RSS

Arquivo de etiquetas: Provence

Les Baux-de-Provence

Les Baux-de-Provence é mais uma daquelas cidades medievais super bem preservadas e imperdíveis no sul da França, só que essa, como seu próprio nome já indica, fica na região da Provence. Para chegar lá é fácil, já que ela fica a menos de 1 hora de Marseille e 30 minutos de Aix-en-Provence, portanto dá perfeitamente para conhecê-la em um bate-volta a partir dessas cidades.

Como ela fica no alto de uma montanha e não possui um estacionamento público muito grande, nem sempre é fácil estacionar próximo, sendo que muitos acabam optando por estacionar ao longo da própria estrada na subida. Nós demos sorte, já que era alta temporada, e conseguimos uma vaga bem próxima.

Assim que você avista a cidade já percebe a presença de um grande forte no seu topo, onde são realizados shows medievais com entrada paga. Nós acabamos não assistindo, pois os horários não batiam com a nossa programação, portanto não sei dizer se é bom.

Les Baux-de-Provence - Castelo

A cidade é bem pequena e não possui muitos caminhos alternativos, portanto rapidamente você a percorre de ponta a ponta. Isso não quer dizer que não valha a pena, muito pelo contrário! O negócio é apreciar as belas construções preservadas, os visuais do vale vizinho e fazer umas comprinhas nas belas lojas de artigos locais. A cidadezinha é linda e tem muita coisa bonita para comprar!

Les Baux-de-Provence 1

Les Baux-de-Provence 2

Les Baux-de-Provence 3

Les Baux-de-Provence 4

Les Baux-de-Provence 5

Se não bastasse tudo isso, eles resolveram construir uma das atrações mais diferentes e sensacionais que já visitei, o Les Carrières de Lumières. Ela fica ao longo da estrada e fora da cidade, portanto você tem que pegar o carro, ou ir caminhando pelo acostamento, que foi o que fizemos. Não é muito longe e você leva uns 5 a 10 minutos. Quando você chega lá, se depara com uma antiga pedreira reformada e transformada em um museu, mas não um museu qualquer! É que uma vez lá dentro, todas as luzes se apagam e imagens de quadros de artistas famosos são projetadas em todas as paredes e pisos, formando uma cena inacreditável! A cada ano eles alternam os artistas, sendo que nesse ano tivemos a oportunidade de apreciar as obras de Van Gogh e Gaughin, além de belas imagens da natureza. Eles fazem um rodízio dessas apresentações, sendo que nos intervalos as luzes são acesas e você consegue finalmente perceber o quanto é grande a pedreira. A entrada custava €8 por pessoa e é realmente uma experiência única e imperdível, mesmo para quem não gosta de museus! Veja só as fotos e tire suas conclusões!

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 1

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 2

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 3

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 4

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 5

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 6

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 7

Les Baux-de-Provence - Carriere de Lumieres 8

Passamos uma manhã na cidade e gostamos muito, ainda mais pela oportunidade de conhecer o Les Carrières de Lumières, portanto é um passeio que eu recomendo!


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Nice: onde se hospedar
Nice: um passeio pela cidade
Nice: onde comer
Èze
Mônaco
Saint-Paul-de-Vence
Saint-Tropez
Marseille
Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris
Strasburg
Restaurante em Strasburg

Anúncios
 
16 Comentários

Publicado por em Janeiro 15, 2013 em França, Les Baux-de-Provence

 

Etiquetas: , , , ,

Marseille

A próxima para foi a cidade de Marseille, que é uma das maiores da França e um grande centro portuário, contando com a presença de vários imigrantes. Por isso mesmo ela não é tão agradável quanto outras cidades menores da região, mas nós já sabíamos disso e a expectativa era mais usá-la como base para os nossos deslocamentos. Mesmo assim, achamos a cidade um pouco sinistra em algumas regiões e acabamos nos arrependendo de não ter escolhido uma outra cidade menor para pernoitar, mas pelo menos o hotel era muito bom!

Demos azar também, pois a principal região turística da cidade, que é Vieux Port, estava totalmente em obras, o que tirava toda a graça e charme de se caminhar por ali. Mesmo assim ainda era possível tirar algumas fotos interessantes e quantidade de barcos ancorados é impressionante!

Marseille - Vieux Port

Destaque também para os bonitos prédios da Bolsa de Valores e da Prefeitura.

Marseille - Bolsa de Valores

Bem ao lado do porto se encontra a Rue de La République, que é uma das principais do centro e onde se encontram todas as principais lojas. Se você gosta de fazer compras, vai encontrar as principais marcas, como Zara, Mango, Desigual, etc.. A rua também conta com muitas padarias, mercearias, bancos e outros comércios em geral. Se você vai dormir na cidade, é uma ótima região para ficar, pois tem tudo perto. Nosso hotel ficava nessa região e vou mencioná-lo mais abaixo.

Subindo um pouco a partir do região do porto se encontra a atração da cidade que eu considero imperdível: a Notre Dame de La Garde. Ela fica no alto de uma montanha com um visual fantástico de toda a cidade e o mar, justamente com objetivo de proteger todos os navegadores. O visual em si já vale a visita, mas o melhor fica por conta da própria igreja, que é belíssima! Seu interior é decorado por diversos mosaicos e vários quadros, que em conjunto com seus pilares listrados formam um agradável ambiente para se observar.

Marseille - Notre Dame de La Garde 1

Marseille - Notre Dame de La Garde 2

Marseille - Notre Dame de La Garde 3

Marseille - Notre Dame de La Garde 4

Marseille - Notre Dame de La Garde 5

Marseille - Notre Dame de La Garde 6

Como eu disse anteriormente, ficamos hospedados em um bom hotel na região do porto: o Hotel Adagio Marseille République. Esse hotel pertence a rede Accor e é uma ótima opção para quem viaja em família, já que seus quartos são grandes e espaçosos, incluindo uma cozinha completa, e cabe tranquilamente 4 pessoas. Gostamos muito de todas as instalações, pois eram bem novas e modernas. O café da manhã é pago a pare, mas não experimentamos, pois preferimos preparar nós mesmos na cozinha do apartamento com o que compramos na padaria e mercearia próximas, pois era mais gostoso e barato. Infelizmente o hotel não fornece um estacionamento, mas é bem fácil achar vaga nas ruas laterais, ou no estacionamento pago subterrâneo próximo. Foi nossa primeira experiência na rede e totalmente aprovada, portanto com certeza a procuraremos em outras cidades européias nas próximas viagens, já que nem sempre é fácil achar um bom hotel com quarto quádruplo na Europa.

Marseille - Hotel Adagio Republique

Marseille - Hotel Adagio Republique  - Quarto 1

Marseille - Hotel Adagio Republique  - Quarto 2

Marseille - Hotel Adagio Republique  - Quarto 3

Marseille - Hotel Adagio Republique  - Quarto 4

Marseille - Hotel Adagio Republique  - Banheiro

Para quem se hospeda em Marseille, uma das grandes vantagens são os trens rápidos TGV que partem da Gare Saint-Charles para diversos destinos na França. A viagem até Paris dura apenas 3 horas! Outras cidades na região também possuem estações com trens rápidos, como Aix-en-Provence e Avignon, sendo também ótimas opções logísticas.


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Nice: onde se hospedar
Nice: um passeio pela cidade
Nice: onde comer
Èze
Mônaco
Saint-Paul-de-Vence
Saint-Tropez
Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris
Strasburg
Restaurante em Strasburg

 
3 Comentários

Publicado por em Janeiro 10, 2013 em França, Marseille

 

Etiquetas: , , , , , ,

Saint-Tropez

Depois de ter visitado as redondezas de Nice partimos para oeste, mais precisamente para a cidadezinha de Saint-Tropez, que é um dos mais famosos balneários da região da Cotê d´Azur. Ela ficou conhecida mundialmente por ser um dos destinos preferidos de Brigitte Bardot, assim como nossa querida Búzios, e hoje é um dos destinos mais badalados pelo jetset internacional e de diversos milionários, por isso não espere encontrar muitas pechinchas.

Sua localização também não é das mais práticas em termos logísticos, já que fica longe da autoestrada, sendo necessário andar por um bom trecho por estradas mais secundárias. Se você for na alta temporada, como foi o nosso caso, provavelmente ainda vai pegar um bom tráfego de carros nas proximidades, tornando tudo mais demorado. Felizmente estacionar não é um problema, mesmo a cidade sendo pequena, já que existe um estacionamento público subterrâneo bem grande que suporta a forte demanda.

Saint Tropez - 01

Apesar de sua fama, admito que esperava bem mais da cidade e com certeza foi uma das decepções da viagem. Sinceramente, não acho que chegue aos pés de Búzios em termos de beleza, ganhando só no quesito dinheiro e luxúria. Suas ruas são um verdadeiro desfile de moda dos seus ricos frequentadores e as lojas tentam não ficar atrás, mas não achei as ruazinhas tão bonitas assim.

Saint Tropez - 02

A região do porto é a mais badalada e charmosa da cidade, sendo que o número de iates imensos ancorados em seu porto impressiona! É cada um mais luxuoso que o outro! Conta também com diversas lojas, bares e restaurantes mais interessantes, sendo um bom local para descansar e curti um pouco movimento, mas se prepare para pagar um pouco mais caro do que o normal. No canto do porto você tem uma bela visão do mar e da prática dos esportes aquáticos, mas nada de outro mundo.

Saint Tropez - 03

Saint Tropez - 04

Saint Tropez - 05

Saint Tropez - 06

Como disse, não foi uma cidade que nos encantou e acabamos ficando pouco tempo.


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Nice: onde se hospedar
Nice: um passeio pela cidade
Nice: onde comer
Èze
Mônaco
Saint-Paul-de-Vence
Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris
Strasburg
Restaurante em Strasburg

 
5 Comentários

Publicado por em Janeiro 8, 2013 em França, Saint Tropez

 

Etiquetas: , , , ,