RSS

Arquivo da Categoria: Santiago

Restaurantes em Santiago

Quando estava programando a minha viagem para Santiago, eu já sabia que a escolha dos restaurantes seria uma das tarefas mais difíceis, pois existem muitas opções boas. Santiago é uma cidade com bastante tradição em frutos do mar e naturalmente os melhores restaurantes seguem essa linha, mas também existem outras opções boas para quem não é muito chegado.

Depois de pesquisar muito, selecionamos os que mais nos agradavam e partimos para o corte final (com muita pena!!!). Como iríamos fazer somente 4 refeições na cidade, tivemos que escolher bem para não errar e não nos decepcionar. Focamos na especialidade local, pois adoramos peixes e frutos do mar.

Bem, vamos ao que interessa! O primeiro restaurante do nosso tour gastronômico foi o almoço no Azul Profundo (Calle Constitución, 111) no bairro de Bellavista bem na esquina com a calle Dardignac.

IMG_3041

IMG_3039

É um restaurante de frutos do mar conhecido com paredes azuis e toda a decoração lembrando o fundo do mar. O ambiente é bem agradável e informal e a comida também. Uma das curiosidades do local é a porta para os banheiros, que lembram a de um submarino azul. 🙂

IMG_3035

O couvert é gratuito, como na maioria dos restaurantes da cidade, e era composto por pães, manteiga e molho. Pedimos também umas empanadas de camarão de entrada (muito boas!).

IMG_3030

Para beber fui no Pisco Sour (veja foto acima), que é uma bebida tradicional a base de pisco, uma aguardente peruana feita da uva. A bebida também contém suco de limão, clara de ovo e açúcar, lembrando muito a nossa caipirinha, mas mais doce. Que delícia!!! Não preciso nem falar que essa foi a minha bebida durante o restante da viagem e recomendo que todos experimentem.

Para o prato principal, resolvemos dividir um mix de pescados para dois, que vinha com 4 tipos de peixe (salmão, linguado, tubarão e corvina), acompanhados de batata assada, creme de espinafre e tomate.

IMG_3033

O filé de tubarão é um pouco mais encorpado que os outros e tudo estava uma delícia. Pagamos em torno de 26.000 pesos (R$ 100).

A nossa próxima experiência foi no restaurante Mare Nostrum (La Concepcion, 281), que fica no bairro da Providência muito próximo ao nosso hotel.

IMG_3086

Nessa mesma rua fica um restaurante mais famoso que se chama Aquí está coco, mas infelizmente o mesmo pegou fogo no passado e ainda não reabriu as portas.

O ambiente do Maré Nostrum é um pouco mais formal e não tem nada de especial na decoração, mas a comida e serviços são bons. Infelizmente me esqueci de tirar fotos dos pratos, mas pedimos uma massa de frutos do mar e um linguado com frutos do mar grelhados. A comida estava boa e o pisco sour foi o melhor que tomei. Gastarmos 26.800 pesos (R$ 103).

No dia seguinte fomos almoçar no tradicional Mercado Central, mais precisamente no restaurante Donde Augusto.

IMG_3103

Esse é um restaurante tradicional de frutos do mar e bem turístico. Quando você chega os garçons ficam te empurrando uma mesa e você acha que está entrando em uma furada. Apesar do clima turistão e da comida não ser do mesmo nível de outros restaurantes, vale como uma atração turística a ser experimentada.

O couvert é simples e também é gratuito…

IMG_3094

Pedimos de entrada umas empanadas de camarão com queijo, que são muito boas, só que só chegaram depois da comida, ou seja, não teve nada de “entrada”. De qualquer forma, recomendo-as.

Como prato principal, resolvemos não arriscar e ficar no linguado, mas existem diversas opções de frutos do mar diferentes para serem experimentados, caso você esteja disposto a gastar um pouco mais. O prato tradicional é a famosa centolla , que é um caranguejo gigante muito comum no Chile.

IMG_3100IMG_3105

Depois que o bicho tira as famosas fotos para posteridade, o garçom começa a cortá-lo todo e servir no prato a carne já prontinha para comer.

IMG_3107IMG_3106

Para quem quiser, fica aí a dica. No final gastamos um pouco mais de 24.000 pesos (R$ 92).

Como a nossa experiência gastronômica tinha que terminar com chave de ouro, fomos jantar no último dia no famoso restaurante Como água para chocolote (Calle Constitución, 88), que fica em Bellavista quase em frente ao Azul Profundo. Ele é baseado no filme mexicano de mesmo nome tem ambiente super charmoso e romântico.

IMG_3127

Se você quiser uma refeição romântica, esse é o restaurante! É bom fazer reserva, pois fica cheio. Como não tínhamos feito reserva, chegamos cedo e pegamos um mesa no mezzanino, o que foi bacana para ter um visual completo do restaurante. A decoração lembra uma pequena vila mexicana, com uma pequena fonte e tudo.

IMG_3129

O couvert vem com pedaços de pão e uma pasta de ervas finas.

IMG_3130

Para o prato principal, pedimos um congro gratinado (Congrio Almendrado al Gratén)

IMG_3135

E um linguado flambado com arroz criollo (não lembro do nome original do prato). O linguado vem abafado em um papel alumínio e a garçonete faz um pequeno show…

IMG_3133

IMG_3137

Ambos sensacionais! Eu comi o congro e posso afirmar que foi um dos melhores que já comi na vida!

De sobremesa, pedimos fondue de chocolate com frutas.

IMG_3140

Como bom chocólotra, devo admitir que o chocolate não tinha nada de especial, mas foi um bom fechamento para essa refeição maravilhosa. A conta foi 28.500 pesos (R$ 110).

Além desses restaurantes, segue uma lista de alternativas bem indicadas e que faziam parte da nossa lista original, mas que infelizmente não pudemos degustar:

Frutos do mar
Aqui está coco (Calle La Concepción 236)
Mestizo (Av. Del Bicentenario, 4050)

Peruano
Astrid y Gastón (Av. Antonio Bellet 201)
La Mar Cebicheria (Av Nueva Costanera 3922)

Italiano
Nolita (Isidora Goyenechea, 3456)

Carnes
Patagonia (José Victorino Lastarria, 96)
Ponle Cacao (Calle Francisco Bilbao, 505, Providencia)

Diversos
BordeRio (Av. San Jose María Escrivá de Balaguer Nº 6.400 • Vitacura) – complexo com restaurantes de vários tipos
Gatopardo (José Victorino Lastarria, 192) – Buffet

Outros posts da viagem a Santiago:
Santiago – Chegada
Como andar em Santiago
Santiago – Passeando pelo centro
Santiago – Outros passeios

Anúncios
 
19 Comentários

Publicado por em Maio 18, 2009 em Chile, Restaurantes, Santiago

 

Etiquetas: , , , , ,

Santiago – Outros passeios

Depois de visitar o centro da cidade fomos para o atraente bairro de Bellavista, que é muito boêmio e onde se localizam vários restaurantes, bares e discotecas da cidade. Para chegar lá, você ir a pé ou pegar o metrô até a estação Balquedano (A).



Além de passear pelas ruas do bairro, um dos pontos imperdíveis é o Patio Bellavista (B), que é uma área super agradável com lojas, restaurantes e bares ao ar livre.

IMG_3024

IMG_3023

IMG_3143

Aqui você pode comprar as famosas jóias com a pedra lápis-lazúli, que só existe no Chile e Afeganistão. Elas também são vendidas no Mercado Central, mas os preços aqui estavam melhores.

IMG_3022

IMG_3111

Não deixe de visitar Bellavista a noite também e aproveite para comer em um dos seus muitos restaurantes. Os principais ficam na calle Constitución, como o Azul Profundo (D) e Como água para chocolate (C), e falarei mais sobre eles depois. Só de lembrar já me dá água na boca!

A calle Pio Nono não é das mais agradáveis, com diversos bares e restaurantes sujos e barulhentos. Sugiro evitar comer por ali e focar na calle Constitución, a não ser que você tenha alguma indicação.

É de Bellavista que parte também o funicular para o Cerro San Cristóbal (E). Para se chegar no topo do cerro, onde se tem uma vista espetacular da cidade, pode-se subir de carro ou bicicleta, mas os meios mais comuns para os turistas são o funicular ou o teleférico. O primeiro parte de Bellavista e o teleférico sai do bairro de Providencia. Você pode subir e descer por qualquer um deles e como queríamos experimentar de tudo, optamos por subir de funicular e descer de teleférico. O preço por pessoa foi de 2.200 pesos (R$8,50) e para mais informações, entre nesse site oficial.

IMG_3051

Na subida você também tem a opção de visitar o zoológico, mas tem que pagar mais por isso.

No topo do cerro você tem uma vista espetacular da cidade, mas é muito comum ter uma neblida atrapalhando, como foi o nosso caso. Nada que atrapalhasse a beleza do cenário.

IMG_3059

Além da vista, também fica aqui o Santuario Inmaculada Concepción, com uma estátua e uma capela. Para visitá-lo, você deve subir uma escadaria que dá uma certa preguiça. Eu diria que o cenário todo lembra muito o Cristo Redentor no Rio em menor escala, só que o nosso visual é bem mais bonito e o cristo também.

IMG_3073

Para terminar o passeio, pegamos o teleférico para descer. São cabines pequenas para 4 pessoas e admito que dá um certo medo. Apesar de não ser extremamente moderno, me pareceu bastante seguro e a vista vale muito a pena.

IMG_3076

IMG_3075

Acabei esquecendo de tira fotos da descida, pois estava admirando o cenário e controlando o medo da minha esposa, que morre de medo de altura. 🙂

A base do teleférico é no bairro da Providência ao norte do rio e fica a uma pequena distância a pé do nosso hotel (veja post anterior), que fica ao sul do rio. Fomos caminhando até o hotel e mesmo que você não esteja hospedado por essa região, vale muito a pena andar por aqui. Essa região da Providência é totalmente residencial e as casas são fantásticas. Parecia que eu estava nos EUA naqueles bairros de casas do subúrbio, só que no meio da cidade. Não deve ser nada mal morar por aqui não!!!

IMG_3081

Nos outros dias aproveitamos para conhecer locais um pouco mais distantes do centro. Visitamos a calle Concha y Toro ao lado da estação de metrô República, que é uma região com casarões históricos no Barrio Brasil. Ali fica o restaurante Zully (calle Concha y Toro, 34), muito bem recomendado pelos guias, mas não tive a oportunidade de experimentar.

IMG_3146

IMG_3147

Indo para o outro lado da cidade, fomos visitar o shopping Parque Arauco. Ele se localiza no bairro Las Condes em uma região mais moderna da cidade, próxima também aos bairros Vitacura e El Golf. Esses bairros possuem diversos prédios espelhados e são a residência da elite de Santiago. Como o shopping não fica ao lado de uma estação de metrô, você pode chegar lá de táxi ou caminhando desde a estação final da linha 1 Escuela Militar. A caminhada desde a estação metrô leva uns 20 minutos e são 2 Km.

O shopping em si é bem bonito e possui todas as principais lojas (Paris, Ripley e Falabella), inclusive diversas redes que eu só tinha visto nos EUA e que não existem no Brasil. A área de alimentação é bem transada e a céu aberto, tendo inclusive shows ao vivo. Se você deseja ir ao cinema, existe um multiplex com diversas salas. O mais curioso é que a loja de lanches do cinema não vende só pipoca, mas uma variedade de sanduíches e petiscos que lembra muito uma lanchonete tradicional.

IMG_3118

IMG_3121

Outros posts da viagem a Santiago:
Santiago – Chegada
Como andar em Santiago
Santiago – Passeando pelo centro
Restaurantes em Santiago

 
8 Comentários

Publicado por em Maio 14, 2009 em Chile, Santiago

 

Etiquetas: , , , , ,

Santiago – Passeando pelo centro

Passear por Santiago não é muito difícil, já que as principais atrações se concentram no centro e muito próximas uma da outra, sendo facilmente percorridas a pé. Para as atrações mais distantes, veja o meu post anterior sobre como andar em Santiago.

Planejamos o nosso passeio pelo centro para terminar no Mercado Central, portanto começamos o pelo lado oposto para podermos terminar lá. Seguindo essa lógica, saltamos na estação de metrô Univ. Chile, que fica na Avenida Libertador Bernardo O´Higgins e bem no início da Paseo Anhumada. No mapa abaixo você poderá entender melhor o centro da cidade e acompanhar o nosso roteiro.

Logo que saímos da estação, aproveitamos para conhecer o Barrio Paris-Londres (A) que é um bairro antigo, pequeno e muito bem preservado. A arquitetura é de 1920 e lembra muita a Europa, se limitando as calles Paris e Londres.

IMG_2983

IMG_2980

Em seguida rumamos para a Paseo Anhumada (B), que é uma rua de pedestres no coração central da cidade e muita frequentada pelos turistas e locais. A rua é cheia de comércio e para quem conhece Buenos Aires, seria equivalente a calle Florida de lá.

IMG_3088

Uma das peculiaridades dessa rua são os cafes con piernas, que são cafés onde as atendentes se vestem com saias curtíssimas para agradar a clientela masculina. A cena realmente é curiosa e tem cafes onde a parte de baixo do balcão é de vidro para facilitar a vista das famosas pernas.

Aqui você encontra também as principais lojas de departamento de Santiago, como a Paris, Ripley e Falabella. Todas essas lojas também existem nos shoppings, sendo que a que gostamos mais foi a Paris, devido a qualidade da roupa. Os preços são similares ao do Brasil, portanto sugiro focar nas itens em promoção ou que são difíceis de ser encontrado por aqui. Como essas lojas são grandes e tomam bastante tempo, deixamos para visitá-las no segundo dia e continuamos o nosso roteiro.

A próxima parada foi o Palácio La Moneda (C), sede do governo federal e que já foi a casa da moeda chilena até 1845, por isso esse nome característico. Aqui morreu também Salvador Allende, presidente chileno deposto durante o golpe militar de 1973. É uma construção colonial bonita, combinando bem com a belíssima Plaza da Constitución, onde acontece a troca de guarda. Não fiquei para acompanhá-la, portanto não sei se vale a pena.

IMG_2993

Voltando a Paseo Anhumada, seguimos para a Plaza das Armas (D).

IMG_3011

Essa é a principal praça da cidade e nela você pode visitar a Catedral Metropolitana, que tem um interior muito bonito.

IMG_3010

IMG_3093

Ao redor da praça também podem ser vistos o prédio dos Correios e o Museo de História Nacional. Seguindo um pouco para o leste, você encontra a Casa Colorada (E), uma das construções coloniais mais preservada da cidade.

IMG_3007

IMG_3012

Voltando para a Paseo Anhumada, rumamos para o Mercado Central (F). O mercado em si não é muito grande, sendo a maior parte ocupada pelo famoso restaurante Donde Augusto, que falarei mais em outro post sobre os restaurantes de Santiago.

IMG_3101

Outros links da viagem a Santiago:
Santiago – Chegada
Como andar em Santiago
Santiago – Outros passeios
Restaurantes em Santiago

 
23 Comentários

Publicado por em Maio 13, 2009 em Chile, Santiago

 

Etiquetas: , ,