RSS

Arquivo da Categoria: Praia do Forte

Iberostar Premium Praia do Forte

Antes de voltar a falar da Disney, vou contar sobre a nossa ida ao Iberostar Praia do Forte no último feriado de Corpus Christi. No próximo post eu volto a viagem dos EUA.

O Iberostar Premium Praia do Forte era um resort que estava na nossa lista de prioridades desde que visitamos o seu irmão e vizinho Iberostar Bahia no ano passado (veja esse post sobre a nossa visita). Gostamos muito desse último e estávamos ansiosos por conhecer o seu irmão mais rico e mais caro, já que o Praia do Forte é considerado uma categoria superior. Ambos são all-inclusive e a nossa expectativa era que seria uma experiência ainda melhor. Como encontramos um preço promocional que praticamente igualava as tarifas dos dois hotéis, não pensamos duas vezes e reservamos.

Iberostar Praia do Forte

Entrada do Iberostar Praia do Forte

<Lobby

Lobby

Iberostar Praia do Forte

Bar do Lobby

Iberostar Praia do Forte

Blocos de apartamentos

Iberostar Praia do Forte

Corredores de deslocamento


Passamos 4 dias maravilhosos e o que pudemos constatar é que o resort é realmente muito bom! No entanto, não identificamos grandes diferenças entre os dois hotéis que justifiquem a diferença de preço. Tudo é muito parecido e sinceramente não acho que compense pagar mais, tanto que na próxima vez pretendemos voltar para o Bahia. Isso não quer dizer que o hotel não seja bom, pelo contrário, mas acho que o custo-benefício do Bahia é melhor.

As principais diferenças que identificamos foram:
1) O quarto é um pouco maior e o banheiro mais luxuoso.
2) Você tem direito a 1 reserva a mais nos restaurantes temáticos, que varia de acordo com o número de dias de sua estadia. Você ainda pode reservar os do Iberostar Bahia, apesar de nem sempre ter vaga. Eu descobri que as vagas para os clientes do Praia do Forte nos restaurantes do Bahia são bastante limitadas, apesar de eles não citarem essa limitação em momento algum, portanto não conte muito com isso.
3) As bebidas são um pouco superiores, tendo até whisky 12 anos, enquanto no Bahia só tem 8 anos.
4) As piscinas são menores e um pouco muvucadas.

Para todas as diferenças entre os dois hotéis, consulte esse excelente link, que tem todas as informações detalhadas para você poder tomar sua decisão.

Agora que as diferenças estão claras, vamos falar da nossa experiência. Conforme eu já citei, os quartos são bem grandes e bastante confortáveis. Ficamos no terceiro andar na ala mais próxima ao mar, o que nos deu o privilégio de observá-lo da nossa varanda. O mar não é tão bonito nesse ponto da praia do forte, mas mesmo assim o visual é bem bacana.

Iberostar Praia do Forte

Quarto

Iberostar Praia do Forte

Quarto

Iberostar Praia do Forte

Banheiro

Iberostar Praia do Forte

Vista da varanda

Iberostar Praia do Forte

Vista da varanda

Iberostar Praia do Forte

Blocos de apartamentos


O único problema é que por ser perto do mar, era também mais longe da recepção e dos restaurantes, mas não se pode ter tudo! De qualquer forma, a distância não era nada demais. Também não existem elevadores nos prédios onde ficam os quartos, portanto quem fica em cima tem que gastar umas calorias subindo e descendo escada, o que, convenhamos, em um resort all-inclusive é bastante providencial para engordar um pouco menos. 🙂

Além dos ótimos quartos, o hotel conta também com uma excelente infra para recreação. São dois setores de piscina, um calmo e outro animado, e existem diversas atividades durante todo o dia. Os recreadores são excelentes e muito simpáticos e mesmo aqueles mais envergonhados acabam entrando na brincadeira. Além das piscinas, tem quadras de vôlei, tênis, squash, futebol e sala de ginástica/musculação, sendo que todo o material necessário está disponível para empréstimo, não sendo necessário levar nada.

Iberostar Praia do Forte

Piscina

Iberostar Praia do Forte

Piscina

Iberostar Praia do Forte

Piscina

Iberostar Praia do Forte

Macaco passeando na área da piscina


A recreação infantil é um capítulo a parte, sendo um dos pontos altos de ambos os hotéis. Os recreadores são bastante atenciosos e divertidos e rola atividade o dia inteiro. Eles têm até uma piscina no mini clube dedicada para as crianças. A partir dos 4 anos eles já podem ficar sozinhos e só são liberados na presença dos pais. Os grupos são formados de acordo com a faixa etária (4 a 7 anos; 8 a 12 anos e 13 a 18 anos), dessa forma as atividades são adequadas à idade do seu filho. Se não bastassem as brincadeiras durante todo o dia, depois do jantar ainda acontecem atividades no teatro para a criançada, como peça infantil, capoeira, show de mágica, etc… Só posso dizer que o meu filho adorou e até hoje canta as musiquinhas!

Iberostar Praia do Forte

Mini clube

Iberostar Praia do Forte

Mini clube

Iberostar Praia do Forte

Piscina do mini clube

Iberostar Praia do Forte

Recreação infantil

Iberostar Praia do Forte

Teatro infantil


Quem está com crianças pequenas ainda conta com uma copa do bebê em cada bloco (3 ao todo) muito bem equipada e com tudo que é necessário para preparar uma papinha ou mamadeira. Tem leite em pó, frutas frescas, papinha nestlé, nescau, farinhas, etc… Caso você deseje utilizar essa copa, deve informar isso na recepção, pois eles fornecem um cartão e acesso específico, já que a mesma fica trancada.

Iberostar Praia do Forte

Copa do bebê


O teatro também serve de palco para shows para os adultos, que acontecem todos os dias a partir das 22hs (veja a programação no quadro de avisos). Cada dia da semana o show é diferente, mas não vá com grandes expectativas, pois não são nada demais. Se você ainda der sorte de estar por lá durante algum evento, como foi o nosso caso (estava rolando um torneio de golfe), ainda pode assistir a algum show especial. Nesse final de semana rolou um show do Maurício Manieri, que mesmo não sendo o meu artista favorito, fez um show bem animado e cantou sucessos de vários outros cantores nacionais. O difícil é só convencer o seu filho a assistir com você, já que a essa hora o sono vem com tudo! 🙂

Iberostar Praia do Forte

Teatro

Iberostar Praia do Forte

Show do Maurício Manieri


A praia em frente ao Iberostar não é das melhores, sendo inclusive bastante agitada e perigosa. Nas duas vezes que estiver por lá, estava com bandeira vermelha e a água também não é das mais claras. Não quer dizer que não dê para pegar uma praia, mas tem que ficar bem atento com as crianças. O ideal mesmo é tentar ir um dia à praia do forte ou à piscina natural, que tem uma água bem melhor, só que tem pegar alguma condução, o que pode ser um pouco chato para quem não quer sair do hotel.

Iberostar Praia do Forte

Praia em frente ao Iberostar


No quesito comida, o resort oferece uma variedade tão grande, que você acaba comendo mais do que necessário e ganhando uns quilinhos a mais. São ao todo 4 restaurantes temáticos e 2 restaurantes buffet, um na ala principal e outro mais informal junto às piscinas, que também serve petiscos durante a tarde. É realmente muito fartura! Como na maioria dos resorts, os restaurantes principais acabam pecando um pouco na qualidade em prol da quantidade. A comida nesses restaurantes é boa, mas nada de especial e sem nenhum ingrediente mais caro.

Iberostar Praia do Forte

Buffet Principal

Iberostar Praia do Forte

Pizzas do buffet principal

Iberostar Praia do Forte

Comidas do buffet principal

Iberostar Praia do Forte

Sobremesas


Uma boa opção para o almoço é um quiosque que fica ao lado do restaurante da piscina e que todo dia serve algum prato gostoso feito em grandes frigideiras. O prato varia de dia para dia, sendo que a paella estava uma delícia.

Iberostar Praia do Forte

frigideiras de paella mista


Já os restaurantes temáticos são realmente muito bons e oferecem uma comida de excelente qualidade. Tem restaurante baiano, oriental, de frutos do mar/carnes e francês. Todos possuem um cardápio semelhante para crianças, portanto não é preciso ficar preocupado se o seu filho vai gostar daquele tipo de comida. Conseguimos jantar nos 3 primeiros, pois o francês não aceita crianças e ainda exige trajes mais formais, o que considero totalmente desnecessário para um resort praiano. Além disso, ouvi comentários de outros clientes que a comida era pequena demais (tipicamente francês) e não tão especial assim. Dos outros 3, o melhor é sem dúvida o oriental. Tem comida típica de vários países e a seção de buffet ainda conta com quitutes bem gostosos. Estava tudo uma delícia e foi realmente a melhor refeição que tivemos durante a nossa estadia.

Iberostar Praia do Forte

Restaurante oriental

Iberostar Praia do Forte

Mesa de comidas orientais

Iberostar Praia do Forte

Preparação dos pratos

Iberostar Praia do Forte

Camarões

Iberostar Praia do Forte

Teppanyaki misto (camarão e frango)


O restaurante de frutos do mar e carnes é na verdade o mesmo da piscina, mas que se transforma a noite para o esquema à la carte. Os pratos também estavam muito bons.

Iberostar Praia do Forte

Costeletas de cordeiro

Iberostar Praia do Forte

Carne com lagosta


Eu tinha grandes expectativas com relação ao restaurante baiano, pois além de gostar muito desse tipo de comida, ainda estávamos na Bahia. No entanto, a comida estava bem aquém do que esperávamos. A carne de sol estava dura e a moqueca não tinha nada de especial. Já comi várias comidas baianas bem melhores.

Iberostar Praia do Forte

Restaurante baiano

Iberostar Praia do Forte

Mesa de comidas baianas

Iberostar Praia do Forte

Moqueca de peixe


No geral a nossa experiência foi muito boa e recomendo a todos. Devido as poucas diferenças entre os dois hotéis, acho que o Praia do Forte só vale a pena para quem bebe bastante e gosta das bebidas mais caras. De qualquer forma, ambos são excelentes hotéis e qualquer um que você escolha estará muito bem servido.

Leia também:
Iberostar Bahia
Summerville – Porto de Galinhas

Anúncios
 
43 Comentários

Publicado por em Junho 30, 2010 em Brasil, Praia do Forte, Resorts

 

Etiquetas: , , , , ,

Praia do Forte – Iberostar Bahia

layout-iberostar-bahia_19

Antes de prosseguir com a parte francesa da minha viagem a Europa, vou contar primeiramente sobre a minha viagem ao Iberostar Bahia na Praia do Forte em julho. Bem, não fica exatamente em frente a praia do forte, mas a alguns minutos de distância e facilmente acessível a pé. É importante também não confundir o Iberostar Bahia com o Iberostar Praia do Forte, pois são 2 hotéis diferentes do mesmo grupo. Eles são vizinhos, mas o último foi construído mais recentemente e com um foco diferente. Pelo que deu para deduzir dos encartes dos 2 hotéis, o Praia do Forte é mais luxuoso e mais focado em casais sem filhos, já que não oferece um serviço de recreação infantil. Já o Bahia é um pouco mais popular, mas também tem uma excelente infra e muitas atividades para adultos e crianças. O Praia do Forte é mais caro, mas tem a vantagem de poder utilizar toda a infra do Bahia (inclusive a recreação), o que não acontece ao contrário. Não cheguei a visitar o Praia do Forte, portanto não pude comparar ao vivo os dois hotéis.

Entrada

Entrada

Recepção

Recepção

Hall de entrada

Hall de entrada

Bar da recepção

Bar da recepção

Depois dessa explanação rápida sobre a diferença dos hotéis, vamos finalmente falar mais a fundo sobre o Iberostar Bahia. A infra e o atendimento do hotel são excelentes e gostei muito da minha estadia. O sistema é all-inclusive e barato se comparado com o preço de outros resorts do litoral nordestino, tendo portanto uma ótima relação custo x benefício. Peguei uma promoção da CVC de resorts que estava bem em conta. No entanto, só reservei a parte terrestre e a parte aérea fiz por conta própria, já que os preços estavam bem melhores. Aliás a dica é sempre olhar os preços nos sites das companhias áreas e pedir para a operadora fazer cotações do pacote com e sem avião, pois as diferenças podem ser bem grandes, especialmente nessa época de promoções. Além disso, Salvador é normalmente um destino barato e com bastante variedade de voos. No meu caso, a diferença da Gol para a CVC (voando webjet) era de mais de R$400 por pessoa, ou seja, uma senhora diferença.

Voltando ao hotel, os quartos são modernos, grandes e limpos.

Quarto

Quarto

Vista da varanda do quarto

Vista da varanda do quarto

O hotel é bem grande e dividido em 3 blocos de apartamentos (2 na ponta e 1 central), sendo que entre esses estão localizados as piscinas. São portanto 2 conjuntos de piscinas e achei muito interessante a divisão que eles fizeram. As piscinas entre o primeiro e segundo bloco são agitadas e cheia de atividades, como música alta, dança, hidroginástica, vôlei, pólo aquático, etc. Já na piscina entre os blocos dois e três não existe agitação nenhuma e o objetivo aqui é relaxar. Você escolhe a piscina mais adequada de acordo com o gosto e momento.

Piscina calma

Piscina calma

Piscina agitada

Piscina agitada

Piscina agitada

Piscina agitada

Bar da piscina

Bar da piscina

O hotel estava bem cheio, mas ao contrário do que eu havia previsto, a grande maioria era de brasileiros. O plano de negócios do Iberostar previa trabalhar mais com turistas estrangeiros, principalmente os espanhóis, só que tudo isso mudou após a crise econômica. Li em uma reportagem que eles estão focando mais no turismo doméstico agora, só que tiveram que realizar mudanças para se adaptar, tanto no que se refere a preço, quanto na comida e bebida. De qualquer forma é comum ouvir os recreadores repetir em espanhol tudo que acabaram de falar em português. É a famosa globalização! :mrgreen:

A praia em frente ao hotel tem um mar agitado e não muito recomendado para crianças, mas mesmo assim é boa. Se quiser um mar mais calmo e claro, deve-se andar para a direita em direção a praia do forte e sua vila, onde é possível visitar o projeto Tamar e ainda curtir uma bela praia. A vila é bem bonitinha, cheia de lojas e restaurantes, sendo um belo passeio para aqueles que tiverem tempo e desejarem sair um pouco do hotel.

Praia em frente ao hotel

Praia em frente ao hotel

Praia em frente ao hotel

Praia em frente ao hotel

Praia do Forte

Praia do Forte

Praia do Forte

Praia do Forte

Projeto Tamar

Projeto Tamar

Projeto Tamar

Projeto Tamar

Não sei se foi porque era alta temporada, mas a parte de atividades me pareceu bem melhor do que de outros resorts. O grupo de animação é bastante simpático e animado, com destaque especial para a recreação infantil, que foi a melhor que eu já vi. Eles dividem as crianças em 3 grupos de acordo com a idade (4 a 7 anos, 8 a 12, 13 a 17) e montam uma programação cheia de atividades o dia inteiro, que inclui piscina, brincadeiras, pinturas, surf e até uma caça ao tesouro pelo hotel. No final do dia ainda tem sempre alguma atividade no teatro do hotel, como show de mágica, peça infantil ou show de dança e depois o dia sempre termina na boate com muita dança. O meu filho ficava acabado no final do dia de tanto se divertir (e os pais também 🙂 ). Para os adultos existe um show todas as noites e também a boate, mas infelizmente depois de um dia inteiro de atividades e brincadeiras com o meu filho, não tínhamos gás para a noitada.

Área infantil

Área infantil

Caça ao tesouro

Caça ao tesouro

Teatro

Teatro

Boate

Boate

No quesito comida o hotel oferece um restaurante buffet principal, chamado de “Meu Rei”, os restaurantes das piscinas, que ficam abertos o tempo todo oferecendo tira-gostos (ex: churrasco, pizza, nugget, etc..) e os 4 restaurantes especializados: Japonês, Frutos do Mar, Francês e de Carnes. Para esses últimos, cada hóspede só tem direito a uma reserva a cada 3 dias de hospedagem. Como ficamos 4 dias, pudemos fazer 2 reservas.

Restaurante buffet Meu Rei

Restaurante buffet Meu Rei

Depois de tanta coisa boa, infelizmente o hotel tinha que ter um defeito: a comida. Pode ser que tenha sido um problema esporádico devido a alta temporada, ou uma economia de custo devido a crise financeira e diminuição dos turistas estrangeiros, mas a verdade é que a comida dos buffets principais era bem fraca. O sabor era fraco e com poucas variações de um dia para o outro, especialmente nas sobremesas. O café da manhã é farto, mas a qualidade também não é das melhores. Isso tudo mudo de figura nos restaurante especializados, onde a comida é realmente muito boa, mas você só tem direito a poucas reservas. O melhor restaurante é o japonês, que serve também diversas comidas na chapa e não se limita a culinária japonesa que estamos acostumados, fornecendo uma opção para aqueles que não são tão chegados. O de Frutos do mar também é excelente e os peixes bem saborosos. Se eu tivesse que indicar, esses 2 restaurantes seriam as minhas escolhas.

Restaurante japonês

Restaurante japonês

Restaurante de frutos do mar

Restaurante de frutos do mar

IMG_4588IMG_4589

As bebidas oferecidas são boas, mas já aviso que não sou profundo conhecedor no assunto. As cervejas são mais fracas (Kaiser e Sol), mas as cachaças e caipirinhas são boas. Fique de olho na hora de pedir e procure sempre perguntar as marcas de bebidas existentes, pois normalmente eles servem as marcas mais baratas a não ser que você peça por uma específica. Se você gosta da caipirinha com cachaça, recomendo pedir com a envelhecida que dá um sabor especial.

Apesar da comida, a nossa avaliação final do hotel foi boa e desejamos voltar, principalmente o meu filho, que nunca tinha se divertido tanto. Pesam a favor a relação custo x benefício aliada a excelente infra, atendimento, recreação e proximidade com a praia do forte.

Outros posts relacionados:
Porto de Galinhas (Summerville)

 
50 Comentários

Publicado por em Setembro 2, 2009 em Brasil, Praia do Forte, Resorts

 

Etiquetas: , , , , ,