RSS

Montreal: Downtown e outras regiões

24 Out

Depois de um belo passeio pela Vieux-Montreal, é hora de visitar outras regiões da cidade. Outro local bastante movimentado é Downtown, onde fica todo o centro financeiro da cidade e também um ótimo local para se hospedar. Pelo comércio e agito, é uma região bem mais agradável do que a do nosso hotel, mas em compensação fica mais longe da parte mais antiga e charmosa da cidade e os hotéis são um pouco mais caros. É tudo uma questão de opção e análise do custo-benefício. Para chegar lá, basta saltar em qualquer uma das principais estações de metrô do centro, como a Bonaventure, Peel ou McGill.

Como qualquer centro financeiro de uma grande cidade, aqui também predominam os prédios modernos e envidraçados, mas também é possível encontrar ruas com construções mais antigas. Começamos o nosso passeio pela Basílica de Marie-Reine-du-Monde, com sua imponente fachada e um belo interior. Eu não tinha lido nada sobre a história dessa igreja antes de visitá-la, mas você logo percebe que ela foi totalmente inspirada na Basílica de São Pedro no Vaticano, só que em tamanho menor. Depois confirmei que ela realmente foi construída em 1857 para ser uma réplica reduzida da famosa basílica, o que pode ser facilmente percebido pela fachada externa e o altar. Não tem a mesma beleza da Basílica de Notre Dame, mas mesmo assim vale a visita.


Em seguida partimos para explorar as ruas da região e o observar o movimento e comércio sem pressa. Passamos por prédios modernos e clássicos, belas praças, um ótimo comércio e ainda acompanhamos os costumes da população local. A principal e maior avenida é a Boulevard René-Lévesque, que atravessa toda a região central da cidade, mas que não tem nada de especial em si. As ruas que mais gostamos de caminhar estão entre as mais famosas e turísticas do centro. A primeira é a pequena Crescent Street, que se estende por apenas 3 quarteirões. Nesse trecho predominam os casarões antigos, todos ocupados por barzinhos e restaurantes, o que garante uma vida noturna intensa. A segunda é a Rue Sainte-Catherine, que ao contrário da primeira, é muito extensa e atravessa vários bairros. Por esse motivo ela apresenta vários visuais de acordo com a região. No centro ela é bastante movimentada e predominantemente comercial, já que conta com todas as principais lojas de marca que estamos acostumados a encontrar nos shoppings. Se você deseja fazer umas comprinhas em Montreal, esse é o local! Ela também assume um ar mais despojado e artístico em outros trechos. Além disso, durante o período em que estivemos por lá estava rolando um festival de moda que percorria 2 Km dessa rua. Na verdade era uma grande feira ao ar livre onde as diversas lojas montavam seus estandes no meio da rua somente com produtos em promoção. Não preciso nem dizer que estava lotado e em alguns trechos era até difícil caminhar! Não compramos quase nada, mas mesmo assim foi bem bacana participar desse evento local.


Saindo da região central, mais precisamente em Westmount, fica outra atração religiosa da cidade: o Oratoire Saint-Joseph du Mont-Royal. Esse oratório fundado em 1904 por meio de uma pequena capela foi crescendo de tamanho ao longo dos anos até se transformar na imensa estrutura que é hoje, onde só a basílica é capaz de acomodar mais de 2 mil pessoas. É considerado o maior santuário dedicado a São José no mundo e sua grandiosidade realmente impressiona. Aproveitamos que estávamos com o carro no nosso primeiro dia na cidade para visitá-lo, já que fica mais longe e tem um amplo estacionamento próprio e gratuito. Apesar da beleza e imponência externa, admito que esperava um pouco mais do interior. Achei até certo ponto bem simples, mas mesmo assim valeu a visita!


Outro local para se visitar de carro é o Parc du Mont-Royal, que fica exatamente no topo do Mont-Royal, aquele que deu o nome a cidade. O parque é bastante extenso e um ótimo local para fazer um piquenique ou apenas passear em um dia de calor, mas você tem que enfrentar as ladeiras. No entanto, nosso grande objetivo era realmente observar a vista da cidade lá de cima. O mirante fica bem ao lado da rua, mas a vista não tem nada de espetacular, portanto não vá com grandes expectativas. A vantagem é que você não paga nada.


Para encerrar esse passeio pela cidade, fomos conhecer o Parque Olímpico, onde foram realizadas as Olimpíadas de verão de 1976. Ele fica bem ao lado da estação Viau da linha verde do metrô, portanto é bem fácil e rápido de chegar.

Apesar de ter sido realizada há mais de 35 anos, o estádio olímpico continua bem atual e muito bonito, mas infelizmente sem muita utilidade. Os custos para sua construção foram exorbitantes, assim como a da sua manutenção, por isso virou uma espécie de elefante branco. Apesar de todos os problemas técnicos e financeiros, não se pode negar que o estádio é muito bonito e vale uma visita. A principal atração é subir na imensa torre para se ter um belo visual da cidade. Originalmente a torre serviria para sustentar o teto retrátil do estádio, mas depois de vários problemas técnicos, eles resolveram deixá-lo fixo mesmo, tornando-o um estádio completamente coberto, portanto não espere ver o interior do estádio lá de cima. O ingresso custa CAD$ 15,25 para os adultos e CAD$ 7,65 para crianças acima de 5 anos. A subida é feita por meio de um funicular pela parede externa da torre, o que é bastante original. Quando você chega no observatório, tem o visual completo da cidade e do Rio São Lourenço, portanto bem mais bonito do que a vista do Mont-Royal. Gostei do passeio e recomendo!


Faz parte ainda do complexo olímpico o parque aquático, que fica bem em embaixo da torre, e o antigo velódromo, que hoje virou o Biodome, que é uma espécie de jardim zoológico coberto que reproduz cinco diferentes ecossistemas. É um local muito frequentado pelas crianças, mas que infelizmente não tivemos tempo de conhecer.


Assim encerramos os nossos passeios pela cidade. No próximo post eu dou algumas dicas sobre onde comer em Montreal. Até lá!

Leia também:

Montreal: Vieux-Montreal
Montreal: informações básicas
Quebec City: onde comer
Quebec City: um passeio pela cidade histórica – parte 2
Quebec City: um passeio pela cidade histórica – parte 1
Quebec City: onde se hospedar
Toronto: informações básicas para planejamento
Toronto: uma cidade com a cara dos EUA
Toronto: passeando pelo centro
Toronto: onde comer
Boston
Chicago
Washinton D.C.

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em Outubro 24, 2011 em Canadá, Montreal

 

Etiquetas: , ,

2 responses to “Montreal: Downtown e outras regiões

  1. Johnny

    Dezembro 30, 2011 at 11:24 am

    Olá Alessandro! Parabéns pelo seu blog. Sem dúvida é um dos melhores sobre viagens.Suas dicas são muito úteis para o planejamento e para aproveitarmos melhor cada viagem. Eu e minha esposa iremos ao Leste Canadense, e pretendemos alugar um carro de Montreal a Quebec. Estou realizando pesquisas na Discount, Avis, Hertz, Alamo, porém tenho encontrado tarifas muito altas. Qual você utilizou? Muito obrigado!
    Johnny

     
    • Alessandro A.

      Dezembro 30, 2011 at 3:01 pm

      Oi Johnny,

      Eu também achei os preços caros no Canadá, mas acabei encontrando boas tarifas na Hertz. Uma dica é você usar o código desconto do TAM Fidelidade, pois sempre fica mais barato. No campo CDP, informe 1413404 para a TAM. Se você quiser confirmar o código no momento da reserva, basta selecionar o link “Linhas Aéreas” que aparece na seção “Parceiros” no canto inferior direito da página principal, e depois selecionar o link da TAM. Apesar de teoricamente você ter que apresentar o cartão do TAM Fidelidade, nunca me pediram nada em nenhuma locadora.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: