RSS

Lisboa: Passeando por Belém

22 Out

O primeiro local que visitamos em Lisboa foi a famosa Belém. Além de ser um dos locais mais famosos da cidade, estávamos doidos para provar logo o delicioso pastel de Belém, que já vínhamos sonhando desde a saída do Brasil. Belém fica um pouco afastada e portanto queríamos aproveitar para visitar logo essa região.

Para chegar a Belém, acho que a melhor maneira é tomando o eléctrico número 15 no Cais do Sodré ou Praça do Comércio (veja o trajeto abaixo). Saindo da estação de metrô do Cais do Sodré, o ponto do eléctrico fica bem em frente e não tem erro. Só tome cuidado para pegá-lo na direção correta, para isso basta conferir o painel indicativo no ponto, que indica as linhas que passam por ali e o seu trajeto. Em Belém você pode desembarcar em um dos 4 pontos principais, dependendo de que atração você pretende conhecer primeiro:

    1) Belém: para conhecer o Museu dos Coches
    2) Mosteiro dos Jerônimos: para conhecer o Mosteiro, o Padrão dos Descobrimentos e a confeitaria Pastéis de Belém.
    3) Centro Cultural de Belém: para conhecer o Centro Cultural (ponto menos turístico)
    4) Largo da Princesa: para conhecer a Torre de Belém

Lisboa Belém

Se você pretende visitar todas as atrações, o ideal é começar por uma das pontas e ir andando a pé ou de eléctrico até a outra ponta, seguindo sempre uma mesma direção. A caminhada é razoável e se você tem um passe diário, o eléctrico pode ser uma boa pedida em alguns trechos.

O monumento mais famoso é sem dúvida a Torre de Belém, construída por D. Manuel I no século XVI para a defesa de Lisboa junto ao rio Tejo e que permanece até hoje como um dos grandes monumentos do país, tendo sido inclusive declarado como patrimônio da humanidade pela Unesco. O monumento é realmente muito bonito e permite a visitação interna de terça a domingo no horário de 10h as 17:30h de outubro a abril, e de 10h as 18:30h de maio a setembro. O ingresso custa €5 e criança até 14 anos não paga, mas pode-se adquirir um ingresso conjunto com o Mosteiro dos Jerônimos por €10. Como esse último custa €7, você economiza €2. Infelizmente chegamos tarde e a torre tinha acabado de fechar, o que é uma boa desculpa para voltar a Lisboa em uma nova oportunidade.

Lisboa Belém

Torre de Belém


Saindo da torre você pode caminhar junto ao rio Tejo em direção ao Padrão dos Descobrimentos, que é um monumento em homenagem aos descobrimentos realizados pelo império português e representa o ponto de partida das embarcações que realizaram as grandes conquistas, incluindo aí o descobrimento do Brasil. É possível pegar um elevador para ver a vista do alto do monumento, mas sinceramente não achei que valia a pena.

Lisboa Belém

Padrão dos Descobrimentos

Lisboa Belém

Padrão dos Descobrimentos


Entre esses dois monumentos existem vários barzinhos bem transados ao longo do rio Tejo, que são pontos bem gostosos para tomar uma imperial, que é equivalente ao nosso chopp.

Lisboa Belém

Barzinho a beira do rio Tejo


Passando por uma passarela subterrânea, que atravessa a Av. da Índia, você desemboca na Praça do Império e dá de frente com o impressionante Mosteiro dos Jerônimos. Apesar de não ser a atração mais famosa dessa região, o mosteiro foi o que mais me impressionou e agradou. A arquitetura é realmente impressionante e ele é mais bonito ainda por dentro. Não é a toa que recebeu também o título da Unesco de Patrimônio da Humanidade. Ele foi fundado no ano de 1496 pelo rei D. Manuel I para homenagear o Infante D. Henrique e tanto a igreja, quanto a estrutura interna do mosteiro são belíssimos. A entrada para a igreja é gratuita, mas para o mosteiro é necessário pagar. Está aberto para visitação interna de terça a domingo no horário de 10h as 17:30h de outubro a abril, e de 10h as 18:30h de maio a setembro. O ingresso custa €7 e criança até 14 anos não paga, mas pode-se adquirir um ingresso conjunto com a Torre de Belém por €10.

Lisboa Belém

Mosteiro dos Jerônimos

Lisboa Belém

Mosteiro dos Jerônimos

Lisboa Belém

Igreja do Mosteiro dos Jerônimos

Lisboa Belém

Igreja do Mosteiro dos Jerônimos

Lisboa Belém

Pátio interno do Mosteiro dos Jerônimos

Lisboa Belém

Pátio interno do Mosteiro dos Jerônimos

Lisboa Belém

Mosteiro dos Jerônimos


Para terminar esse belíssimo passeio, nada melhor do que comer os deliciosos e originais Pastéis de Belém na confeitaria homônima que criou a receita (Rua Belém, 84). Ela foi criada em 1837 e até hoje faz os mais sensacionais pastéis seguindo a receita original. Nós comemos várias versões desse pastel, também chamado de pastel de nata em outros locais, já que o de Belém é só em Belém, e posso afirmar que esses são disparados os melhores. Eles são vendidos quentinho e literalmente derretem na boca. Você pode adicionar canela e açúcar, o que eu recomendo, para ficarem mais gostosos ainda. O único problema é que a confeitaria é hiper mega turística, portanto é praticamente impossível conseguir uma mesa e as filas dão volta na calçada. Mas não se assuste, pode entrar na fila para comprar para viagem que ela anda bem rápido. Você paga no caixa e pega os pastéis quentinhos no balcão ao lado e já está pronto para partir para rua. Além de gostosos, eles são muito baratos e custam somente €0.90. É isso mesmo!!! Mais barato do que os vendidos no Brasil! Minha sugestão: pense na quantidade de pastéis que você deseja e depois compre o dobro, pois com certeza você vai querer mais depois. :mrgreen: Dá para levar para o hotel e comer nos dias seguintes também.

Lisboa Belém

Confeitaria Pastel de Belém (pastéis quentinhos na bandeja!!!)

Lisboa Belém

Confeitaria Pastel de Belém

Lisboa Belém

Pastel de Belém


Depois desse passeio cultural e gastronômico, está na hora de voltar para o centro e aproveitar o restante da cidade para gastar as calorias adquiridas! 🙂 Basta pegar o eléctrico 15 novamente, que tem um ponto bem em frente a confeitaria.

Leia também:

Lisboa: Informações Básicas
Lisboa: Parque das Nações
Lisboa: Passeando pelo centro
Onde comer em Lisboa
Vai alugar carro em Lisboa? Então veja essas dicas
Sintra

Anúncios
 
5 Comentários

Publicado por em Outubro 22, 2010 em Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , ,

5 responses to “Lisboa: Passeando por Belém

  1. Juliana

    Maio 4, 2012 at 6:38 pm

    Alessandro, talvez seja um pouco tarde para perguntar, mas embarco para Portugal amanhã com meus pais e meu namorado, e como essa é minha primeira viagem internacional, gostaria de saber se todos nós precisamos ter uma cópia da reserva do hotel ou se basta que apenas um de nós tenhamos esse documento em mãos para apresentar no desembarque.

     
    • Alessandro A.

      Maio 4, 2012 at 7:09 pm

      Oi Juliana,

      Basta uma cópia, já que vocês todos podem passar pela imigração em conjunto. Se dirigam todos a cabine quando chegar a sua vez e apresentem todos os passaportes de uma vez só. Caso o oficial da imigração peça a comprovação de hospedagem, é só mostrar o documento. De qualquer forma, a imigração em Portugal é muito tranquila e normalmente não perguntam nada, portanto dificilmente vocês terão que apresentar algum documento.

      Abraços!

       
  2. Marcos

    Julho 27, 2012 at 12:41 pm

    Olá Alessandro.
    Você já me deu dicas sobre Strassbourg (estarei lá dia 13/08/12) e cá está você me ajudando novamente em Lisboa.
    Chego em Lisboa por volta das 12:00h. do dia 18/08. Como o trajeto aeroporto/hotel é rápido, acredito que já poderei começar a explorar Lisboa a partir das 14 horas desse dia.
    Gostaria de saber se esse trajeto que você fez (electrico 15, Torre de Belem, Padrão dos descobrimentos, mosteiros dos Jerônimos e finalmente os Pastéis de Belém), “cabem” numa tarde (após as 14h.) ou se você acha que será melhor eu começar esse passeio pela manhã do dia seguinte por exemplo.
    Abraço e obrigado pelas ajudas.
    Marcos.

     
    • Alessandro A.

      Julho 27, 2012 at 6:01 pm

      Oi Marcos,

      Esse passeio cabe em uma tarde sim e foi exatamente o que eu fiz. No entanto, deve-se observar o horário de fechamento do mosteiro e da torre. Deixe os pastéis de belém por último, pois a casa fica aberta até meia-noite. O único porém é o seu horário de chegada, pois se vier do Brasil vai ter que passar pela imigração e pegar as malas, o que pode não ser tão rápido.

      Abraços!

       
  3. Marcos

    Julho 28, 2012 at 10:51 am

    Alessandro.
    Chegarei em Paris dia 08/08 e farei um bate-volta a Strassbourg dia 13. No dia 18/08, embarco de Paris para Lisboa. Como meu vôo chega em Lisboa as 11:30h. de sábado, acredito que até as 14 horas eu já esteja no hotel, (próximo a Marques de Pombal), pronto para sair e conhecer a cidade. Como vou sair muito cedo de Paris para pegar meu vôo, eu gostaria de aproveitar esse final de tarde em Lisboa num passeio que dê para ser encaixado numa tarde.
    Obrigado pelo retorno e pelas dicas.
    Um abraço.
    Marcos.

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: