RSS

Arquivo da Categoria: Chicago

Chicago

chicago-skyline4

Chicago é uma cidade que eu não visito há muito tempo e provavelmente já estou desatualizado, mas mesmo assim vou passar algumas dicas aqui, pois é um local com pouca informação na imprensa especializada e qualquer informação é sempre útil. Infelizmente minhas fotos são todas da época pré-digital, portanto vou ter que ilustrar esse post com fotos “emprestadas” da internet. 🙂

Chicago é uma das grandes metrópoles dos EUA (3ª maior, só perdendo para NY e Los Angeles) e como em qualquer cidade grande, tem uma área mais recomendada para os turistas em geral e outras regiões perigosas que não devem ser frequentadas. O centro da cidade é local ideal para os passeios e tem bastante atrações para conhecer. A cidade tem um clima litorâneo bem gostoso e tudo é muito moderno e limpo. Litorâneo? Chicago não fica no meio dos EUA? É isso mesmo, só que ela é colada no Lago Michigan, um dos 5 lagos que compõem os grandes lagos entre os EUA e Canadá e que formam a maior porção de água doce do mundo, com uma área de 246 mil km²! Ele é tão grande que você não vê o outro lado e jura que está diante do mar no litoral. A cidade se aproveita dessa proximidade com o lago e tem vias costeiras (Lake Shore Drive), ciclovias a beira mar (ou seria melhor beira lago?!) e até algumas praias.

chicago-beach-summer

Praia de Chicago


O problema é que praia só no verão mesmo, pois a cidade é muito fria quase o ano todo, já que se encontra bem no norte dos EUA. Esse é um problema sério para o turista em geral e só recomendo visitar a cidade de meados de maio até setembro, quando o clima fica mais agradável e faz até um calorzinho bom. Se não bastasse o frio, a cidade ainda é famosa pelo seu vento, chegando a ser apelidada pelos americanos de “Windy City”. Já imaginou esse ventinho no inverno congelante? 🙂

Bem, mas não deixe que o frio de te desanime, pois a cidade é bonita e vale o passeio. Veja abaixo no mapa os principais pontos turísticos da cidade:


A principal avenida da cidade é a Michigan Avenue, que é recheada de prédios modernos, parques e várias lojas de departamentos, como Nike, Gap, Banana Republic, etc.. Dá para comprar muita coisa barata por aqui!

michigan avenue

Michigan Avenue

michigan avenue

Michigan Avenue


A arquitetura moderna dos prédios da cidade é realmente impressionante e você não se cansa de olhar para o alto. Chicago inclusive é considerada uma das referências da arquitetura americana e uma das primeiras a ter arranha-céus. Um dos motivos para isso foi o grande incêndio de 1871, que destruiu grande parte da cidade, obrigando-a a ser reconstruída.

chicago-river--chicago-boat-tour

Prédios ao longo do Chicago River


Uma das melhores opções para se observar essa toda essa arquitetura e também o skyline da cidade, é fazendo um dos passeios de barco pelo Rio Chicago River e Lago Michigan. Você pode pegar o barco no encontro da Michigan Avenue com o rio, onde também existe uma ponte suspensa bem interessante, que uma vez ou outra levanta para a passagem de barcos maiores. É uma atração diferente, já que não é comum uma ponte suspensa bem no meio do centro financeiro de uma grande cidade. Descendo as escadas até o rio, você encontra os barcos e as cabines que vendem os ingressos. Na minha época o passeio durava em torno de 1 hora e você entrava rio adentro pela cidade para observar os principais prédios e depois voltava até o lago, onde dava uma volta para observar o skyline. Tudo com comentários do guia. No entorno do rio é onde estão realmente os prédios mais bonitos e diferentes. Os mais famosos são o do Chicago Tribune, NBC e da Bolsa Mercantil de Chicago.

Chicago_River_from_Michigan_Ave

Chicago River

michigan_ave_bridge_060415

Ponte suspensa sobre o Chicago River

Chicago_Architecture_Boat_Tour_1

Passeio de barco

ChicagoSkyline1

Chicago Skyline (vista do passeio de barco)


Uma coisa que impressiona é a cor da água do rio Chicago, que de tão verde parece até artificial. Eu ouvi falar que eles jogam uns produtos químicos para ficar dessa cor, mas não sei se é verdade.

Depois que fizer o passeio de barco não deixe de visitar o Navy Pier, que é um píer bem bonito e gostoso de se caminhar, com diversos restaurantes e uma roda gigante. O píer é um dos cartões postais da cidade e vale a visita!

Chicago-Skyline

Navy Pier

navy pier

Navy Pier

navy pier

Navy Pier


Voltando para o centro você ainda pode subir nos 2 maiores prédios da cidade para vistas bem interessantes. O Sears Towers, que é o mais alto e famoso, chegou a ser o edifício mais alto do mundo durante um período, sendo ainda hoje o maior prédio dos EUA. Outro edifício famoso é o John Hancock., que fica na Michigan Avenue. Acho que não vale a pena subir nos 2 edifícios, bastando escolher um que mais lhe agrade. Apesar da maior fama do primeiro, eu escolhi o Jonh Hancock, pois ele fica mais próximo do lago e eu acreditava que sua localização proporcionaria uma vista melhor, apesar de ser mais baixo que o outro. Não conheço a vista do Sears Towers, mas a do John Hancock é linda e valeu muito a subida, atendendo plenamento as minhas expectativas. Como eu já esperava, lá de cima você consegue ver toda a parte costeira da cidade e também alguns parques, além é claro da vantagem de poder ver também o Sears Towers. Outra vantagem do John Hancock é que no penúltimo andar existe um bar onde você pode ficar sentado ao lado das janelas de vidro, que vão até o chão, e ficar curtindo a paisagem. As bebidas são caras, mas recomendo pedir pelo menos uma cervejinha só para poder curtir um pouco o clima.

John Hancock Center

Edifício John Hancock

John Hancock Center

Vista do John Hancock

John Hancock Center Bar

Bar do John Hancock

Sears Towers

Sears Tower


Bem próximo ao John Hancock, não deixe de ver o Water Tower Place, um dos únicos prédios do centro que escapou ao grande incêndio de 1871.

Water Tower

Water Tower


Seguindo pela parte sul da Michigan Avenue (depois do Chicago River) você se depara com diversas outras atrações, como o famoso Millennium Park . Além do parque em si, o que mais atrai a atenção aqui são as grandes obras de arte da arquitetura que foram desenhadas exclusivamente para esse parque e que o tornam diferente de qualquer outro parque no mundo. Não tem como você não se encantar com essas esculturas totalmente inusitadas. Não deixe de observar o Jay Pritzker Pavillion, o The Crown Fountain e a Cloud Gate, que reflete o skyline da cidade.

millenium park

Millennium Park

Jay Pritzker Pavillion

Jay Pritzker Pavillion

Cloud Gate

Cloud Gate

The Crown Fountain

The Crown Fountain


Para quem goste de artes e museu, ao lado do Millennium Park fica o Art Institute of Chicago, também bastante interessante.

Art Institute

Art Institute


Seguindo um pouco mais adiante, fica o Grant Park, que é a continuação do Millennium Park, só que bem maior e não tão badalado.

Grant Park

Grant Park


Ao final desse parque, na altura da Roosevelt Road em direção ao lago, estão 3 atrações bastante interessantes para adultos e crianças. A primeira delas é o Field Museum, um museu de história natural muito bonito e bem similar a tantos outros nos EUA.

Field Museum

Field Museum

Field Museum

Field Museum


Mais adiante está o Shedd Aquarium, que além da ótima estrutura e show de golfinhos, ainda fica coladinho no Lago Michigan e possui uma vista espetacular da cidade. Vale a pena conferir, mesmo que você não esteja com vontade de entrar no aquário.

Golfinhos do Shedd Aquarium

Golfinhos do Shedd Aquarium

Shedd Aquarium

Shedd Aquarium e a vista da cidade


Por último, aqui também se encontra o Aldler Planetarium, mas que é uma atração recomendada somente para quem está com crianças.

Adler Planetarium

Adler Planetarium


Para quem gosta de parques e zoológico, não deixe de conhecer do outro lado da cidade, próximo a praia, o Lincoln Park, outro parque muito bonito, que conta com um lago com pedalinhos e também o zoológico da cidade.

Lincoln Park

Lincoln Park

Lincoln Park

Lincoln Park


Os fãs de esporte não podem deixar de assistir um jogo do famoso time de basquete Chicago Bulls do lendário ex-jogador Michael Jordan. A temporada da NBA vai de outubro a maio. Se você achar o ingresso caro, não deixe de pelo menos assistir a um jogo em um dos vários bares da cidade com telões. Eles são fanáticos pelo jogo, assim como nós somos pelo futebol, e é bem divertido acompanhar a torcida nos bares, principalmente em jogos decisivos. Eu estive lá da última vez em que o time foi campeão e a cidade parou com a festa de comemoração!

Agora, se não bastassem todas essas atrações, Chicago ainda é conhecida mundialmente como a terra do Blues e existem centenas de bares típicos espalhados pela cidade. Eu adoro o ritmo do Blues e posso dizer que é bem legal sentir o clima desses bares. A gente se sente parte daquelas cenas que só vemos em filmes. Um dos mais famosos e que mais gosto é o Buddy Guy´s Lengends, que fica na 754 South Wabash Avenue. O bar é uma homenagem ao lendário músico Buddy Guy e está sempre lotado. O bar em si é bem pequeno e despojado e por fora não tem um aspecto muito bom, mas bar tradicional de Blues é assim mesmo, sem nenhum luxo. O mais importante é a música de qualidade e uma cervejinha gelada.

Buddy Guys Legends

Buddy Guy's Legends


No próximo post, e último dessa série americana antes das minhas férias, estarei falando um pouquinho sobre a Pacific Coast Highway (US1) na Califórnia. Depois da pausa para a minha viagem, essa série será complementada com as dicas da Disneyworld.

Links Relacionados:
Boston
Washinton D.C.
Compras em Miami

Anúncios
 
55 Comentários

Publicado por em Abril 2, 2010 em Chicago, EUA

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,