementá-los com alguma calda doce e sorvete. Uma delícia!

Bruxelas Restaurantes - Waffle 1

Bruxelas Restaurantes - Waffle 2

Apesar das dezenas de lojas de chocolates espalhadas pela cidade, me deparei com uma loja surpreendente: Patisserie Orientale (Rue du Marche-Aux-Herbes, 19). Essa loja é especializada em doces orientais, todos muito saborosos e bonitos. Aproveitei para matar a saudade de alguns doces que comi na Grécia. Recomendo!

Bruxelas Restaurantes - Patisserie Orientale 1

Bruxelas Restaurantes - Patisserie Orientale 2

Bruxelas Restaurantes - Patisserie Orientale 3

Passando para os restaurantes, se você quiser uma opção bem autêntica e não se importar de caminhar um pouco e sair do centrão turístico, sugiro o L`Entree des Artistes na Place du Grand Sablon 42, ótima indicação da Patrícia do Turomaquia e Dani G.. A decoração é muito bacana e aconchegante e o dono inclusive é português, mas o melhor mesmo é a comida. As opções recomendadas estão em vermelho no cardápio e fui de Carbonnades a la Flamand , que é um prato típico com carne refogada em um molho a base de cerveja acompanhado das famosas batatas fritas sequinhas. A melhor refeição que comi em Bruxelas! O melhor de tudo é que não era caro, portanto paguei €20 com cervejas.

Bruxelas Restaurantes - L`Entree des Artistes 2

Bruxelas Restaurantes - L`Entree des Artistes 1

Se você quiser comer mais perto das atrações turísticas, a Rue des Bouchers é basicamente de restaurantes, mas a maioria com cara de pega-turista e sempre com um indivíduo tentando te convencer a entrar em seu restaurante.

Bruxelas Restaurantes - Rue des Bouchers

Seguindo a recomendação de alguns belgas que vivem em Bruxelas, eles indicaram dois nessa rua que são também frequentados pelos locais e que seriam opções seguras. O primeiro é Aux Armes de Bruxelles (Rue des Bouchers 13), que parece mesmo ser um restaurante clássico e mais antigo pela sua decoração. Pedi um Entrecote ao molho bernoise com fritas. Também muito bom! Pratos na faixa de € 25.

Bruxelas Restaurantes - Aux Armes des Bruxelles 1

Bruxelas Restaurantes - Aux Armes des Bruxelles 2

O La Terrasse (Rue des Bouchers 12) tem uma cara mais agradável e moderna e você ainda pode optar por uma mesa na varanda que é mais gostoso. Pode ficar tranquilo que eles têm aquecedores que garantem que mesmo no frio a varanda fique agradável e pude comprovar isso pessoalmente. Experimentamos famoso Moules et Frites e mais uma vez um Filet ao molho bernoise. Ambos muito bem preparados!

Bruxelas Restaurantes - La Terrasse 1

Bruxelas Restaurantes - La Terrasse 3

Bruxelas Restaurantes - La Terrasse 2


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Bruxelas: um dia pela cidade
Bruxelas: a terra do chocolate e da cerveja
Bruges
Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris

 
8 Comentários

Publicado por em Novembro 23, 2012 em Bélgica, Bruxelas, Restaurantes

 

Etiquetas: , ,