RSS

Bariloche: Cerro Otto

05 Ago

Depois de dar uma volta pelo centro da cidade, o primeiro passeio que nos aventuramos foi o Cerro Otto. Todas as montanhas ao redor da cidade são chamadas de Cerro e o Otto é o mais próximo de todos e o mais fácil de chegar. Outra vantagem é que ele não toma muito tempo e pode ser facilmente combinado com outros passeios. No nosso caso, passeamos pelo centro pela manhã, como você pode ler nesse post, e depois visitamos o Cerro Otto pela tarde, o que foi bem tranquilo.

O bom desse passeio é que você não precisa de carro ou táxi, pois existe um ônibus gratuito que sai da esquina da Mitre com Villegas e te leva em 15 minutos até a porta do teleférico. Essa é uma das vantagens de se hospedar no centro. Se alguém tentar te vender esse passeio, não aceite, pois você pode fazer tudo por conta própria com esse ônibus gratuito e os guias costumam cobrar o dobro do preço que você vai gastar sozinho. Existe ainda um quiosque nessa mesma esquina informando os horários dos ônibus e vendendo o bilhete para o teleférico, o que eu recomendo comprar, pois assim você já chega lá com o bilhete em mãos e não precisa pegar fila. Em junho de 2014 o bilhete custava 130 pesos para adultos e 80 pesos para crianças.

Bariloche Cerro Otto Teleférico

Bariloche Cerro Otto Teleférico

O teleférico é bem conservado e todo fechado. Cabem até 4 pessoas e a viagem até o topo é bem tranquila, levando em torno de 15 minutos. À medida que você vai subindo vai se aproximando da neve no topo da montanha e vai tendo um visual bacana da paisagem ao redor, mas não precisa se preocupar pois você vai conseguir ver tudo com calma lá em cima.

Bariloche Cerro Otto Teleférico

Bariloche Cerro Otto Teleférico

Chegando lá em cima você terá algumas opções. A primeira delas é ir ao deck de observação externo para apreciar a bela vista ao redor, com todas as montanhas nevadas e lago Nahuel Huapi ao fundo. O visual é fantástico e muito mais bonito ao vivo do que as fotos que já tínhamos visto antes da viagem. Realmente você tem que ver com seus próprios olhos para ter noção da beleza e a partir daí já tínhamos certeza que a viagem ia ser inesquecível! No entanto, esse visual perde em relação aos Cerros Campanário e Catedral que vou mencionar mais a frente. Como foi o primeiro Cerro que subimos, ficamos encantados e foi ótimo termos optado por ele primeiro, já que se tivéssemos visto os outros antes talvez ele tivesse perdido um pouco da graça. Isso não quer dizer que não valha a pena, muito pelo contrário, já que todos os visuais de Bariloche são de cair o queixo!

Bariloche Cerro Otto

Bariloche Cerro Otto

Bariloche Cerro Otto

Bariloche Cerro Otto

Bariloche Cerro Otto

Como já tinha nevado bastante nas semanas anteriores, no deck já existia bastante neve, o que fez a festa do meu filho. Foi o primeiro contato dele com a neve, então ele estava doido para pegar e fazer uma guerra de bola de neve. Curtimos bastante o visual, mas também passamos um bom tempo brincando na neve!

Para quem deseja tirar uma foto com os famosos cães São Bernardo, existe essa opção também no Cerro Otto, só que paga a parte.

Bariloche_Cerro_Otto_Sao_Bernardo

Apesar de o foco principal ser o visual, no Cerro Otto também é possível fazer um pouco de esquibunda. Existem algumas pistas pequenas para aproveitar e ao final da descida você pode pegar um trenzinho para subir. A atividade também é paga a parte e você ganha o direito a 3 descidas. Esse é um detalhe importante para quem pretende fazer essa visita, pois a roupa de neve só é necessária para quem vai fazer esquibunda, pois caso contrário uma boa roupa para frio já é suficiente para curtir o passeio, já que seu contato com a neve é pequeno e basta ter uma boa luva impermeável para poder brincar. Portanto sugiro pensar nisso antes de subir, pois pode fazer uma boa diferença.

Bariloche_Cerro_Otto_Esquibunda

Bariloche_Cerro_Otto_Esquibunda

Bariloche_Cerro_Otto

Para encerrar o passeio, fomos comer no famoso restaurante giratório. Eu já não tinha muita expectativa, pois já sabia que era extremamente turístico e todos os comentários eram de que a comida era simples. A qualidade da comida realmente é bem regular e o atendimento é péssimo, pois são muitos poucos atendentes e você espera muito, portanto não pode ir com pressa. Vale só pelo visual e o fato original de ser giratório!

Bariloche Cerro Otto Restaurante

Bariloche Cerro Otto Restaurante

Bariloche Cerro Otto Restaurante

Ao final, pegamos o teleférico e volta e depois novamente o ônibus gratuito até o centro, portanto passeio muito bonito, barato e tranquilo de ser feito.

Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook

Leia também:

Bariloche: onde se hospedar
Bariloche: um passeio pelo Centro
O que fazer em Buenos Aires – Centro
O que fazer em Buenos Aires – Outras regiões
Buenos Aires: Um show de tango
Buenos Aires: Onde comer
Buenos Aires com crianças

Anúncios
 
8 Comentários

Publicado por em Agosto 5, 2014 em Argentina, Bariloche

 

Etiquetas: ,

8 responses to “Bariloche: Cerro Otto

  1. Claudia Cosentino

    Agosto 6, 2014 at 9:02 am

    Ótimas dicas! Não tinha lido dicas com essa clareza sobre o Cerro Otto em lugar nenhum! Sou fã do seu blog!

     
    • Alessandro Ayres

      Agosto 6, 2014 at 9:47 am

      Obrigado Claudia!!! 🙂

       
    • silvia

      Junho 13, 2017 at 3:59 pm

      Eu também sou fã! Adoro! Na medida da minha família!

       
  2. camila costa

    Agosto 6, 2014 at 10:24 am

    bariloche é incrível mesmo! lindas fotos parabéns!

     
  3. Rose

    Abril 18, 2016 at 7:45 am

    FBoa trade.
    Vou com Pessoas que nāo andam de teleférico.
    Para usar a pista de treinamento tem que subir de teleférico?
    Tem algum passeio na neve para fazer na base cerro catedral?

     
    • Alessandro Ayres

      Abril 18, 2016 at 10:31 am

      Oi Rose,

      Quando eu fui a estação ainda não estava aberta para a temporada de esqui, mas tem uma pista na base sim, mas é mais sem graça. Não sei as opções disponíveis na base durante a temporada, mas imagino que não sejam muitas.

      Abraços!

       
  4. Silvia

    Junho 13, 2017 at 4:01 pm

    Oi, Alessandro. Dá para fazer só um lanche rápido nesse restaurante giratório, tipo um chocolate quente? Ou só dá para fazer refeições mais completas?
    Obrigada, estou sempre seguindo teu blog porque se ajusta bem demais à minha família.

     
    • Alessandro Ayres

      Junho 13, 2017 at 5:34 pm

      Oi Silvia,

      Pelo que eu me lembre você pode até pedir algo mais simples e rápido, o problema é que não existe um balcão e você é obrigado a se sentar em uma mesa para ser atendido. Só o tempo para esperar por uma mesa (quase sempre muito cheio) e depois para o garçom te atender já demora um bocado, portanto não é um local que você gastará pouco tempo.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: