RSS

Gent: uma cidade charmosa e vibrante

30 Nov

Depois de ter visitado Antuérpia, parti para a belíssima cidade de Gent, que fica somente a 50 minutos de distância, ou 30 minutos de Bruxelas. A passagem é barata (€ 9), os trens saem praticamente a cada meia hora e não tem lugar reservado, portanto é muito tranquilo chegar. Gent é uma cidade universitária muito movimentada e cheia de vida e, como vocês poderão visualizar nas fotos a seguir, é linda e imperdível! Foi a cidade que mais me encantou na Bélgica, junto com a sua vizinha Bruges. Aliás, a comparação entre as duas é inevitável, já que a arquitetura das construções e os canais, assim como os barquinhos, são bem similares e as duas são muito bonitas, mas as semelhanças param por aí. É que Bruges vive totalmente para o turismo e a cidade morre a noite, enquanto Gent é uma cidade universitária cheia de vida e moradores e tem um comércio super ativo, mesmo quando escurece. Sinceramente, não sei responder qual é mais interessante e se você me perguntasse qual eu escolheria para visitar, eu responderia: as duas. Minha única certeza é que Gent é a melhor cidade para passar se hospedar e passar a noite. A vantagem é que elas são muito próximas (25 minutos de distância), portanto dá para encaixá-las perfeitamente em qualquer roteiro pela Bélgica.

Gent - Sint Michielsbrug 1

Infelizmente a estação de trem não fica tão próxima do centro histórico, portanto o melhor é pegar o Tram 1, cujo ponto fica do lado esquerdo da estação, próximo a terminal de ônibus, bastando seguir as placas de sinalização. A passagem custa € 1,20 e você pode comprar seu bilhete em uma máquina no próprio ponto. O bom é que ele te deixa bem ao lado da Korenmarkt, que é a principal praça da cidade e ponto de partida para seu passeio. Para entender o roteiro que irei descrever a seguir e melhor se localizar na cidade, acompanhe por esse mapa:


Quando você finalmente desembarca, percebe que chegou a uma cidade especial e muito bonita! Não tem como não se encantar com a beleza das construções e a agitação dessa região! A Korenmarkt (A) é exatamente o centro disso tudo e vale passar um tempinho observando ao redor. Até o Mc Donald’s fica em uma prédio histórico e interessante!

Gent - Ponto do Tram

Gent - Rua do Centro

Gent - Korenmarkt

Gent - Prefeitura

Na própria praça fica a Igreja de São Nicolau (B), que é mais bonita por fora do que por dentro. A entrada é gratuita, mas se você tiver com o tempo apertado, a minha recomendação é seguir em frente, pois tem muita coisa interessante para visitar.

Gent - Igreja de Sao Nicolau 1

Gent - Igreja de Sao Nicolau 2

Caminhando em direção aos fundos da igreja pela rua dos bondes, a próxima atração é a bela torre Belfort (C) , que foi construída no século 14 para proteger a cidade e manter seus privilégios, já que se trata de uma construção bem alta. Hoje ela funciona mais como um museu e a entrada custa €5. Você sobe um trecho de escada, mas depois pode pegar um elevador até o último andar, que é a parte mais interessante, pois de lá você tem um belo visual de toda a cidade!

Gent - Belfort 1

Gent - Vista Belfort  2

Gent - Vista Belfort 1

Gent - Vista Belfort 3

Bem em frente fica a Catedral Saint Bavo (D), essa sim bonita por fora e por dentro. A visita vale a pena e a entrada é gratuita!

Gent - Catedral Saint Bavo 1

Gent - Catedral Saint Bavo 2

Gent - Catedral Saint Bavo 3

Gent - Catedral Saint Bavo 4

Voltando na direção da Korenmarkt, a próxima parada é a Ponte da rua Sint Michielsbrug (E) sobre o rio Leie, de onde você tem um belo visual da arquitetura das construções que acabou de visitar. No entanto, o principal motivo para visitar essa ponte é sem dúvida ver o visual do rio e das construções ao redor, além dos barquinhos que passam constantemente dando um charme especial. É muito bonito!

Gent - Sint Michielsbrug - Rio Leie

Mas não se limite a ponte e aproveite para caminhar pela beira do rio (F) e ver tudo mais de perto! Esse visual lembra muito Bruges, já que os barquinhos, os canais e a arquitetura das construções são muito similares.

Gent - Rio Leie 1

Gent - Bares no Rio Leie

Eu acabei não fazendo o passeio de barco, pois demora e tinha um tempo de espera, por isso resolvi que seria mais produtivo explorar a cidade a pé mesmo, já que não tinha tanto tempo assim. No entanto, se você for passar um dia inteiro na cidade, acho que vale muito a pena fazer o passeio e ouvir tudo que o guia tem a dizer, pois deve ser bem interessante.

Gent - Passeio de Barco 1

Gent - Passeio de Barco 2

Sugiro atravessar também a ponte da rua Hooiaard (G) para se surpreender com mais belos visuais e em seguida caminhar pela rua Jan Breydelstraat.

Gent - Rio Leie 2

Gent - Rio Leie 3

Gent - Rio Leie 4

Gent - Rua Jan Breydelstraat

Em seguida pegue a rua Rekelingestraat e atravesse o canal novamente para ver o belo Castelo Gravesteen (H). Já deu para reparar que é difícil ver alguma coisa feia nessa cidade, né?! 🙂 A entrada para visitar desse castelo medieval do século 12 custa €8. Tem algumas salas bem interessantes e amostras de armas e roupas utilizadas nas guerras. Além disso, do alto do castelo você consegue ter mais belos visuais da cidade, com a vantagem de que desse ponto também é possível ver os canais.

Gent - Castelo Gravesteen 1

Gent - Castelo Gravesteen 2

Gent - Castelo Gravesteen 4

Gent - Castelo Gravesteen 3

Gent - Castelo Gravesteen 5

Gent - Vista Castelo Gravesteen 1

Gent - Vista Castelo Gravesteen 2

A praça em frente ao castelo também é bonitinha e ainda conta com uma Oficina de Turismo da cidade.

Gent - Praça Castelo Gravesteen

Em seguida pegue a rua Kraanlei (I) para observar mais um belo canal. Esse é menos movimentado que os anteriores, mas muito bonito também. Gostei bastante e as bicicletas com o canal lembram muito Amsterdam!

Gent - Canal da Rua Kraanlei 3

Gent - Canal da Rua Kraanlei 2

Gent - Canal da Rua Kraanlei 1

Atravessando o canal novamente e caminhando um pouco em direção ao norte está a praça Vrijdagmarkt (J), que é a menos bonita, mas não menos interessante e cheia de jovens.

Gent - Praça Vrijdagmarkt

Bem atrás da praça está a igreja de Sint Jakobskerk (K), que acabei descobrindo por acaso, pois não constava de nenhum guia que eu consultei. Infelizmente estava fechada para visitação, mas sua fachada externa é bem interessante!

Gent - Igreja de Sint Jakobskerk

Na volta pegue as ruas Langemunt e Kortemunt (L) em direção a Korenmarkt, que é bem movimentada.

Gent - Rua Kortemunt

No entanto, se você deseja ver bastante movimento e ainda fazer umas comprinhas, o melhor local é a rua Veldstraat (M). Vale a pena passear por essa rua mesmo que você não vá fazer compras, mas é difícil as mulheres resistirem a tantas lojas conhecidas, como Zara, H&M, Esprit, além de outras tantas locais. Como a Bélgica não está muito barata, os preços não são tão camaradas como em outros países, mas mesmo assim dá para encontrar muitos itens bonitos e mais em conta do que no Brasil e as lojas ficam abertas até de noite. Apesar de parecer ser uma rua tipicamente de pedestres, também circulam trams por ali, portanto é importante ficar atento.

Gent - Rua Veldstraat 1

Gent - Rua Veldstraat 2

Depois de tanto caminhar, sugiro escolher um dos muitos bares e restaurantes espalhados pela cidade para tomar uma cervejinha belga e relaxar, pois ninguém é de ferro! Aliás, tome uma cerveja sempre que desejar, pois os preços delas aqui no Brasil são exorbitantes, portanto vale a pena aproveitar!

Gent - Cerveja Westmalle

Mesmo que você não esteja hospedado na cidade, como era o meu caso, sugiro deixar a noite chegar para ter a oportunidade de ver a cidade toda iluminada. Se de dia ela já era muito bonita, de noite então fica um espetáculo!

Gent - Korenmarkt 1 (Noite)

Gent - Korenmarkt 2 (Noite)

Gent - Korenmarkt 3 (Noite)

Gent - Canal(Noite)

Gent - Rio Leie 1 (Noite)

Gent - Rio Leie 2 (Noite)

Gent - Rio Leie 3 (Noite)

Gent - Rua Kortemunt (Noite)

Bem, apesar do cansaço do final do dia, saí de Gent com a certeza de que essa é a cidade que eu ficarei hospedado e usarei de base em uma próxima viagem à Bélgica, pois não tem como não se contagiar com a beleza e vibração da população jovem. Além disso, ela é bem central e fica a um pulo de Bruges, Bruxelas e Antuérpia.


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook



Leia também:

Bruxelas: um dia pela cidade
Bruxelas: a terra do chocolate e da cerveja
Bruxelas: onde comer
Bruges
Antuérpia

Anúncios
 
19 Comentários

Publicado por em Novembro 30, 2012 em Bélgica, Gent

 

Etiquetas: , , ,

19 responses to “Gent: uma cidade charmosa e vibrante

  1. Neusa

    Novembro 30, 2012 at 4:46 pm

    OI! Agora em setembro passei 3 dias em Gent e, confesso que não foram suficientes para curtir essa maravilhosa cidade como gostaria. Mas, como já tínhamos reserva em Annecy tivemos que partir. Mas, com certeza, se a idade deixar, ainda volto lá.

     
    • Alessandro A.

      Novembro 30, 2012 at 5:23 pm

      Oi Neusa,

      Se ficou com vontade de ficar mais tempo, imagina eu que fiquei só 1 dia! 🙂
      A cidade realmente é fantástica e não vejo a hora de voltar com mais calma.

      Abraços!

       
      • ricardo cassolatto

        Novembro 3, 2014 at 12:07 am

        seu blog respondeu minhas duvidas , muito bem descrito, gostei ! Parabens.

         
      • Alessandro Ayres

        Novembro 3, 2014 at 9:53 am

        Obrigado Ricardo e volte sempre!

         
  2. Mirella (@mikix10)

    Dezembro 6, 2012 at 1:00 pm

    AMEI o post!!!!!!!!!
    Como havia te dito, Gent é minha cidade favorita na Bélgica 🙂
    abs

     
    • Alessandro A.

      Dezembro 6, 2012 at 4:55 pm

      Valeu Mirella!! Eu também gostei muito da cidade e pretendo voltar!

       
  3. Renata

    Dezembro 6, 2012 at 8:14 pm

    Muito legal ter visto este post sobre esta linda cidade, onde estive durante uma semana em agosto de 2011, participando de um congresso. Tambem conheci Bruges e realmente concordo que Gent e muito legal e movimentada. Tive oportunidade de conhecer todos os pontos que vc mostrou no post e alguns museus. O museu que agora nao lembro o nome e que conta a historia da cidade e muito bonito e moderno; o legal foi ter chegado la pelo canal, fazia parte da programacao do congresso; tem uma pintura em varios quadros na igreja St Bavo que e bem interessante visitar e participei de uma festa, dentro do castelo medieval. Enfim, foi uma viagem muito interessante aliando trabalho e turismo.

     
    • Alessandro A.

      Dezembro 6, 2012 at 10:50 pm

      Valeu Renata! Sua viagem deve ter sido realmente sensacional!!!

       
  4. vera braccaioli

    Dezembro 27, 2012 at 12:06 am

    Alessandro, gostaria de sugestão de um roteiro . Vou passar o carnaval em Bruxelas e gostaria de conhecer amsterdã.

     
    • Alessandro A.

      Dezembro 27, 2012 at 11:40 am

      Vera,

      Todas as informações sobre a Bélgica e Holanda que eu conheço estão descritas nos posts, portanto basta ver o que você mais gosta para montar um roteiro, sempre atentando para os tempos de deslocamento.

      Abraços!

       
  5. Moacir

    Setembro 19, 2013 at 1:05 pm

    Olá Alessandro! Gosto demais do seu site. Vou estar em Londres em dezembro e estou avaliando fazer uma viagem de dois dias para conhecer Bruges e Gent. Minha ideia é sair de Londres pela manhã partindo para Bruges. Ficar lá durante o dia e a noite partir para Gent. Pernoitaria por lá e passaria o dia seguinte na cidade. No final do segundo dia voltaria para Londres. O que acha? Com relação ao transporte, vi que tem um trem direto de Londres para Bruges mas não sei como fazer para ir de Bruges para Gent e de Gent para Londres. Pode me ajudar? Obrigado.

     
    • Alessandro A.

      Setembro 19, 2013 at 6:52 pm

      Oi Moacir,

      Achei o roteiro bom, já que as duas cidades são pequenas e dá para curtir em 1 dia mesmo. Pernoitar em Gent é melhor do que Bruges também, devido ao movimento. Para ir de Bruges a Gent é muito fácil, pois tem trem de hora em hora e leva menos de meia hora. Dá uma olhada nos horários no site da companhia belga de trens: http://www.belgianrail.be/en/Default.aspx

      Abraços!

       
  6. Abdul razaque

    Março 16, 2014 at 6:38 pm

    uma bela cidade que tanto gosto por estar a trabalhar lá

     
  7. Pedro Feilke

    Julho 20, 2014 at 11:40 am

    Alessandro, tudo bem?

    Vou para Belgica em outubro, dia 21 saio de manha cedo de Bruxelas. Minha intencao e ficar em Gent, mas quero conhecer Bruges tambem e so tenho um dia. De qualquer forma, quero ficar hospedado em Gent, mas o check in eh a partir das 15h. Voce acha que vale a pena parar em Gent, largar as malas no deposito do hostel, e depois partir para Bruges e retornar depois para Gent, ou vou direto de Bruxelas para Bruges, largo as malas na estacao e depois retorno de Bruges para Gent? Parabens pelo blog! Abs!!

     
    • Alessandro Ayres

      Julho 20, 2014 at 3:31 pm

      Oi Pedro,

      Se você só tem esse dia, eu não recomendo fazer as duas cidades, pois será correria, mas é uma decisão pessoal. Não ficou claro se você ainda terá outro dia por lá depois de dormir em Gent. Caso você queira fazer o roteiro mencionado, então eu acharia melhor ir com a mala até Bruges mesmo, pois senão vai perder mais tempo ainda parando em Gent antes e seu tempo já é escasso.

      Abraços!

       
  8. Debora

    Julho 28, 2014 at 7:10 pm

    Boa noite Alessandro!!! Eu e o meu marido vamos pra Ghent em novembro 2014. Poderia nos dar dicas de hospedagem baratinhas??? rsrs…somos viajantes experientes e pode ser ate longe da cidade. Agradeco a atencao.

     
    • Alessandro Ayres

      Julho 28, 2014 at 7:17 pm

      Oi Debora,

      Infelizmente não fiquei hospedado na cidade, pois a conheci por meio de um bate-volta a partir de Bruxelas. Sendo assim, não tenho nenhuma dica interessante.

      Abraços!

       
  9. Maria

    Janeiro 8, 2015 at 11:04 am

    Bom dia Alessandro, amei o seu roteiro na Bélgica. Preciso de uma sugestão sua: em abril vamos viajar de Amsterdam para Gent e estou em dúvida para onde comprar a passagem de trem se para Gent direto ou se preciso fazer baldeação em Antuérpia ou Bruxelas e se for preciso qual das duas cidades é mais central?

     
    • Alessandro Ayres

      Janeiro 8, 2015 at 12:14 pm

      Oi Maria,

      Acho que não existe trem direto, mas o site das companhias férreas holandesas e belgas podem te informar melhor. Lá eles irão te informar também todas as opções de baldeação e os tempos de viagem, portanto veja o que é mais rápido e se adeque melhor aos seus horários desejados. Nem sempre o caminho mais curto é o mais rápido, pois os tempos de baldeação são diferentes e a velocidade dos trens em alguns trechos também. Alguns trem param muito também, o que acaba atrasando a viagem, por esse motivo o ideal é sempre se basear pelo tempo total de viagem.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: