RSS

Montreal: Vieux-Montreal

14 Out

Uma das regiões mais bacanas e charmosas de Montreal é sem dúvida nenhuma Vieux-Montreal. Como o próprio nome já diz, essa é a parte antiga da cidade, o que pode ser facilmente observado pela arquitetura das construções. Se não bastasse a beleza visual, o bairro é um dos mais movimentados, tanto de dia como de noite, sendo uma ótima área de lazer para passear e comer.


Começamos o nosso passeio pela prefeitura de Montreal (A), que é um prédio imponente e com uma bela fachada, mas cujo interior não tem nada de especial. A visita é gratuita.


Em seguida caminhamos pela Place Jacques Cartier (B), que é um dos locais mais movimentados dessa região. A praça é muito agradável e cheia de restaurantes e bares ao seu redor, formando um dos muitos redutos boêmios da cidade. É um local indicado para se visitar tanto de dia como de noite para observar o movimento, de preferência sentado em uma das mesas das varandas dos bares.


A Rue Saint-Paul (C) é outro passeio obrigatório. É uma rua de pedestres muito bonita e cheia de construções históricas. Hoje a maioria delas são lojas ou restaurantes, portanto é mais um local recomendado para se ter uma bela refeição. Tem dois restaurantes que eu indico nessa rua, mas isso é assunto para outro post.


Além de uma bela caminhada, a rue Saint Paul te leva até a principal atração turística da cidade: a Basílica de Notre-Dame (D). Basta entrar na Rue Saint Sulpice e subir até a Place D’Armes para dar de frente com essa belíssima catedral. Essa pequena ex-capela do século XV foi sendo remodelada e ampliada ao longo dos séculos até chegar a sua estrutura atual, mesmo tendo sido atingida por um forte incêndio em 1978. Sua fachada é muita bonita, mas comum se comparada com outras catedrais famosas. No entanto, seu interior é de uma beleza extraordinária! Ficamos muito impressionados e posso dizer que é uma das mais belas catedrais que já visitamos! O tom azulado da nave principal é muito original e não tem como não se encantar. A decoração foi toda inspirada na Saint-Chapelle de Paris e quem conhece as duas logo nota semelhanças, apesar dessa última ser bem menor. É tudo tão bem conservado e bonito!


Mas engana-se quem pensa que a basílica é somente a nave principal. Quando você entra na capela, que fica nos fundos da basílica, é novamente surpreendido por uma beleza completamente diferente! A capela é toda esculpida em madeira, portanto predomina o tom amarronzado. A verdade é que você não consegue parar de tirar fotos de toda a basílica e a visita é indispensável. Se você tiver pouco tempo na cidade e tiver que escolher uma atração, essa é sem dúvida a minha indicação. A entrada é paga e custa CAD $5 por pessoa, sendo de graça para crianças até 6 anos. Fica aberta entre 8h as 16h30 de segunda a sexta, 8h as 16h no sábado e 12h30 as 16h no domingo. Como ela fecha cedo, é bom tomar cuidado com o horário.


Saindo da basílica e atravessando a Place D’Armes, você vislumbra o belo prédio do Banco de Montreal (E).


Para quem gosta, na Place D’Armes partem passeios de charretes pelos principais pontos de vieux-montreal, mas custa em torno de CAD $80 para 30 minutos, o que achei um pouco salgado.

Voltando agora pela Rue Saint Sulpice, chegamos na região chamada de Le Vieux-Port (F e G) junto ao Rio São Lourenço. Ali fica o moderno Museu de Ciências (F) da cidade, que é uma ótima opção para quem viaja com crianças. Além das exposições fixas e do cinema IMAX, eles oferecem algumas exposições temporárias por um custo adicional ao ingresso. Durante a nossa passagem pela cidade a exposição era sobre o Indiana Jones.


Um dos programas mais legais nas épocas quentes é justamente passear pelo Le Vieux-Port (G), que é na verdade uma imensa área de lazer ao ar livre. Você pode alugar bicicletas para dar umas voltas, ou apenas caminhar pela orla, que já vale a pena.


Também nessa região é muito comum a realização de shows temporários. No período em que estivemos lá estava acontecendo o belo espetáculo do Cirque du Soleil chamado Totem. O Cirque du Soleil é originário do Canadá, mas precisamente da província de Quebec, portanto é muito comum existirem espetáculos tanto em Montreal, quanto em Quebec City. Nós adoramos todos os espetáculos dessa trupe, portanto assisti-los em sua terra natal era um programa imperdível. Compramos bilhetes para a nossa primeira noite na cidade e não nos arrependemos. O espetáculo foi fantástico e meu filho adorou todas as performances! O único problema foi que na saída ele queria reproduzir todas as acrobacias que tinha visto! 😀


Na volta de um espetáculo, aproveite também para curtir Vieux-Montreal a noite.


Para terminar o passeio, já saindo da regiao de Vieux-Montreal, não deixe de curtir a movimentadíssima Rue Saint-Denis, que é um dos points boêmios da cidade. Nessa rua existem várias restaurantes e bares para todos os gostos e fica muito cheia a noite. Para quem se hospeda por perto, como foi o nosso caso, é um bom local para fazer uma refeição e curtir o movimento. Não tivemos tempo para experimentar muitas opções, mas no post sobre onde e comer na cidade eu vou dar algumas dicas.


No próximo post eu conto mais sobre outras regiões da cidade. Até lá!


Leia também:

Montreal: informações básicas
Quebec City: onde comer
Quebec City: um passeio pela cidade histórica – parte 2
Quebec City: um passeio pela cidade histórica – parte 1
Quebec City: onde se hospedar
Toronto: informações básicas para planejamento
Toronto: uma cidade com a cara dos EUA
Toronto: passeando pelo centro
Toronto: onde comer
Boston
Chicago
Washinton D.C.

Anúncios
 
8 Comentários

Publicado por em Outubro 14, 2011 em Canadá, Montreal

 

Etiquetas: , ,

8 responses to “Montreal: Vieux-Montreal

  1. Eliane

    Novembro 13, 2011 at 11:27 pm

    Alessandro,

    Com esse post, mais uma vez você deu show ! Parabéns !
    Só estou tristinha pelo fato de você não ter ido ainda visitar Budapest, Viena e Praga (Leste Europeu). Tuas dicas, com toda certeza, iriam fazer diferença na viagem que estou programando para lá pois viajei ‘contigo’ para Orlando e foi um sucesso – rs !
    Ainda não encontrei blogueiro melhor que você, para ir ao ponto, dar dicas que precisamos saber, ter facilidade em se comunicar….E olha que eu tenho lido muitos blogs de viagem, viu ?
    Para mim, os melhores do Brasil nesse assunto são você, o Ricardo Freire e a Lina (Conexão Paris). Incrível como vocês são perfeitos !!
    Obrigada !!

     
    • Alessandro A.

      Novembro 13, 2011 at 11:58 pm

      Oi Eliane,

      É um baita elogio me comparar ao Ricardo Freire e Lina, pois os dois são fantásticos e seus blogs me inspiraram muito. Eles são feras mesmo e acho que ainda não cheguei lá, mas muito obrigado pelos elogios!!! 🙂

      Na verdade eu já fui a Viena e Praga, que são lindas, mas foi em 2003 e nem máquina fotográfica digital tinha ainda. Já até pensei em fazer um post sobre elas, mas minha memória não lembra mais dos detalhes. 🙂 Um dia eu volto!

      Abraços!

       
  2. Paulo Roberto

    Agosto 10, 2012 at 11:16 pm

    Alexandre,
    Antes de mais nada quero agradecer as suas dicas 2011 Disney, e 2012 que acabei de fazer San Francisco / Los Angeles pela Highway 1 e Big sur, foi fantástico. Agora como já estou planejando o meu roteiro para a 2013 preciso de dicas sobre o canada. A minha ideia é a seguinte sair de carro de
    New york / Boston
    Boston / Quebec
    Quebec / Montreal
    Montreal / Ottawa
    Ottawa / Toronto
    Toronto / Niagara fall / Washington
    Washington / philadelphia / new york

    O que vc achou do roteiro? Tirando New York que quero ficar 5 dias, nas outras cidades qual o tempo mínimo que tenho que ficar?
    Mais uma vez obrigado pelas dicas anteriores e fico no aguardo da sua resposta.
    Um abraço
    Paulo

     
    • Alessandro A.

      Agosto 11, 2012 at 1:39 pm

      Oi Paulo Roberto,

      O roteiro está muito bom, mas o problema é que é necessário muito tempo para executá-lo. Não sei quanto tempo você tem, mas eu recomendo de 2 a 3 dias inteiros em cada cidade, com exceção de Ottawa, que dá para fazer em 1 dia. Some também os tempos dos deslocamentos, que serão bem razoáveis. O trecho Toronto-Washington é muito longe para se fazer de carro, portanto recomendo pegar um avião, até porque não é necessário carro para andar nessas duas cidades.

      Abraços!

       
  3. Paulo Roberto

    Agosto 12, 2012 at 8:15 pm

    Alexandre,
    Eu teria 16 dias para fazer esses trajetos, porém gostaria de ficar 5 dias em New York. Acho que sairia mais caro pegar um avião de Toronto a Washington, pq somos 4.

     
    • Alessandro A.

      Agosto 14, 2012 at 11:40 am

      Oi Paulo Roberto,

      Se você só tem 16 dias, então é melhor enxugar esse roteiro bastante, senão vai virar uma maratona. Se você tirar os 5 dias de NY e a chegada e saída, sobram uns 9 a 10 dias para 7 cidades e muito deslocamento, o que é impraticável! Só o a viagem de carro de Toronto até Washington demora umas 10 horas, ou seja, um dia inteiro.

      Abraços!

       
  4. Paulo Roberto

    Agosto 14, 2012 at 5:42 pm

    Alessandro,
    Por favor me de uma sugestão de roteiro mais não deixando de incluir NY

     
    • Alessandro A.

      Agosto 16, 2012 at 11:23 pm

      Paulo,

      Se seu objetivo é o Canadá e NY, então foque nisso, pois já vai ser apertado. Tire Boston, Washington e Philadelphia e você ainda vai ganhar muito tempo com menos deslocamentos.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: