RSS

Fátima

05 Set

Nossa próxima parada foi o Santuário de Fátima, já no meio do país e a duas horas de carro do Porto. Como ele fica bem ao lado da auto-estrada A1, é bem fácil para chegar e sair. Existem vários estacionamentos gratuitos ao redor do santuário (vide mapa abaixo), portanto é bem tranquilo de estacionar, já que a estrutura é toda preparada para receber milhares de devotos ao longo do ano, inclusive nos dias religiosos de grande movimento. Se você não está de carro, veja esse post do Ricardo Freite no Viaje na Viagem, que ele dá todas as dicas para você fazer a visita de ônibus também.


O Santuário é bem grande e conta com uma programação intensa para os peregrinos, que vai normalmente até as 19h de cada dia, mas é bom confirmar no site oficial para se programar. Mesmo que você não consulte, são realizadas missas constantes e existe uma grande chance de você assistir a uma enquanto estiver fazendo sua visita. Uma dica é você passar no Posto de Informações do Santuário para pegar um mapa e se informar sobre a programação do dia.

A Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima é a principal atração do santuário. Construída no início do século XX no mesmo local onde os pastorinhos viram um relâmpago antes da aparição de Nossa Senhora, é hoje um local sagrado para os católicos e abriga os túmulos dos pastorinhos. Apesar de sua importância religiosa, a basílica não é tão grandiosa em tamanho e beleza quanto outros templos católicos ao redor do mundo.


Do lado esquerdo da basílica fica a Capelinha das Aparições, construída em 1919 no local exato da aparição de Nossa Senhora aos pastorinhos em 1917. Abriga a imagem de Nossa Senhora e nesse local são realizadas também várias missas ao longo do dia. No pouco tempo em que passamos no santuário, foram celebradas duas missas na Capelinha, sendo uma em latim e outra em português.


Bem ao lado da Capelinha fica o local para os peregrinos acender as suas velas e realizar sua oração. Só recomendo tomar cuidado com a chama para não se queimar, pois ela é bem forte.


Outra estrutura importante do Santuário é a Igreja da Santíssima Trindade, que tem uma forma oval e mais moderna e esse ano recebeu o título de Basílica.


A meu ver, a visita a Fátima é mais recomendada somente para quem tem interesse religioso, já que as estruturas não foram construídas com um objetivo turístico ou artístico. Não é um local que agrada a qualquer turista, portanto só inclua no seu roteiro caso o turismo religioso seja um dos seus objetivos.


Acompanhe e curta a gente também no Facebook Wazari



Leia também:

Guimarães
Porto: Informações Básicas
Porto: um passeio pela cidade – parte 1
Porto: um passeio pela cidade – parte 2
Porto: onde comer
Lisboa: Informações Básicas
Lisboa: Passeando por Belém
Lisboa: Parque das Nações
Lisboa: Passeando pelo centro
Onde comer em Lisboa
Vai alugar carro em Lisboa? Então veja essas dicas
Sintra

Anúncios
 
4 Comentários

Publicado por em Setembro 5, 2012 em Fátima, Portugal

 

Etiquetas: , , ,

4 responses to “Fátima

  1. Angela- Alemanha, por que nao? Roteiros personalizados

    Setembro 6, 2012 at 3:03 am

    Fui à Basílica de Fátima a muito tempo atrás, eu tinha uns 15 anos e nao gostei muito. Lembro que estava tao cheio de religiosos que era impossível de se andar. Hoje, 30 anos depois, acredito que era alguma festa religiosa acontecendo…nao gostaria de voltar para lá!
    Gostei de seu post, bem explicado. Certamente é um “prato cheio” para os religiosos. Beijos!

     
    • Alessandro A.

      Setembro 6, 2012 at 5:08 pm

      Angela,

      Como eu disse, realmente não é um passeio para qualquer turista. Vale mesmo para quem tem o lado religioso forte.

      Abraços!

       
  2. Amanda

    Setembro 10, 2012 at 3:46 pm

    Gostaria de pedir sua ajuda de novo. Rsrsr Vou para Europa o ano que vem. Vou chegar em Madrid e penso em alugar um carro parar em Barcelona (ficar 1 dia). Ir até Monaco ficar lá 4 dias e depois ir até Paris de carro. Seria loucura??? Obrigada. Parabéns pelo blog!!! Amanda

     
    • Alessandro A.

      Setembro 11, 2012 at 12:34 pm

      Oi Amanda,

      Eu não recomendo fazer esses trechos de carro não, a não ser que você tenha muito tempo e queira conhecer várias cidades pelo caminho. Se o seu objetivo são essas cidades que você citou, então use o trem e avião que é mais rápido e prático, até porque você não precisa de carro enquanto estiver nelas. De Madri até Barcelona tem um trem rápido super prático. De Barcelona até Mônaco é muito longe e não tem trem direto, então talvez o melhor seja o avião mesmo. Até Paris dá para ir de trem.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: