RSS

Ravena: a cidade dos mosaicos

27 Nov

Apesar de não estar entre as cidades mais famosas da Itália no mapa turístico, Ravena é uma cidade imperdível para quem gosta de história e curte belos mosaicos. Isso tudo porque Ravena, apesar de tamanho reduzido, foi a terceira e última capital do Império Romano, tendo sido palco da queda definitiva do imperador Rômulo Augusto e consequentemente de todo o Império Romano. Os conquistadores bizantinos também elegeram a cidade como sua capital, por isso construíram várias maravilhas arquitetônicas que hoje viraram Patrimônio Mundial da Unesco e que justificam seu passeio pela cidade.

Chegamos a cidade de trem a partir de Bolonha, que foi a nossa base para conhecer a região, e o trajeto é bem tranquilo e rápido, levando em torno de 1 hora. Ravena é uma cidade pequena, portanto facilmente conhecida em um bate-volta. A principal atração é conhecer seus famosos mosaicos, presentes em várias construções espalhadas pela cidade. Como partimos da estação de trem, nossa primeira parada foi na Basílica do Santo Apolinário Novo. Como você com certeza irá visitar todas as principais atrações da cidade, recomendo comprar o ingresso de €9,50 que dá direito a entrar em todas elas por um período de 7 dias, o que achei bem barato se comparado com outras atrações no país. Um detalhe importante para quem viaja com crianças é que menores de 10 anos não pagam, portanto meu filho visitou tudo de graça nos poupando de uma despesa extra. Bom, voltando a atração em si, a basílica é pequena, mas por ter sido construída para ser a capela de um palácio, possui belos mosaicos no seu teto para serem apreciados.

Ravena_Basilica_Santo_Apolinario_Novo

Ravena_Basilica_Santo_Apolinario_Novo

Ravena_Basilica_Santo_Apolinario_Novo

Ravena_Basilica_Santo_Apolinario_Novo

Nossa próxima parada foi no Batistério Neoniano, também incluso no ingresso mencionado anteriormente, e a mais antiga construção da cidade. Ele fica localizado adjacente ao Duomo e como todo batistério, seu principal objetivo era servir de palco para os batizados. Apesar de não ser muito imponente por fora, quando você adentra sua estrutura vislumbra mais uma vez belíssimos mosaicos enfeitando toda sua forma circular.

Ravena Batisterio Neoniano

Ravena Batisterio Neoniano

Ravena Batisterio Neoniano

Além das atrações em si, Ravena também é uma cidade bem agradável para se caminhar e curtir suas ruas estreitas e seu comércio. Destaque para a Via Corrado Ricci, Piazza del Popolo e Via IV Novembre, que são bem movimentadas e possuem vários restaurantes interessantes. Aproveite também a caminhada para comer algo interessante ou aproveitar os deliciosos sorvetes italianos.

Ravena

Ravena

Ravena_Sorvete

Em seguida fomos visitar o complexo da Basílica San Vitale, que é em minha opinião a atração mais bonita e impressionante da cidade, não sendo a toa a mais famosa também. Também possui uma enorme importância por ser um dos poucos templos bizantinos intactos até os dias atuais. Seus mosaicos retratando o velho testamento são muito bonitos e impactantes e é difícil decidir até qual lado é o mais bonito. O ideal é curtir com calma todos os detalhes e apreciar toda sua beleza com calma.

Ravena Basilica San Vitale

Ravena Basilica San Vitale

Ravena Basilica San Vitale

Ravena Basilica San Vitale

Ravena Basilica San Vitale

Por último visitamos o Mausoléo di Galla Placidia, em homenagem à famosa imperatriz filha do imperador Teodósio, que é adjacente a Basílita de San Vitale e faz parte do mesmo complexo. A construção é pequena e tem a forma de uma cruz, mas no seu interior constam também belos mosaicos para variar. Não é tão bonito como sua vizinha, mas também vale a visita e já está inclusa no seu ingresso.

Ravena_Mausoleo_Galla_Placidia

Ravena_Mausoleo_Galla_Placidia

Ravena_Mausoleo_Galla_Placidia

Ravena_Mausoleo_Galla_Placidia

Ravena_Mausoleo_Galla_Placidia

Esse foi o nosso passeio pela bela cidade de Ravena com seus impressionantes mosaicos. Na sequência vou contar sobre nossa visita a San Marino. Aguardem!



Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook

Leia também:

Verona: a cidade de Romeu e Julieta
Verona: onde comer
Veneza: como é se hospedar em Mestre
Veneza: uma volta pela cidade
Todos os posts da Itália

Advertisements
 
5 Comentários

Publicado por em Novembro 27, 2015 em Itália, Ravena

 

Etiquetas: , ,

5 responses to “Ravena: a cidade dos mosaicos

  1. Bóia

    Dezembro 1, 2015 at 11:55 am

    Oi, Alê. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

     
  2. Sonia Ramos

    Dezembro 1, 2015 at 2:18 pm

    Boa tarde

    Fiquei muito impressionada com Ravena, que mosaicos lindos!
    gostaria de saber se a viagem de comboio poderia ser feita a partir de Verona

    obrigada
    Sonia Ramos

     
    • Alessandro Ayres

      Dezembro 1, 2015 at 5:01 pm

      Oi Sonia,

      É possível sim, só que a viagem dura umas 3 horas e é necessário fazer baldeação em Bolonha ou Ferrara, portanto não é ideal para um bate-volta, já que fica bastante cansativo.

      Abraços!

       
      • Sonia Ramos

        Dezembro 2, 2015 at 7:33 am

        Obrigada pela resposta

        abraço

         

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: