RSS

Arquivo de etiquetas: Bacalhau

Mosteiro da Batalha

O Mosteiro da Batalha foi outra atração que nos surpreendeu muito positivamente. A cidade de Batalha é bem pequena e em termos turístico basicamente se resume ao mosteiro, mas não deixe isso te desanimar, pois ele merece muito ser visitado. Considerado um patrimônio mundial pela UNESCO e eleito uma das sete maravilhas de Portugal, suas credenciais já indicam que essa atração é imperdível!


Para quem chega de carro, é bem fácil estacionar próximo ao mosteiro, mesmo em julho, quando já é alta estação. A arquitetura gótica externa é um espetáculo e já impressiona logo na chegada, não só pela beleza, mas pelo tamanho da estrutura. A construção do mosteiro foi iniciada em 1386 por D. João I como uma forma de agradecimento à Virgem Maria pela vitória na Batalha de Aljubarrota. No entanto, sua estrutura ainda demoraria dois séculos para chegar ao estágio atual. A visita começa pela Nave Principal, que apesar de sua grandiosidade e importância, não é a parte mais bonita do mosteiro. Essa é a única parte gratuita do passeio, já que para as partes restantes é necessário pagar um ingresso.


Do lado direito ao fundo da nave principal fica a Capela do Fundador, que é na verdade uma bela sala acrescentada no século XV para abrigar o mausoléu do rei D. João I e sua esposa, além dos túmulos de diversos outros membros da família real.


Já pela porta do canto esquerdo da Nave Principal você tem acesso aos dois claustros do mosteiro: Real e D. Afonso V. Ambos têm suas peculiaridades, mas o Claustro Real é mais bonito, pois além de um jardim mais cuidado, tem a fachada da igreja ao fundo para compor um belo visual.


Seguindo as placas pela parte externa do mosteiro, você chega as Capelas Imperfeitas. Não deixe o nome te enganar, pois essa é para mim a parte mais bonita do mosteiro! O nome vem do fato que as obras para a construção dessas capelas nunca foram acabadas, deixando as mesmas sem a sua grande abóboda central. No entanto, é justamente o fato de não ter um teto que torna essas capelas tão especiais e diferentes, mas não é só isso. O acabamento das colunas e paredes é simplesmente espetacular!


Para programar sua visita, o mosteiro está aberto diariamente de 9h as 17h30 de outubro a março e de 9h as 18h30 de abril a setembro. A entrada custa €6, sendo que maiores de 65 anos e menores de 15 a 18 anos pagam meia. Menores que 15 não pagam. Se você for visitar também o Mosteiro de Alcobaça e o Convento de Cristo, eles ainda oferecem um bilhete único por €15, que representa uma economia de €3 sobre o preço que você pagaria na compra avulsa.

Como escolhemos Batalha para dormir, meramente por motivos logísticos, acabamos tendo o privilégio de ver o mosteiro todo iluminado a noite, o que também é um espetáculo! Pena que estava muito frio para ficar muito tempo ao ar livre curtindo o visual, mas como nosso hotel era vizinho ao mosteiro, bastava alguns passos para conseguir aproveitar.


O hotel escolhido foi o Hotel Mestre Afonso Domingues, que além de sua excelente localização, tem uma infra ótima, com instalações confortáveis e um bom café da manhã. Apesar da aparência externa simples, o hotel é muito bom e tudo novinho por dentro. Ele oferece estacionamento e Wi-Fi gratuitos e você pode ir andando até o mosteiro.


Outra vantagem desse hotel é o excelente Restaurante Vintage. Sinceramente nós não esperávamos um restaurante tão bom e gourmet em um hotel tão barato! O ambiente é agradável, o atendimento super prestativo e eficiente, mas o melhor é a comida mesmo. Até o prato infantil era bem feitinho. Foi sem dúvida a melhor refeição de toda a viagem e o prato de bacalhau com broa de milho estava fantástico!



Leia também:

Lisboa: Informações Básicas
Lisboa: Passeando por Belém
Lisboa: Parque das Nações
Lisboa: Passeando pelo centro
Onde comer em Lisboa
Porto: Informações Básicas
Porto: um passeio pela cidade – parte 1
Porto: um passeio pela cidade – parte 2
Porto: onde comer
Vai alugar carro em Lisboa? Então veja essas dicas
Sintra
Guimarães
Fátima

 
11 Comentários

Publicado por em Setembro 11, 2012 em Batalha, Portugal

 

Etiquetas: , , , , , , , ,

Porto: onde comer

Passear em Portugal é sempre uma ótima oportunidade para comer bem e barato, apesar de eu ter achado o Porto um pouco mais caro do que Lisboa, mas ainda assim bem barato em comparação com o Brasil e outros países europeus. Portanto, sempre que viajar para Portugal procure reservar um bom tempo para curtir as refeições, pois vale muito a pena e faz parte da experiência!

No Porto, o restaurante que mais gostamos foi o Abadia do Porto (Rua Ateneu Comercial do Porto, 22), que serve todas as iguarias portuguesas típicas, como bacalhau, polvo e porco. O único porém é que o restaurante não abre aos domingos (coisa de português! 😀 ), portanto tem que tomar cuidado para não bater com a cara na porta, que foi exatamente o que aconteceu com a gente quando tentamos voltar. É isso que dá não planejar direito! 😀


Pedimos uns bolinhos de bacalhau de entrada e depois experimentamos o Bacalhau a Gomes de Sá e o Polvo grelhado à abadia, tudo muito saboroso! Meu filho comeu um peixe que estava muito bem feito também. Se não bastasse a comida de ótima qualidade, o atendimento foi super simpático e eficiente. Balanço final da refeição para 4 pessoas, incluindo também uma boa cerveja: €57.


Outro restaurante famoso que experimentamos foi o D. Tonho (Cais da Ribeira, 13), que possui duas filiais junto ao Rio Douro, sendo uma no Porto e outro em Vila Nova de Gaia. Estivemos na primeira, mas depois que conhecemos a segunda, nos arrependemos. Isso porque a filial de Vila Nova de Gaia fica colada ao rio em uma estrutura totalmente envidraçada e muito bonita, como se fosse um aquário, fornecendo um belo visual da ponte e do rio. Independente disso, o restaurante também é tradicional na culinária portuguesa e mais uma vez comemos um ótimo bacalhau! O peixe do meu filho também estava ótimo e bem acompanhado de um arroz branco! Aliás, essa é uma das vantagens de se viajar com crianças para Portugal, pois a comida é muito parecida com a nossa e é sempre muito fácil encontrar algo que agrade o paladar deles.


Nos próximos posts vou contar sobre nossa peregrinação pelas belas cidades do interior de Portugal. Até lá!


Acompanhe e curta a gente também no Facebook Wazari



Leia também:

Porto: Informações Básicas
Porto: um passeio pela cidade – parte 1
Porto: um passeio pela cidade – parte 2
Lisboa: Informações Básicas
Lisboa: Passeando por Belém
Lisboa: Parque das Nações
Lisboa: Passeando pelo centro
Onde comer em Lisboa
Vai alugar carro em Lisboa? Então veja essas dicas
Sintra

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Agosto 26, 2012 em Porto, Portugal, Restaurantes

 

Etiquetas: , , ,

Onde comer em Lisboa

Lisboa é uma cidade onde encontrar uma comida boa e barata não é muito difícil! Existem várias opções bem em conta e você pode se fartar de comer muito bacalhau sem ficar mais pobre. Como eu adoro esse bom e velho prato tipicamente português, não preciso dizer que saí empanturrado! 🙂 Mas não é só de bacalhau que vive a culinária portuguesa. Você pode comer ótimos pratos de frutos do mar em geral, que também são especialidades da casa, ou optar por outros pratos não tão típicos. Para acompanhar, sempre vai bem uma imperial (chopp deles) ou cerveja bohemia sagres (ruiva) e de sobremesa os famosos pastéis de nata, também conhecidos como pastéis de belém. Para informações completas sobre todos os restaurantes de Lisboa (e de outros destinos de Portugal), acesse o site Lifecooler. Lá você encontra os endereços, horários, preços e os pratos mais típicos de cada restaurante.

Lisboa onde comer

Cerveja Bohemia Sagres



Restaurante Antonio (R. Tomás Ribeiro 63)

Lisboa onde comer

Restaurante Antonio


O primeiro restaurante que conhecemos foi o mais simples e o que mais gostamos. Seguindo uma dica do Frommer´s, descobrimos esse excelente restaurante vizinho ao nosso hotel. Fomos inicialmente pela comodidade da distância, mas acabamos virando freguês! É um restaurante familiar com traços tipicamente portugueses, com paredes de azulejo, pratos variados e baratos, seu Antonio gerenciando tudo e a família toda trabalhando. A comida é caseira, mas excelente! Eles montam o prato da forma que você quiser e a simpatia do seu Antonio, sua esposa e família já valem a refeição.

Experimentamos o Bacalhau ao Braz, Bacalhau assado, Picanha com acompanhamento diversos e alguns pratos de frango para o meu filho. Todos muito bons! Ah, e o pastel de nata também é imperdível! Pagamos em média €40 para 4 pessoas, o que é uma pechincha!

Lisboa onde comer

Pãozinho c/ manteiga de entrada

Lisboa onde comer

Bacalhau ao Braz

Lisboa onde comer

Bacalhau assado ao alhinho

Lisboa onde comer

Picanha à brasileira

Lisboa onde comer

Frango assado c/ arroz e batata frita



Cervejaria Portugália

Lisboa onde comer

Essa é uma cervejaria famosa em Portugal há mais de 85 anos e com várias filiais espalhadas pelo país. Só em Lisboa são 6, sendo que nós experimentamos a do Shopping Vasco da Gama quando estávamos passeando pelo Parque das Nações. O ambiente é bem agradável e moderno e costuma ficar cheio. Não sei se era devido ao final de semana, mas tivemos que esperar uns 20 a 30 minutos na fila para conseguir uma mesa.

Lisboa onde comer

Cervejaria Portugália


De entrada, sempre rola um pãozinho e eles ainda oferecem alguns itens opcionais, como patê de foie e queijo da serra da estrela. Uma delícia!

Lisboa onde comer

Pãozinho e cerveja


Além das boas cervejas, é claro, a cervejaria é especializada em pratos de bacalhau. Experimentamos o assado com batatas ao murro e foi um dos melhores que comemos. Pagamos €50 para 4 pessoas e saímos bem satisfeitos!

Lisboa onde comer

Bacalhau assado c/ batatas ao murro

Lisboa onde comer

Empanado de frango c/ purê



Hard Rock Café (Av. da Liberdade 2)

Lisboa onde comer

Hard Rock Cafe Lisboa


Eu sei que essa não era a melhor opção estando em um país tão em conta e com tanta variedade, mas já estávamos cansados e o meu filho queria comer uma coisa diferente. Como estávamos em frente ao Hard Rock, resolvemos entrar. O restaurante em si é muito bem transado, como a maioria dos Hard Rocks no mundo, mas o serviço foi um pouco confuso e lento. Eles pareciam bem perdidos com o volume de pessoas.

Lisboa onde comer

Hard Rock Cafe Lisboa


Comemos os famosos hambúrgueres da casa, que estavam bem gostosos! Todos bem recheados e temperados, bem ao estilo americano. Apesar de tudo, só acho que vale a pena caso você queira realmente conhecer mais um Hard Rock ou goste muito de hambúrguer, caso contrário aproveite os excelentes restaurantes existentes na cidade. A conta deu €46.

Lisboa onde comer

Hickory Burguer

Lisboa onde comer

Macaroni & Cheese


Além desses restaurantes, seguem algumas outras opções que não tivemos a chance de experimentar. Essa lista é um resumo dos restaurantes que pescamos em outros blogs, revistas de viagem ou guias. Não temos como garantir sua qualidade, mas foram todos muito bem indicados:

    Restaurante Bota Alta (Travessa da Queimada 35)
    Taberna Ideal (R. da Esperança 112)
    Restaurante Antigo 1º de Maio (R. da Atalaia 8)
    Cervejaria Trindade (R. Nova da Trindade 20)
    Pastelaria Suíça (Praça Dom Pedro IV 101)
    Royale Café (Lg. Rafael Bordalo Pinheiro 29)
    Restaurante Beira-Gare (R. 1º Dezembro 116)
    Café Nicola (Praça Dom Pedro IV 24)
    Restaurante Cais da Ribeira (Cais do Sodré Armz A-2)
    Cervejaria Brilhante (R. das Portas de Santo Antão 105)
    Cervejaria Ribadouro (Av. da Liberdade 155)

Leia também:

Lisboa: Informações Básicas
Lisboa: Passeando por Belém
Lisboa: Parque das Nações
Lisboa: Passeando pelo centro
Vai alugar carro em Lisboa? Então veja essas dicas
Sintra

 
20 Comentários

Publicado por em Outubro 30, 2010 em Lisboa, Portugal, Restaurantes

 

Etiquetas: , , ,