RSS

Arquivo de etiquetas: Parques

Disneyland Paris

Disneyland Paris - Entrada 1

Depois de contar um pouquinho sobre o Walt Disney Park Studios no post anterior, vamos falar agora da Disneyland Paris, que foi o primeiro parque na região e ainda é o maior, portanto você gasta um bom tempo para conhecê-lo completamente. Como disse anteriormente, o tempo dedicado aos parques depende muito do seu objetivo e do quanto você conhece os parques de Orlando, já que boa parte das atrações são iguais. No entanto, é bom ficar atento ao fato de que mesmo atrações com o mesmo nome podem ser bem diferentes, portanto não descarte nenhuma atração sem antes ler um pouquinho sobre a mesma para entender o que esperar. Achei algumas mais legais do que a originais e vou citá-las ao longo do texto, pois valem muito a pena serem curtidas. Vamos lá!

Como a Disneyland Paris é baseada na Disneyland da California e no Magic Kingdom de Orlando, a entrada é bem parecida e a divisão das regiões também, com algumas novidades. São 5 regiões ao todo e o parque é um pouco mais compacto. Veja o mapa abaixo.

carte-plan-de-disneyland-paris

A entrada é muito florida e uma das mais bonitas entre os parques Disney que conhecemos. Estava tudo ainda mais enfeitado para comemorar os 20 anos da Disneyland Paris.

Disneyland Paris - Entrada 2

Disneyland Paris - Entrada 3

Assim que você passa pelo portão principal já se depara com a famosa Main Street USA, com sua lojinhas típicas e seus bondes. Essa é considerada a primeira área do parque, apesar de não ter nenhuma grande atração específica. Ao fundo, obviamente não poderia faltar o famoso castelo, só que aqui ele é o da Bela Adormecida e diferente dos demais parques. Apesar da similaridade, o parque todo tem um toque mais francês, como já era de se esperar, o que é mais um diferencial na experiência. Demos sorte ao entrar no parque, pois nesse momento estava justamente passando a parada comemorativa do vigésimo aniversário, que é bem colorida e bonita!

Disneyland Paris - Castelo

Disneyland Paris - Main Street

Disneyland Paris - Parada Aniversário

Disneyland Paris - Parada 2

A Fantasyland é uma das maiores áreas, mas assim como suas irmãs mundo afora, é toda muito focada no público infantil e com várias atrações para os pimpolhos. Destaque para o Peter´s Pan Flight (tem Fastpass), It´s a Small World, Les Voyages de Pinocchio e Dumbo the Flying Elephant. No entanto, não tem nenhuma atração exclusiva e diferente de outros parques. Soma-se a isso o fato de meu filho já está um pouco mais crescido e já não acha tanta graça em boa parte dessas atrações, acabamos focando em outras regiões onde teríamos mais novidades para curtir. De qualquer forma, para quem está com crianças pequenas, ou não conhece pouco os outros parques da Disney, ou simplesmente deseja matar saudades de algum brinquedo específico, essa região tem bastante atrações e é normalmente uma das mais cheias.


A próxima região é a Discoveryland, que é muito similar a Tomorrowland, com pequenas diferenças. Quase todas as atrações são futurísticas e modernas, portanto bem interessantes. A mais infantil é o Orbitron, que é são pequenos foguetes que giram em torno de um eixo central e as crianças podem escolher subir e descer o quanto desejarem.

Disneyland Paris - Orbitron

Bem ao lado fica uma das atrações mais coloridas de todas, o Buzz Lightyear Laser Blast, onde você embarca em uma aventura espacial onde o objetivo é acertar com sua pistola a laser o maior número de inimigos possíveis para obter uma boa pontuação. Bem divertido!

Disneyland Paris - Buzz Lightyear Laser Blast

Até aqui nenhuma novidade e você deve estar se perguntando onde estão as atrações diferentes e exclusivas da Disney de Paris! Quando você se depara com a Space Mountain: Mission 2 já imagina: lá vem mais uma atração velha e conhecida. Pois é aí que a gente se surpreende, pois essa atração é totalmente diferente e melhor do que suas irmãs da Florida e Califórnia. Sim, ela é também uma montanha russa no escuro, mas com um traçado totalmente diferente e bem mais radical, incluindo até alguns loopings, o que não existe na outras. Muito legal e para mim a melhor atração do parque!

Disneyland Paris - Mission Space

Ainda nessa região se encontra o Star Tours, que é um simulador do filme Guerra nas Estrelas, só que ainda na versão antiga e sem a renovação ocorrida nos outros parques, o que é um pouco decepcionante. Mesmo assim vale a pena para os fãs da saga!

Disneyland Paris - Star Tours

Para terminar, as crianças se divertem bastante no Autopia, que é uma pista de corrida com carrinhos motorizados, só com o percurso totalmente controlado. Ao contrário de Orlando, aqui os carrinhos são bem mais novos e bem cuidados e o traçado é diferente.

Disneyland Paris - Autopia

A Frontierland é a área seguinte e apesar de ser bem estilizada, possui poucas atrações. As principais são a Phanton Maner, que é a clássica casa mal assombrada da Disney, e a Big Thunder Mountain, que é uma montanha russa light pelas minas. Essa última, apesar de também existir em outros parques, também é um pouco diferente, sendo bem mais comprida e demorada, além de um pouco mais radical. Também gostamos mais dessa versão!

Disneyland Paris - Big Thuder Mountain

Big Thunder Mountain (Foto: http://disneyshawn.blogspot.com.br)


A última região é a Adventureland, que também é muito bem tematizada. Uma das principais atrações é o clássico Pirates of the Caribbean com seu lendário Jack Sparrow. Para as crianças, o melhor é o Pirate’s Beach, que é uma espécie de playground com várias atrações, incluindo um navio pirata em tamanho real!

Disneyland Paris - Adventureland

Disneyland Paris - Pirates Beach

Para encerrar, uma atração diferente: Indiana Jones and the Temple of Peril. Essa montanha russa tinha tudo para ser muito boa, mas infelizmente me decepcionou bastante. Ela até tem um loop rápido no meio, mas é tão pequena e rápida, que termina muito rápido e você fica com a sensação que a espera na fila não valeu a pena para tão pouca adrenalina.

Disneyland Paris - Indiana Jones and the Temple of Peril 1

Disneyland Paris - Indiana Jones and the Temple of Peril 2

Se você deseja saber mais detalhes sobre a Disneyland Paris, não deixe de visitar o excelente blog Viajando com Pimpolhos, da Sut-Mie, que também tem diversas dicas para quem deseja visitar Paris com crianças.

Em breve mais algumas dicas de Paris com crianças para encerrar essa viagem pela França!


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Walt Disney Studios Park
Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris
Delícias de Paris
Nice: onde se hospedar
Nice: um passeio pela cidade
Nice: onde comer
Èze
Mônaco
Saint-Paul-de-Vence
Saint-Tropez
Marseille
Les Baux-de-Provence
Strasburg
Restaurante em Strasburg

 
9 Comentários

Publicado por em Março 15, 2013 em França, Paris

 

Etiquetas: , , , ,

Walt Disney Studios Park (Paris)

Apesar de já ter visitado Paris algumas vezes, nunca tinha visitado a Euro Disney, já que a cidade por si só tem tanta coisa para fazer, que nunca sobrava tempo. Como dessa vez o nosso filho estava com a gente, decidimos separar 1 dia inteiro para visitar os dois parques da Disney, apesar de já saber que seria puxado. Como já conhecemos bem a Disney de Orlando e muitas atrações são similares, focamos nas atrações inéditas e voltamos nas nossas favoritas, dessa forma foi possível conhecer os dois parques em tão pouco tempo. É importante mencionar que não recomendo fazer isso, caso você não conheça bem a Disney, senão vira uma maratona, ou você terá que abrir mão de várias atrações.

A primeira informação que você deve saber é que a Disney não fica em Paris, mas sim no município de Marne-La-Vallée nos arredores da cidade. No entanto, para chegar lá é bem tranquilo, bastando pegar o trem urbano RER linha A4, que leva cerca de 35 minutos e te deixa na porta dos parques e do Disney Village, que é o equivalente ao Downtown Disney de Orlando. É importante atentar para o fato de que a estação fica fora das zonas centrais da cidade, portanto é necessário comprar um bilhete especial do RER. Para você não perder tempo, recomendo comprar o bilhete de véspera, assim você já chega à estação e é só embarcar, lembrando que esse bilhete também te dá o direito ao metrô para chegar até a estação do RER. Outro detalhe é que nem todos os acessos ao metrô têm bilheteria, portanto você pode não conseguir comprar o bilhete na hora do embarque, sendo esse mais um motivo para comprá-lo com antecedência.

Assim que você desembarca na estação de trem você obrigatoriamente tem que passar pelo portão do Disney Village e já sente totalmente imerso no clima Disney! Assim como em outras filiais do grupo, ali você encontra também a imensa loja World of Disney com todos os produtos que você possa imaginar, portanto é bom segurar o desejo das crianças! 🙂

Disney Village Paris 1

Disney Village Paris 2

No período da manhã resolvemos visitar o Walt Disney Studios Park, que é o menor e mais recente parque de Paris. O parque é realmente bem pequeno, se comparado com os outros do grupo, e ainda possui uma série de atrações similares a de Orlando, portanto não é um parque que toma o dia inteiro para visitar. Para ter uma ideia melhor da disposição das atrações e do tamanho do parque, veja o mapa abaixo para ajudar a se localizar.

Disney Studios Paris Park Map

A entrada do parque passa obrigatoriamente pelo Disney Studio 1, que é um galpão grande onde ficam localizadas diversas lojas e restaurantes. É um ótimo local para quem está procurando alguma lembrancinha para comprar!

Walt Disney Studios Park

Disney Studios 1

O parque é divido em 3 regiões, sendo que a Toon Studio tem atrações bem bacanas e é a melhor para quem está com crianças, além de ser a com atrações mais diferentes com relação a Disney de Orlando. Ele fica a direita de quem entra no parque. O Animagique é um showzinho infantil com vários personagens da Disney e mais indicados para crianças menores, por isso nós acabamos não assistindo.

Disney Studios Park - Cars

O Flying Carpets Over Agrabah é similar aos tapetes voadores do Alladin no Magic Kingdom e sempre agrada as crianças. Bem ao lado fica o Cars Race Rally, atração baseada no filme Carros e também focada nos pequenos.

Disney Studios Park - Animagique

Caminhando mais um pouco se chega ao Crush’s Coaster, que foi a atração que mais gostei do parque. Baseada na tartaruga Crush do filme Procurando Nemo, essa montanha russa fechada é muito original e surpreendente. Do lado de fora você não dá muito por ela e acha até que deve ser meio bobinha, mas posso garantir que não é não! Não chega a ser nada super radical, até porque ela é pequena, mas o carrinho em forma de casco de tartaruga gira em vários sentidos ao longo do caminho e você acaba descendo de lado ou de costas e sentindo sensações diferentes, o que é bem bacana! Recomendo.

Disney Studios Park - Crush Coaster 1

Disney Studios Park - Crush Coaster 2

Ainda no Toon Studio, lá no fundo ficam as atrações mais novas do parque que fazem parte da região chamada de Toy Story Playland. Essa região é toda dedica ao filme e a tematização é bem característica, sempre com a presença indispensável dos personagens principais Buzz e Woody!

Disney Studios Park - Toy Story Playland 2

Disney Studios Park - Toy Story Playland 1

Obviamente todas as 3 atrações dessa região são baseados no filme. O Toy Soldiers Parachute Drop simula os pára-quedas dos soldadinhos verdes e você fica subindo e caindo repentinamente, mas não é radical. No Slinky Dog Zigzag Spin, que é o mais infantil dos três, você embarca em um carrinho que simula o corpo do cachorro de mola Slinky e fica girando, mas não achei muita graça, portanto só indicado para quem está com crianças bem pequenas. Já o RC Racer é o mais radical e o carrinho fica subindo e descendo duas rampas bem íngremes, caindo de costas.

Disney Studios Park - Toy Soldiers Parachute Drop

Disney Studios Park - Slinky Dog

Disney Studios Park - RC Racer

Na segunda região, chamada de Production Courtyard, é onde ficam as atrações focadas nas grandes produções do cinema, como o CinéMagique, onde você embarca em uma viagem pelos clássicos. Alguns trechos dessa região simulam também cenários do cinema, criando um clima bem bacana. Todas as atrações dessa região são idênticas as de Orlando, portanto acabamos não ficando muito tempo por ali. Tem o Stich Live!, que é pouco assustador para as crianças, o Playhouse Disney Live, que é um showzinho bem bacana e infantil com diversos personagens do Disney Channel e Disney XD, e finalmente o destaque The Twilight Zone Tower of Terror, que é o mesmo elevador radical do Hollywood Studios que despenca várias vezes e de diversas alturas, só indicado para os mais corajosos.

Disney Studios Park - Tower of Terror

Disney Studios Park - Production Courtyard 2

Disney Studios Park - Production Courtyard 1

A última região do parque é o Backlot, que fica no canto esquerdo. Ela não é muito grande, mas tem atrações muito boas, como o show automobilístico Moteurs… Action!, que fez tanto sucesso que foi importado posteriormente para o Hollywood Studios. As acrobacias que eles fazem com os carros são realmente impressionantes! Só é preciso ficar atento aos horários, pois são poucas sessões por dia.

Disney Studios Park - Moteurs Action

A montanha russa Rock ‘n’ Roller Coaster Aerosmith é outra grande atração e para mim uma das melhores de todos os parques Disney, portanto não poderia de deixar de andar. Ela é uma cópia idêntica da do Hollywood Studios, mas é tão boa que mesmo assim vale a pena! Não é por acaso que essa era a atração mais cheia do parque, portanto acabei usando o fastpass para pegar menos fila e aproveitar melhor o tempo.

Disney Studios Park - Rock Roaler Coaster Aerosmith

Por último tem a atração Armageddon, mas que infelizmente estava fechada quando passei por lá, portanto não consigo opinar.

Disney Studios Park - Armageddon

Como tínhamos pouco tempo, já que iríamos conhecer os dois parques em um dia só, optamos por almoçar rapidamente no Restaurant en Coulisse no Disney tudios 1, já que ele oferece o fast food básico americano. Obviamente existem opções mais elaboradas no parque, mas o tempo era um limitante. Para vocês terem uma ideia dos preços e opções disponíveis, vejam as fotos abaixo.

Disney Studio Park Restaurant 1

Disney Studio Park Restaurant 2

Disney Studio Park Restaurant 3

Como vocês podem ver, o parque não é tão grande assim, por isso achamos tranquilo conhecê-lo em meio dia, sempre lembrando que não fomos na maioria das atrações similares as de Orlando. Se você só tiver um dia e quiser conhecer somente um dos parques com mais calma, que é o mais indicado, eu sugiro o outro parque, o Disneyland Park Paris, pois é bem maior e tem mais atrações. No próximo post eu conto tudo sobre ele. Até lá!


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris
Delícias de Paris
Nice: onde se hospedar
Nice: um passeio pela cidade
Nice: onde comer
Èze
Mônaco
Saint-Paul-de-Vence
Saint-Tropez
Marseille
Les Baux-de-Provence
Strasburg
Restaurante em Strasburg

 
21 Comentários

Publicado por em Março 1, 2013 em França, Paris

 

Etiquetas: , , , ,

Aquatica: um parque para relaxar e brincar

O ultimo parque que visitamos foi o Aquatica, que é o parque aquático do grupo Sea World e fica bem ao lado desse. Não é tão grande quanto os parques temáticos, mas essa na verdade é uma vantagem, já que o principal objetivo aqui é relaxar mesmo!

Aquatica - Entrada

Aquatica - Entrada

A entrada custa atualmente US$ 49,99 para adultos e US$ 44,99 para crianças menores de 10 anos, mas é mais vantajoso comprar os ingressos combinados com Sea World e Busch Gardens, ou melhor ainda, comprar um ingresso para o Discovery Cove, que já inclui a entrada para o Aquatica gratuitamente durante 14 dias.

O parque é compacto, facilitando os deslocamentos e diminuindo o cansaço. Para se planejar melhor e entender a localização das atrações que eu vou mencionar, veja o mapa abaixo.

Aquatica Mapa

Outro fator importante é que a água é climatizada a uma temperatura de 28 ºC em todas as áreas, portanto além de muito agradável, é uma grande vantagem para as épocas mais frias. Em minha opinião, é uma boa opção para quem deseja quebrar a rotina dos parques temáticos e ter um dia de descanso sem preocupações, aproveitando para recarregar as energias para os próximos dias.

Como você passa grande parte do tempo de roupa de banho, eles oferecem alguns lockers pagos para você guardar seus pertences com segurança, assim você não precisa se preocupar.

Aquatica - Lockers

Logo na entrada do parque tem um local para as crianças se medirem e ver quais as atrações elas poderão entrar. Existe uma cor para cada faixa de altura, facilitando a identificação.

Aquatica - medidor de altura para crianças

Assim como no Discovery Cove, aqui você também pode alugar uma cabana exclusiva por um dia para deixar seus pertences e se isolar um pouquinho do movimento do parque. A cabana abriga até 7 pessoas e tem ventilador, espreguiçadeiras, armário com chave e um frigobar com água. Perfeito para descansar, apesar de não ser tão luxuosa quanto a do Discovery!

Aquatica - Cabana exclusiva

O Aquatica é um parque aquático como os outros de Orlando, mas seu grande diferencial é o Dolphin Plunge, um toboágua fechado e transparente que passa no meio da piscina dos golfinhos. Sim, os golfinhos não poderiam ficar de fora! E o melhor é que eles são de uma espécie diferente das dos outros parques, mais precisamente de Commerson, com uma pele preta e branca que eu nunca tinha visto! O único problema é que você acaba descendo muito rápido e só vê os golfinhos de relance, mas a boa notícia é que você pode observá-los depois com calma pelo vidro da piscina e curtir seus movimentos!

Aquatica - Dolphin Plunge - golfinhos 1

Aquatica - Dolphin Plunge - golfinhos 2

Existem vários toboáguas em todo o parque, portanto tem bastante diversão para todos os gostos e idades. Achei o Whanau Way um dos mais divertidos, pois você desce em uma bóia, que cabe até 2 pessoas, e as curvas e descidas são bem rápidas. Como eu gosto de velocidade, foi ótimo! São 4 toboáguas com circuitos diferentes, portanto o ideal é você experimentar todos para curtir todas as sensações. Infelizmente quando estive lá somente dois estavam abertos, mas mesmo assim valeu a pena! O único problema é ter que subir vários degraus com a bóia, mas isso é normal em parque aquático, portanto é bom estar em forma! 🙂

Aquatica - Toboágua Whanau Way

Bem ao lado se encontra o Omaka Rocka, que também é bastante divertido. Apesar de não ser tão rápido quanto o seu vizinho, você passa mais tempo em um tubo fechado e nas curvas você acaba indo bem alto nas paredes, o que faz com que seu bote vire várias vezes. Em vários trechos você acaba descendo de costas e perde a noção das curvas.

Aquatica - Toboágua Omaka Rocka

O Tassie Twister é um toboágua bem diferente, pois além dos tubos tradicionais, você é lançado em uma tigela gigante e fica girando lá dentro durante um tempo.

Aquatica - Toboágua Tassie Twister

Do outro lado do parque ficam dois toboáguas para a família, pois nos botes são triplos e quádruplos. O Hooroo Run é mais simples, mas não menos emocionante. A descida aqui é reta e a emoção fica por conta das descidas mais íngremes (três ao todo), portanto a bóia pega bastante velocidade. Já no vizinho Walhalla Wave a bóia para quatro percorre um caminho bem longo com muitos giros, curvas, e tubo fechado. Como ela fica girando quase que o tempo todo, você desce vários trechos de costas também. Esse toboágua é muito grande e demora bastante, tanto que em alguns momentos eu ficava me perguntando se não ia acabar! 🙂

Aquatica - Toboáguas Walhalla Wave e HooRoo Run

Aquatica - Toboáguas Walhalla Wave

Bema o lado fica o Taumata Racer, que é o toboágua mais radical do parque, junto com o Dolphin Plunge. Aqui os visitantes deitam em uma prancha de borracha e apostam uma corrida bem divertida. São 8 toboáguas em paralelo e todos devem largar juntos ao comando do fiscal. Quem chega primeiro lá embaixo ganha a corrida. A descida final é bem radical e é interessante também ficar observando os competidores descendo.

Aquatica - Toboágua Taumata Racer 1

Aquatica - Toboágua Taumata Racer 2

Bem, depois de tanto toboágua, chega uma hora que você quer mais é descansar um pouquinho, né?! Afinal, eu não tinha dito que o parque era para relaxar?! Pois bem, existem várias opções mais calmas e tranquilas. A primeira delas é ficar deitado nas espreguiçadeiras e curtir uma praia tranquila e com uma areia bem branquinha e fininha. A areia é realmente bem gostosa e as crianças podem ser divertir bastante.

Aquatica - Praia

A praia ocupa uma área grande e fica bem em frente as duas piscinas com ondas, chamadas de Big Surf Shores & Cutback Cove. A primeira produz ondas mais suaves, enquanto na segunda elas são maiores.

Aquatica - piscina com ondas

O Roa’s Rapids é aquele famoso rio lento que existem em todos os parques aquáticos, só que aqui a correnteza é bem mais rápida. Sugiro pegar um dos coletes que existem em uma das duas entradas do rio, pois você pode relaxar mais boiando. Eu adorei ficar dando voltas nesse rio! Tem que só que prestar atenção na hora da saída para não passar direto, pois a correnteza é forte! 🙂

Aquatica - Roa’s Rapids - rio lento

Aquatica - coletes para o rio com correnteza

O Loggerhead Lane é outro rio tranquilo, só que nesse caso você fica em cima de uma bóia, portanto é um pouco mais relaxante. Além disso, o rio cruza algumas áreas mais inusitadas, como jardins com pássaros exóticos.

Aquatica - rio lento com bóia

Agora, você deve estar se perguntando: E as crianças menores? Não tem atração para elas? Tem sim e na verdade são duas. O Walkabout Waters impressiona pelo seu tamanho e é com certeza o maior playground aquático que eu já vi. São vários escorregas, jatos, cascatas e muitas outras diversões para a garotada. O destaque fica para o imenso balde d’água no centro, que quando enche de água vira e despeja uma senhora ducha em cima das crianças. Confira só se não é grande mesmo!

Aquatica - brinquedão aquático para crianças 1

Aquatica - brinquedão aquático para crianças 2

Aquatica - balde para crianças

Aquatica - criança escorregando

Aquatica - criança jato d'água

Já o Kata’s Kookaburra Cove é mais indicado para as crianças bem pequenas e bebês e aqui é tudo mais calminho. Você vê várias mães e pais brincando com seus filhos nesse espaço, que também tem muitas opções de brinquedos. Os toboáguas são os mais disputados!

Aquatica - área para crianças menores e bebês 1

Aquatica - área para crianças menores e bebês 2

Aquatica - bebês no toboágua

Na hora em que a fome bater, o parque oferece 3 opções. Como se trata de um parque mais informal, não existem restaurantes mais incrementados como em outros parques, já que o objetivo é ficar de roupa de banho o dia inteiro mesmo. O Waterstone Grill e Mango Market são dedicados aos lanches mais rápidos, como sanduíches, saladas e doces, sendo que no segundo ainda é possível pegar um cesta de piquenique para levar para a praia, portanto se aparecer alguém ao seu lado com uma cesta não fica pensando que é farofeiro! 😀

Aquatica - Restaurante Waterstone Grill

Aquatica - Restaurante Mango Market

Outra opção é o Banana Beach Cook-Out, que é um restaurante buffet self-service, pois você paga uma tarifa fica e pode se servir o dia inteiro à vontade. A única restrição é que você deve consumir a comida dentro de suas dependências para não sujar o parque, o que é bem razoável, mas é possível levar as bebidas. São oferecidos lanches rápidos, como pizzas e cachorro-quente, mas também é possível comer um franguinho com macarrão. O preço era US$ 14,99 para adultos e US$ 8,99, o que achei bem em conta, por ser liberado o dia inteiro.

Aquatica - Restaurante Banana Beach self-service

Aquatica - Pizza no restaurante Banana Beach

Aquatica - Comida no restaurante Banana Beach

Bem, esse post conclui a nossa visita aos parques de Orlando nessa última visita e espero que vocês tenham gostado. Apesar de fã de carteirinha de Orlando, tive a oportunidade de conhecer novos parques e viver novas e inesquecíveis experiências. Se você gostou, não deixe de visitar a nossa página com todos os posts de Orlando, que agora está bem mais completa!

* Viajei a convite do Sea World Parks & Entertainment para conhecer as novidades de 2012/2013


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook


Leia também:

Sea World
Sea World: principais atrações e novidades
Sea World: a primeira beluga a gente nunca esquece
Busch Gardens
Busch Gardens: Serengeti Safari
Discovery Cove
Como é se hospedar em um hotel do Sea World
Todos os posts de Orlando

 
13 Comentários

Publicado por em Novembro 5, 2012 em EUA, Orlando

 

Etiquetas: , , , ,