RSS

Chicago

02 Abr

chicago-skyline4

Chicago é uma cidade que eu não visito há muito tempo e provavelmente já estou desatualizado, mas mesmo assim vou passar algumas dicas aqui, pois é um local com pouca informação na imprensa especializada e qualquer informação é sempre útil. Infelizmente minhas fotos são todas da época pré-digital, portanto vou ter que ilustrar esse post com fotos “emprestadas” da internet. 🙂

Chicago é uma das grandes metrópoles dos EUA (3ª maior, só perdendo para NY e Los Angeles) e como em qualquer cidade grande, tem uma área mais recomendada para os turistas em geral e outras regiões perigosas que não devem ser frequentadas. O centro da cidade é local ideal para os passeios e tem bastante atrações para conhecer. A cidade tem um clima litorâneo bem gostoso e tudo é muito moderno e limpo. Litorâneo? Chicago não fica no meio dos EUA? É isso mesmo, só que ela é colada no Lago Michigan, um dos 5 lagos que compõem os grandes lagos entre os EUA e Canadá e que formam a maior porção de água doce do mundo, com uma área de 246 mil km²! Ele é tão grande que você não vê o outro lado e jura que está diante do mar no litoral. A cidade se aproveita dessa proximidade com o lago e tem vias costeiras (Lake Shore Drive), ciclovias a beira mar (ou seria melhor beira lago?!) e até algumas praias.

chicago-beach-summer

Praia de Chicago


O problema é que praia só no verão mesmo, pois a cidade é muito fria quase o ano todo, já que se encontra bem no norte dos EUA. Esse é um problema sério para o turista em geral e só recomendo visitar a cidade de meados de maio até setembro, quando o clima fica mais agradável e faz até um calorzinho bom. Se não bastasse o frio, a cidade ainda é famosa pelo seu vento, chegando a ser apelidada pelos americanos de “Windy City”. Já imaginou esse ventinho no inverno congelante? 🙂

Bem, mas não deixe que o frio de te desanime, pois a cidade é bonita e vale o passeio. Veja abaixo no mapa os principais pontos turísticos da cidade:


A principal avenida da cidade é a Michigan Avenue, que é recheada de prédios modernos, parques e várias lojas de departamentos, como Nike, Gap, Banana Republic, etc.. Dá para comprar muita coisa barata por aqui!

michigan avenue

Michigan Avenue

michigan avenue

Michigan Avenue


A arquitetura moderna dos prédios da cidade é realmente impressionante e você não se cansa de olhar para o alto. Chicago inclusive é considerada uma das referências da arquitetura americana e uma das primeiras a ter arranha-céus. Um dos motivos para isso foi o grande incêndio de 1871, que destruiu grande parte da cidade, obrigando-a a ser reconstruída.

chicago-river--chicago-boat-tour

Prédios ao longo do Chicago River


Uma das melhores opções para se observar essa toda essa arquitetura e também o skyline da cidade, é fazendo um dos passeios de barco pelo Rio Chicago River e Lago Michigan. Você pode pegar o barco no encontro da Michigan Avenue com o rio, onde também existe uma ponte suspensa bem interessante, que uma vez ou outra levanta para a passagem de barcos maiores. É uma atração diferente, já que não é comum uma ponte suspensa bem no meio do centro financeiro de uma grande cidade. Descendo as escadas até o rio, você encontra os barcos e as cabines que vendem os ingressos. Na minha época o passeio durava em torno de 1 hora e você entrava rio adentro pela cidade para observar os principais prédios e depois voltava até o lago, onde dava uma volta para observar o skyline. Tudo com comentários do guia. No entorno do rio é onde estão realmente os prédios mais bonitos e diferentes. Os mais famosos são o do Chicago Tribune, NBC e da Bolsa Mercantil de Chicago.

Chicago_River_from_Michigan_Ave

Chicago River

michigan_ave_bridge_060415

Ponte suspensa sobre o Chicago River

Chicago_Architecture_Boat_Tour_1

Passeio de barco

ChicagoSkyline1

Chicago Skyline (vista do passeio de barco)


Uma coisa que impressiona é a cor da água do rio Chicago, que de tão verde parece até artificial. Eu ouvi falar que eles jogam uns produtos químicos para ficar dessa cor, mas não sei se é verdade.

Depois que fizer o passeio de barco não deixe de visitar o Navy Pier, que é um píer bem bonito e gostoso de se caminhar, com diversos restaurantes e uma roda gigante. O píer é um dos cartões postais da cidade e vale a visita!

Chicago-Skyline

Navy Pier

navy pier

Navy Pier

navy pier

Navy Pier


Voltando para o centro você ainda pode subir nos 2 maiores prédios da cidade para vistas bem interessantes. O Sears Towers, que é o mais alto e famoso, chegou a ser o edifício mais alto do mundo durante um período, sendo ainda hoje o maior prédio dos EUA. Outro edifício famoso é o John Hancock., que fica na Michigan Avenue. Acho que não vale a pena subir nos 2 edifícios, bastando escolher um que mais lhe agrade. Apesar da maior fama do primeiro, eu escolhi o Jonh Hancock, pois ele fica mais próximo do lago e eu acreditava que sua localização proporcionaria uma vista melhor, apesar de ser mais baixo que o outro. Não conheço a vista do Sears Towers, mas a do John Hancock é linda e valeu muito a subida, atendendo plenamento as minhas expectativas. Como eu já esperava, lá de cima você consegue ver toda a parte costeira da cidade e também alguns parques, além é claro da vantagem de poder ver também o Sears Towers. Outra vantagem do John Hancock é que no penúltimo andar existe um bar onde você pode ficar sentado ao lado das janelas de vidro, que vão até o chão, e ficar curtindo a paisagem. As bebidas são caras, mas recomendo pedir pelo menos uma cervejinha só para poder curtir um pouco o clima.

John Hancock Center

Edifício John Hancock

John Hancock Center

Vista do John Hancock

John Hancock Center Bar

Bar do John Hancock

Sears Towers

Sears Tower


Bem próximo ao John Hancock, não deixe de ver o Water Tower Place, um dos únicos prédios do centro que escapou ao grande incêndio de 1871.

Water Tower

Water Tower


Seguindo pela parte sul da Michigan Avenue (depois do Chicago River) você se depara com diversas outras atrações, como o famoso Millennium Park . Além do parque em si, o que mais atrai a atenção aqui são as grandes obras de arte da arquitetura que foram desenhadas exclusivamente para esse parque e que o tornam diferente de qualquer outro parque no mundo. Não tem como você não se encantar com essas esculturas totalmente inusitadas. Não deixe de observar o Jay Pritzker Pavillion, o The Crown Fountain e a Cloud Gate, que reflete o skyline da cidade.

millenium park

Millennium Park

Jay Pritzker Pavillion

Jay Pritzker Pavillion

Cloud Gate

Cloud Gate

The Crown Fountain

The Crown Fountain


Para quem goste de artes e museu, ao lado do Millennium Park fica o Art Institute of Chicago, também bastante interessante.

Art Institute

Art Institute


Seguindo um pouco mais adiante, fica o Grant Park, que é a continuação do Millennium Park, só que bem maior e não tão badalado.

Grant Park

Grant Park


Ao final desse parque, na altura da Roosevelt Road em direção ao lago, estão 3 atrações bastante interessantes para adultos e crianças. A primeira delas é o Field Museum, um museu de história natural muito bonito e bem similar a tantos outros nos EUA.

Field Museum

Field Museum

Field Museum

Field Museum


Mais adiante está o Shedd Aquarium, que além da ótima estrutura e show de golfinhos, ainda fica coladinho no Lago Michigan e possui uma vista espetacular da cidade. Vale a pena conferir, mesmo que você não esteja com vontade de entrar no aquário.

Golfinhos do Shedd Aquarium

Golfinhos do Shedd Aquarium

Shedd Aquarium

Shedd Aquarium e a vista da cidade


Por último, aqui também se encontra o Aldler Planetarium, mas que é uma atração recomendada somente para quem está com crianças.

Adler Planetarium

Adler Planetarium


Para quem gosta de parques e zoológico, não deixe de conhecer do outro lado da cidade, próximo a praia, o Lincoln Park, outro parque muito bonito, que conta com um lago com pedalinhos e também o zoológico da cidade.

Lincoln Park

Lincoln Park

Lincoln Park

Lincoln Park


Os fãs de esporte não podem deixar de assistir um jogo do famoso time de basquete Chicago Bulls do lendário ex-jogador Michael Jordan. A temporada da NBA vai de outubro a maio. Se você achar o ingresso caro, não deixe de pelo menos assistir a um jogo em um dos vários bares da cidade com telões. Eles são fanáticos pelo jogo, assim como nós somos pelo futebol, e é bem divertido acompanhar a torcida nos bares, principalmente em jogos decisivos. Eu estive lá da última vez em que o time foi campeão e a cidade parou com a festa de comemoração!

Agora, se não bastassem todas essas atrações, Chicago ainda é conhecida mundialmente como a terra do Blues e existem centenas de bares típicos espalhados pela cidade. Eu adoro o ritmo do Blues e posso dizer que é bem legal sentir o clima desses bares. A gente se sente parte daquelas cenas que só vemos em filmes. Um dos mais famosos e que mais gosto é o Buddy Guy´s Lengends, que fica na 754 South Wabash Avenue. O bar é uma homenagem ao lendário músico Buddy Guy e está sempre lotado. O bar em si é bem pequeno e despojado e por fora não tem um aspecto muito bom, mas bar tradicional de Blues é assim mesmo, sem nenhum luxo. O mais importante é a música de qualidade e uma cervejinha gelada.

Buddy Guys Legends

Buddy Guy's Legends


No próximo post, e último dessa série americana antes das minhas férias, estarei falando um pouquinho sobre a Pacific Coast Highway (US1) na Califórnia. Depois da pausa para a minha viagem, essa série será complementada com as dicas da Disneyworld.

Links Relacionados:
Boston
Washinton D.C.
Compras em Miami

Anúncios
 
55 Comentários

Publicado por em Abril 2, 2010 em Chicago, EUA

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

55 responses to “Chicago

  1. carol m

    Abril 2, 2010 at 12:36 am

    Nossa… Eu sigo o @riqfreire e cheguei aqui por um retweet dele. E justamente pq vou passar 5 hs em Chicago esperando pra pegar um voo pro Japão… Será que dá pra fazer um mini tour? Eu chego no O’Hare… é perto da cidade???

     
    • Juliana

      Abril 2, 2010 at 3:37 am

      O’hare fica a 30-40min de Downtonw (taxi ou metro). Em 5 horas nao consegue ver muita coisa … A nao ser que vc pegue um taxi e peca para o taxista ir ate a parte sul (perto do Soldier Field) e subir a Michigan Av ate o Hotel Drake. No Drake vira a direita, passa pela Lake shore (“beira-lago”) sentido sul novamente, volta ate proximo do Milennium Park e ja toma o caminho de volta ao aeroporto.
      Assim eh possivel ter uma visao geral da parte mais turistica da cidade…

       
    • Alessandro A.

      Abril 2, 2010 at 9:49 am

      Carol,
      A Juliana falou bem e deu uma excelente dica de passeio para ter apenas um gostinho da cidade. Além do tempo que você gasta se deslocando do aeroporto até a cidade e vice-versa, você ainda vai gostar um bom tempo na imigração na chegada (talvez mais de 1 hora) e mais outro bom tempo no raio-x para embarcar para o Japão. Somando tudo isso e ainda a possibilidade de se pegar um engarrafamento na estrada, que é muito comum nos horários de rush, sobra muito pouco tempo e ainda existe o risco de você perder o seu voo. Sem querer estragar seu prazer, mas eu deixaria para conhecer a cidade em outra oportunidade com mais calma.

      Abraços!

       
  2. Natalie Marvila

    Abril 6, 2010 at 2:32 pm

    Eu adoraria conhecer Chicago.

    Seu post ficou bem bacana e dá pra ter uma idéia geral do que podemos encontrar na cidade.

    Vamos ver se conseguo incluir Chicago no meu próximo tour pelos EUA 🙂

     
  3. Carla Costa

    Abril 8, 2010 at 10:46 am

    Bom Dia Alessandro, tudo bem?

    Sou jornalista e faço parte da equipe de um grande portal que está sendo desenvolvido e será lançado nos próximos meses.

    O portal se chama “ÉSEU” e será um guia de entretenimento e relacionamentos pessoais e profissionais. O conteúdo jornalístico do “ÉSEU” será dividido em matérias, dicas e notícias, que abordarão diversos assuntos, como: gastronomia, turismo, passeios, shows, arte e cultura, bares e baladas, moda e beleza, social e meio ambiente, entre outros.

    Atualmente, buscamos blogueiros que possam escrever parar o portal. Lemos seu blog, e gostamos muito da maneira que você escreve e do conteúdo que é disponibilizado.

    Gostaríamos de conversar mais com você, pois temos interesse em colocar, no portal, matérias, de sua autoria, sobre o conteúdo de viagens e turismo que vimos em seu blog.

    Assim que possível, entre em contato comigo pelo e-mail jornalismo@eseu.com.br ou, se preferir, envie seu telefone ou outra forma de contato para conversarmos mais a respeito.

    Atenciosamente,

    Carla Costa

     
  4. Carmen

    Novembro 20, 2010 at 4:15 pm

    Oi,
    Parabéns pelo post!

    Estou vendo as fotos de Navy Pier e Millenium Park e pode acreditar que o futuro chegou hoje!!!
    As fotosgrafías excelentes. Parece toudo incrível, irreal!
    Uma nova arquitetura “clean”
    Bravo Chicago!

     
  5. Carmen

    Novembro 20, 2010 at 4:19 pm

    Disculpa, eu dudei entre escrever a palavra “fotos ou fotografias” e eu fiz isso “fotosgrafías”…. A dúvida sempre é causa do erro…..

     
    • Alessandro A.

      Novembro 20, 2010 at 7:08 pm

      Oi Carmen,

      Sem problemas! A arquitetura de Chicago realmente impressiona e é bem futurística. Uma bela cidade!

      Abraços!

       
  6. william

    Janeiro 1, 2011 at 5:56 pm

    I love chicago, my girlfriend live there but I live in RIo de janeiro but I love RIO so much but one day I will go visit chicago.

     
  7. Cassio L. P. Chaves

    Junho 8, 2011 at 5:11 pm

    Estou indo para Chicago em Setembro, ficarei no minimo seis meses. no que puderem me dar algumas dicas de como que é custo de vida, trabalho, estudos e faculdade, por que parte turistica vou deixar pra depois que estiver bem relax na cidade… hehehe

     
  8. Juliana

    Agosto 20, 2011 at 4:27 pm

    Olá Alessandro, mais uma vez antes de viajar estou visitando seu blog para pegar algumas dicas! Adorei seu roteiro de Chicago!
    Vc acha que dois dias são suficientes para fechar esse roteiro?
    Obrigada
    Juliana

     
  9. Juliana

    Agosto 20, 2011 at 5:14 pm

    Ahhh, mais uma coisinha, vc tem dicas sobre hoteis?
    Obrigada

     
    • Alessandro A.

      Agosto 21, 2011 at 5:56 pm

      Oi Juliana,

      Na minha opinião, o ideal seria pelo menos uns 3 dias, senão fica muito corrido. Em 2 dias vocês teriam que priorizar algumas atrações.
      Infelizmente eu não conheço nenhum hotel para indicar, pois só estive por lá a trabalho.

      Abraços!

       
  10. Natália Sales

    Agosto 31, 2011 at 7:10 pm

    Juliana,
    Um hotel bom para ficar é o reed roof in, tem um estrutura bem simples (nem café da manhã oferecem, mas nada que não se resolva nas lojas de conveniencia e cafés próximos) mas fica a meia quadra da Michigan Avn.
    Localização perfeita!

     
  11. Juliana

    Agosto 31, 2011 at 9:45 pm

    Natalia, mto obrigada!!! Vou procurar!

     
  12. Adalberto Sanches

    Maio 16, 2012 at 9:52 pm

    Olá Alessandro, tudo bem?
    Estou indo para Chicago neste sábado 19/05, e tenho duvida qual transporte devo usar para ir ao centro na Michigan com a Ohio onde fica meu Hotel.Taxi, Ônibus, Trem ou Metro. vou chegar com Malas grandes.Se puder me ajudar agradeço . um abraço

     
    • Alessandro A.

      Maio 17, 2012 at 12:31 am

      Oi Adalberto,

      Como eu fui a trabalho, acabamos pegando táxi, portanto não sei te dizer qual a melhor opção. Além disso, já faz muito tempo que estive lá, portanto muita coisa pode ter mudado. No site do aeroporto costuma ter as informações sobre os transportes e custos estimados.

      Abraços!

       
  13. Fred Marvila

    Maio 17, 2012 at 3:11 am

    Oi Adalberto.

    Ir de metrô do aeroporto para o centro da cidade é tranquilo. Claro que tudo depende da sua capacidade de carregar as malas e do horário, pois se for hora do rush, o trem pode ficar cheio. Se você estiver com dificuldades de carregá-las (duas malas grandes são normalmente complicadas de carregar sozinho :P), então o melhor é pegar um taxi, shuttle ou limousine mesmo, pois algumas estações de Chicago também não têm escada rolante ou elevador.

    No post abaixo eu explico com mais detalhes como sair do Aeroporto e você pode ver os outros posts sobre a cidade também 😀

    http://sundaycooks.com/2011/08/31/chicago-onde-ficar-e-como-chegar/

    Até,
    Fred

     
  14. RMalucelli

    Julho 15, 2012 at 12:45 pm

    Alessandro, parabéns pelo post sobre Chicago. De tantos que estou a ler, posso dizer que este é o melhor estruturado e que conseguiu me auxiliar a organizar minha viagem.
    R. Malucelli

     
    • Alessandro A.

      Julho 15, 2012 at 6:07 pm

      Obrigado e volte sempre!

       
  15. Maria Isabel Simon

    Janeiro 20, 2013 at 10:45 pm

    Achei mto objetivo seu post , com fotos belíssimas que dão “água na boca” , já anotei as dicas, pretendo ir em maio.Qdo tiver dica de cias aéreas com vôs baratos de Montreal para Chicago , ou qual o melhor site para pesquisar agradeceria.

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 28, 2013 at 2:10 pm

      Oi Maria Isabel,

      Procure as passagens no http://www.kayak.com, que ele te indica todas as companhias que fazem o trajeto e os preços para o período desejado.

      Abraços!

       
  16. Débora

    Fevereiro 23, 2013 at 6:22 pm

    Alessandro, boa tarde.
    Mais uma vez vou te pedir uma sugestão, abusando da sua experiência.
    Estamos pretendendo, em julho, fazer uma viagem com o seguinte roteiro (mais ou menos): São Paulo/Chicago (ficar uns três dias pra conhecer a cidade) – lá, alugar um carro ou ir de trem ou ônibus até Montreal (não sei se é possível atravessar de carro dos EUA para o Canadá). Em Montreal ficar uns cinco dias. Após, seguir para Boston, ficando lá uns três dias. Em seguida, ir para NY, ficando mais uns dois ou três dias, apenas para compras em alguns locais específicos de lá que eu gosto muito, já que conheço bem a cidade (já fomos várias vezes pra lá). Aí, voltar pra São Paulo.
    O que você acha desse roteiro? Além das estadias nas cidades citadas, pensamos que, caso o deslocamento de uma cidade à outra seja muito longo e cansativo (ainda não estimei as distâncias), poderíamos pernoitar em pequenas cidades no caminho, um dia ou outro.
    Independente de poder entrar com carro no Canadá, ou não, você acha viável fazer todo esse trajeto de carro? Será que compensa o custo e o cansaço de dirigir?
    Se sim, você saberia me dizer se é possível alugar um carro em Chicago e, após todo esse percurso, devolvê-lo quando chegasse em NY? Porque em NY é um gasto desnecessário ficar com carro, com tanta facilidade para locomoção.
    Desculpe-me te crivar com tantas perguntas, mas se você puder me dar dicas te agradeço muito. Não conheço essa região e todas as vezes que fui aos EUA foi no inverno. Quero muito ir no verão.
    Antecipadamente te agradeço a atenção.
    Abraços.

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 24, 2013 at 6:16 pm

      Oi Débora,

      É possível atravessar de carro para o Canadá tranquilamente, mas é bom confirmar com a sua locadora se não existe alguma taxa especial por dirigir em outro país. De qualquer forma, não acho que vale a pena fazer o trecho Chicago-Montreal de carro, pois é bem longe e muito cansativo, portanto é melhor pensar no avião.
      As cidades do seu roteiro são muito boas e o tempo de estadia em cada uma me parece ok.

      Abraços!

       
  17. Débora

    Março 9, 2013 at 9:49 pm

    Alessandro, muito obrigada pela sua resposta.
    Você, como sempre, é extremamente atencioso e prestativo.
    Abraços.

     
  18. fabiana

    Março 18, 2013 at 8:52 pm

    Deixo aqui meu registro que amei o post.
    Explicativo, dinamico, pratico.
    Obrigada.

     
    • Alessandro A.

      Março 19, 2013 at 10:51 pm

      Obrigado Fabiana!

       
  19. Carmen Sylvia

    Março 25, 2013 at 7:06 pm

    Alessandro, Gostei muito das sugestões para conhecer Chicago, mas gostaria também de alugar um carro para conhecer mais alguma coisa lá por perto, Você tem alguma sugestão? Carmen Sylvia

     
    • Alessandro A.

      Março 26, 2013 at 1:11 pm

      Oi Carmen,

      Infelizmente não conheço nada por aquela região. Sei só que existe um parque Six Flags para quem curte adrenalina, mas de resto não sei mais nada.

      Abraços!

       
  20. Priscila Ferreira

    Maio 3, 2013 at 1:45 pm

    Oii Alessandro, vou fazer uma conexão em Chicago de 12 hrs (5:30 am as 6:00 pm), estou planejando em ir até a Michigan Avenue durante esse tempo, pretendo ir em 3 lojas (que ficam próximas uma da outra) e retornar para o aeroporto, estou pensando em fazer um trajeto de metrô + onibus que da em media 1 hr na ida e e 1 hr na volta, como vou com mais 4 pessoas fica ruim pegar taxi que leve todos, sabe me informar se existe taxis que carregue 5 pessoas?…vc acha que é possivel? vc acha que é arriscado?

     
    • Alessandro A.

      Maio 3, 2013 at 5:47 pm

      Priscila,

      Dá tempo de ir até a cidade sim, mas você tem que tomar cuidado na volta e sair com bastante antecedência para não correr riscos. Os táxis realmente não levam mais do que 4 pessoas e outra alternativa seria as limousines, só que são bem mais caras, portanto o metrô é uma boa alternativa. Tem que ver a questão da mala também, pois quando o tempo de conexão é muito grande, as vezes você tem que pegar a mala e fazer um novo check-in, mas normalmente isso só acontece quando você pega outra companhia aérea.

      Abraços!

       
    • Priscila

      Novembro 26, 2013 at 11:28 pm

      Olá fiz um comentário mais acima e faz um pouco de tempo q deveria ter contrubuido aqui com minha experiência durante uma conexão em Chicago… Nossa foi incrível, tudo foi como planejei… O sistema de metro e ônibus êh extremamente organizado, fiz todo meu trajeto pelo Google maps, me orientando sempre pelo site que tem informações sobre os transportes de chicago (nao me lembro mais o nome do site) e quando cheguei lá parecia até que já conhecia a cidade hahahaha peguei o metro no aeroporto em direção a N. Michigan av., peguei ônibus tbm, e desci já na michigan, fiquei encantada, tudo muito lindo, as lojas são fantásticas, deu p conhecer bastante coisa, porém como nosso tempo era curto, estávamos em plena conexão,ficamos na vontade de conhecer outros locais hahaha, chegamos ao aeroporto com muita antecedência, fizemos o mesmo trajeto da ida (ônibus+metro) na volta, em sentido contrário. Esse blog me ajudou muito, pesquisei muito sobre experiências de pessoas q saíram do aeroporto em conexão e confesso q nao encontrei nada, então o jeito foi arriscar hshahaha ainda bem q deu certo, quanto as malas, ao desembarcar, já tinha alguns funcionários do aeroporto nos perguntando se queríamos despachar nossas malas p ir ao centro de Chicago durante a conexão, isso foi uma surpresa p nos e nos tranquilizou, eles nos deram até dicas de como chegar até o metro, foram muito receptivos…no mais agradeço a vc Alessandro pelas dicas 🙂

       
      • Alessandro A.

        Novembro 27, 2013 at 1:05 pm

        Obrigado Priscila pelo relato! É bom saber que dá para visitar a cidade em conexões mais longas e que tudo correu bem na sua viagem. Não conhecia ninguém que tinha passado por essa experiência em Chicago. Com certeza seu relato vai ajudar outros leitores.

        Abraços!

         
  21. Rodrigo

    Maio 3, 2013 at 11:42 pm

    Alessandro,
    Vi que você comentou sobre o Shedd Aquarium em Chicago e em outro post, o New England Aquarium em Boston, Qual dos dois você acha melhor? Vou na mesma viagem à Chicago e a Boston, mas pretendo ir a um aquário só.
    Abraços,

     
    • Alessandro A.

      Maio 4, 2013 at 7:58 pm

      Oi Rodrigo,

      Eu acho o Shedd Aquarium melhor, mas é uma opinião pessoal. De qualquer forma, eu fui nos dois há muitos anos atrás, então muita coisa pode ter mudado desde então.

      Abraços!

       
  22. Marina

    Julho 4, 2013 at 12:54 pm

    Olá Alessandro, sempre passo por aqui e leio seus posts, parabéns!

    Gostaria de uma opinião sua, vou em maio do ano q vem p Orlando a trabalho e gostaria de agregar um passeio a mais. O q vc me sugere: ir a Chicago ou ir a Washington e Boston? Fui p a California agora em Maio e amei…sinceramente gostaria de voltar p lá, mas não conheço nenhuma dessas cidades q te citei acima…ops, desculpe, conheço Washington.
    Obrigado.

     
    • Alessandro A.

      Julho 4, 2013 at 4:20 pm

      Oi Marina,

      Essa é uma decisão difícil, pois adoro todas essas cidades! Vai muito do gosto pessoal mesmo e não tenho como indicar qual a melhor. Tenho um post sobre cada cidade, que imagino que você já tenha lido, que pode te ajudar a definir o que mais lhe agrada. Se eu estivesse na sua situação, também estaria em dúvida! 🙂

      Abraços!

       
  23. DoNossoParabrisa

    Julho 15, 2013 at 6:34 pm

    Olá Alessandro, boa tarde, tudo bem?

    Parabéns pelo seu post; muito bacana!
    Acredito que a minha dúvida seja a mesma de muitos que visitam o seu blog! Ficarei 3 dias em Chicago na próxima semana! Como você dividiria as atrações? O que indica para o começo do dia ou final da tarde?

    Desde já super agradeço pela sua ajuda e opinião.

    Abraços

     
  24. Ana Paula

    Novembro 26, 2013 at 5:49 pm

    Não costumo comentar em blogs nunca, mas no seu não pude deixar passar.
    Parabéns.
    Eu li muito sobre Chicago para planejar minha viagem e sem duvida o seu post foi de longe o melhor

     
    • Alessandro A.

      Novembro 27, 2013 at 11:02 am

      Oi Ana Paula,

      Muito obrigado pelo elogio e espero que sua viagem seja um sucesso! É sempre bom saber que o que escrevemos está realmente sendo útil para os leitores.

      Abraços!

       
  25. ANa Paula

    Março 22, 2014 at 10:39 pm

    Olá tudo bem? Que cidades vc recomendaria para visitar junto com Chicago?

     
    • Alessandro A.

      Março 24, 2014 at 10:17 am

      Oi Ana Paula,

      Eu combinaria as cidades de nordeste dos EUA, como Boston, Nova York, Washington e Philadelphia, ou então as cidades dos leste canadense, como Toronto, Montreal, Ottawa e Quebec City.

      Abraços!

       
  26. Juliana

    Julho 9, 2014 at 12:02 pm

    Muito bacana e completo o post!

    Moro em Chicago e tenho um blog com minhas experiencias e dicas sobre a cidade, com um pouco mais de detalhes sobre pontos turisticos e dicas sobre restaurantes, baladinhas, compras e passeios alem do tradicional.

    Abs!

    Explorando Chicago: http://world-surpriseme.blogspot.com/search/label/Chicago

     
    • Alessandro Ayres

      Julho 9, 2014 at 3:07 pm

      Valeu Juliana! Vou dar uma olhada no seu blog com certeza, pois quero voltar a Chicago em breve e vou precisar de dicas.

      Abraços!

       
  27. Tania Freire

    Novembro 9, 2014 at 2:48 pm

    Olá Alessandro, poderia nos informar algum hotel em Chicago? Somo um casal na faixa de 65 anos, gostamos de caminhar e adoramos eventos musicais, principalmente, blues. Pretendemos ir por uma semana no ano que vem, em junho. Agradecemos desde já. Abraço.

     
    • Alessandro Ayres

      Novembro 11, 2014 at 2:41 pm

      Oi Tania,

      Infelizmente não conheço nenhum hotel em Chicago, pois viajei a trabalho e fiquei hospedado em outra cidade.

      Abraços!

       
    • Rodrigo

      Novembro 11, 2014 at 3:00 pm

      Tania,
      Fui em Janeiro a Chicago e fiquei no Springhill Suites Downtown River North. Há muitos restaurante ao redor, especialmente Steak houses, e algumas casas de Blues. Do hotel é possível ir a Michigan Ave a pé.

       
  28. Adriano Camargo

    Abril 17, 2015 at 8:50 am

    mais uma vez ,parabéns pelo blog,sempre q vou a algum lugar novo ,consulto suas dicas!! desta vez vamos p Chicago no verao americano…vc acha que da pra se locomover por la somente de metro e a pé (tipo NY) ou realmente é necessário alugar um carro.e em qual regiao de Chicago vc indica p se ficar hospedado? Mais uma vez obrigado!

     
    • Juliana

      Abril 17, 2015 at 9:24 pm

      A melhor opcao no centro de Chicago eh andar a pe, metro ou taxi (corridas entre USD10-15). Inclusive considere o Water Taxi que eh barato e diferente para ir ate o Museum Campus (regiao do Shedd Aquarium, Field Museum e Soldier Field). Para mais informacoes sobre locomacao – http://world-surpriseme.blogspot.com/2014/04/circulando-por-chicago.html

      Grande parte da rede hoteleira da cidade fica na região de River North e Streeterville, ao redor da Magnificient Mile (AKA Michigan Ave que eh equivalente a 5 Avenida de Chicago). Existem várias opçoes bacanas como Marriott, Hard Rock Cafe Hotel, Hyatt Regency, Hilton Downtown, W Hotel, etc. Há outras opçoes um pouco mais em conta com o Courtyard Marriott, o Doubletree by Hilton e o Holiday Inn Express. E há opçoes mais alternativas como o hostel HI Chicago, que é super bem localizado e organizado, além do Bed & Breakfast mais descolado da cidade, o Longman & Eagle. Recentemente fiz um post sobre alguns apartamentos do Airbnb, o Top 5 em Chicago (+1 surpresa) – http://world-surpriseme.blogspot.co.uk/2014/10/top-5-airbnb-em-chicago-1-surpresa.html

      Moro em Chicago e tenho um blog com minhas experiencias e dicas sobre a cidade, com um pouco mais de detalhes sobre pontos turisticos e dicas sobre restaurantes, baladinhas, compras e passeios alem do tradicional – http://world-surpriseme.blogspot.com/

      Aproveite, o verao aqui eh o maximo!

       
    • Alessandro Ayres

      Abril 20, 2015 at 8:40 am

      Oi Adriano,

      Dá para se locomover por lá só com o transporte público sim e a cidade é bem bonita. Quando eu fui estava a trabalho e acabei me hospedando em uma cidade próxima, portanto não sei a melhor região para se hospedar.

      Abraços!

       
  29. carça

    Julho 21, 2016 at 7:58 pm

    oi Alessandro será que vc pode me ajudar? Terei 3 dias para conhecer a cidade. Sera em pleno inverno de novembro. não sei se vou aguentar caminhar nas ruas. Adoro caminhar mas dizem que venta demais…. O que vc recomenda para uma primeira vez e ainda mais no inverno? te agradeço

     
    • Rodrigo

      Julho 21, 2016 at 8:31 pm

      Carça,
      O inverno começa em Dezembro, mas em novembro já estará bem frio, não é comum nevar nessa época, até mesmo em Chicago que é muito gelada.
      Como atividades que recomendo:
      – Navy Pier
      – O mirantes da Willis Tower e Hancock Building
      – Cloud Gate (o famoso feijão)
      – Um jogo de basquete do Chicago Bulls no United Center ou, se não estiver muito frio, um jogo da NFL no Soldier Field.
      – O Museu de Ciência e Indústria é imperdível
      – Shedd Aquarium

       
    • Alessandro Ayres

      Julho 22, 2016 at 5:41 pm

      Oi Carça,

      O Rodrigo já mencionou várias dicas interessantes e eu acrescentaria o Field Museum, o Millenium Park como um todo e um show em qualquer um dos famosos bares de blues da cidade.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: