RSS

Arquivo da Categoria: Grécia

Santorini – Oia

Oia, também conhecida como Ia pelos nativos, é o local de Santorini mais agradável e charmoso para se passear. Depois de anos vendo aquelas fotos maravilhosas de Santorini com casinhas brancas debruçada na encosta, igrejas brancas com cúpula azul e um visual fantástico, foi uma prazer poder finalmente curtir isso tudo ao vivo. Melhor ainda, descobrir que é tudo muito mais bonito do que nas fotos! Oia é uma experiência única e portanto diferente de qualquer lugar do mundo que você já tenha conhecido.

Apesar do calor, andar pela rua Odos Nikolaos Nomikos é uma das experiências mais legais de Oia. Não só pela beleza da rua e de seus restaurantes e lojas, mas principalmente porque a cada passo você se depara com um visual mais maravilhoso que o anterior. É muito difícil decidir qual a paisagem mais bonita, então você acaba tirando foto de tudo. E haja espaço na memória para tanta foto! 🙂 Você fica tão deslumbrado e quer tirar tanta foto, que a bateria da minha máquina nunca acabou tão rápido!

Rua Odos

Rua Odos Nikolaos Nomikos

Vista de Oia

Vista de Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia


O melhor mesmo é ficar perambulando por Oia sem destino ou obrigações, aproveitando cada cantinho da vila. Oia é um lugar para se conhecer sem pressa. Não fique com preguiça de entrar por ruelas ou escadas escondidas, pois você pode descobrir paisagens maravilhosas que não vistas da rua principal. Essas descobertas são muito empolgantes e mesmo depois de 2 dias em Oia, sabíamos que ainda existiam esconderijos a serem descobertos. A vila não é muito grande e dá para conhecer tudo a pé, mas prepare as pernas para as escadas e subidas. Para se planejar melhor e não ficar perdido, veja o mapa da SkyMap3D, que támbém pode ser obtido gratuitamente em alguns pontos de Santorini.

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia

Oia


A única atração obrigatória é o seu famoso pôr-do-sol. Oia é considerada o melhor local de Santorini para se acompanhar esse espetáculo da natureza e você deve caminhar até o extremo oeste da vila, onde ficam os melhores locais de observação. O único problema é que todos os turistas se concentram nesse local desde cedo a procura do melhor visual. O espetáculo acontecia por volta das 20:45h, mas desde as 18:30h já tinha turista aguardando.

Turistas observando o pôr-do-sol

Turistas observando o pôr-do-sol


Sinceramente não recomendo ficar aguardando tanto tempo, pois o calor é escaldante. Cheguei uma meia hora antes nos 2 dias e não tive problemas, sendo que em cada dia procurei um lugar diferente. Além das mudanças das cores do sol, o que torna mais interessante e bonito o espetáculo é o reflexo dessa mudança nas construções. As casas brancas ficam inicialmente amareladas e depois começam a adquirir um tom vermelho que torna tudo mais bonito. O sol não se põe efetivamente no mar, como eu esperava, já que existe uma ilha ao fundo que impede isso (acho que é Ios). Isso é um pouco decepcionante, mas o conjunto da obra vale a pena!

Pôr-do-sol em Oia

Pôr-do-sol em Oia

Pôr-do-sol em Oia

Pôr-do-sol em Oia

Pôr-do-sol em Oia

Pôr-do-sol em Oia

Pôr-do-sol

Pôr-do-sol

Pôr-do-sol

Pôr-do-sol

Pôr-do-sol

Pôr-do-sol


Uma dica para quando bater a sede enquanto você espera o pôr-do-sol é procurar os mercadinhos e fugir dos bares. A diferença de preço da cerveja ou água é astronômica. Você vai notar também que os mercadinhos nesse lado de Oia são um pouco mais caros, provavelmente inflacionados pelo pôr-do-sol e pelos hotéis mais caros.

A noite em Oia também é outro espetáculo. A cidade fica toda iluminada e é muito legal observar o contraste das casas e piscinas com o mar escuro. Ainda demos a sorte de pegar a lua cheia e tempo bom. Pena que a máquina fotográfica não consegue registrar tão fielmente a beleza desse cenário!

Noite em Oia

Noite em Oia

Noite em OiaNoite em Oia

No próximo post falarei mais sobre Fira e os outros passeios na ilha.

Outros posts da viagem a Grécia:
Grécia: Agências de Viagem
Grécia: Como chegar nas ilhas
Chegando a Atenas
Atenas – Passeando pela história
Atenas – Museu da Acrópole
Atenas – Estádio Olímpico
Atenas – Outros passeios
Restaurantes em Atenas
Chegando a Mykonos
Mykonos – As praias do sudoeste
Mykonos – As praias do norte
Mykonos – Chora
Chegando a Santorini
Santorini – Fira e outros passeios
Restaurantes em Santorini

 
22 Comentários

Publicado por em Agosto 21, 2009 em Grécia, Santorini

 

Etiquetas: , ,

Chegando a Santorini

Depois da excelente passagem por Mykonos, chegou o momento de embarcarmos rumo a Santorini, que era um dos destinos mais esperados da nossa viagem. Ao contrário da maioria, resolvemos pegar um avião entre as duas ilhas através da Sky Express, que é uma companhia aérea pequena de Creta e que faz vários voos entre as ilhas gregas. O principal atrativo é que o voo só dura 20 minutos, comparado com as 3:30h de barco, mas custa um pouco mais caro: €85 por pessoa. O avião é pequeno, mas não voa muito alto, portanto não dá muito medo não.

Avião da Sky Express

Avião da Sky Express


Aliás, não deu nem tempo de ter medo, pois alguns minutos após a decolagem você já começa a se preparar para o pouso e o visual lá de cima é tão bonito que você não sente nada. Chegaram até a oferecer uma bebidinha, mas é tão rápido que todos os passageiros recusaram. A economia de tempo valeu a pena e recomendo a experiência.

Como não tínhamos um translado do hotel, tivemos que pegar um táxi no aeroporto. Ele fica na parte leste da ilha, não muito longe de Fira, mas longe de Oia (noroeste), que era o nosso destino final. Os táxis são bastante modernos (só Mercedes) e pagamos €25 por um trajeto de vinte e cinco minutos.

Mapa Santorini ( www.santorini-greece.biz)

Mapa de Santorini ( http://www.santorini-greece.biz)


Escolhemos ficar em Oia devido a diversas indicações, e não nos arrependemos. As principais dicas conseguimos nos blogs do Ricardo Freire, Emília, Patrícia, Luisa e de algumas revistas de viagem. Achamos Oia muito mais bonita e charmosa do que Fira, sendo portanto mais indicada para se hospedar. É lá que são tiradas aquelas fotos das revistas de viagem que estamos acostumados a ver e onde estão os hotéis mais charmosos e intimistas da ilha. O caminho do aeroporto não é muito bonito, mas quando você chega em Oia e tem aquele primeiro impacto com aquelas casas e igrejas brancas debruçadas na encosta, junto com aquele visual do mar Egeu e da caldeira ao fundo, você realmente perde o fôlego e fica paralisado com tanta beleza. Nós já tínhamos uma expectativa alta, mas superou de longe!

Vista de Oia

Vista de Oia

Vista de Oia

Vista de Oia


Já sabíamos que iríamos pagar caro pelo hotel e estávamos dispostos a investir em prol da qualidade, já que não é todo dia que você pode estar em um local tão romântico. Além disso, uma parte do passeio em Santorini é justamente aproveitar o hotel e ficar sem fazer nada curtindo o visual, portanto o hotel é um ótimo investimento. Queríamos também um hotel estilo caverna, muito comum em Oia, e acabamos escolhendo o Filotera Villas, pois tinha o melhor custo x benefício. Fizemos a reserva diretamente pelo site do hotel (através de email) e ainda conseguimos um desconto para inacreditáveis €150 a diária para um “small cave house”. Pode parecer caro a primeira vista, mas um hotel com essa mesma qualidade em Oia na alta temporada custa em média mais de €250. Veja as fotos e depois diga se não foi uma pechincha!

Recepção do hotel

Recepção do Hotel

Visual do hotel

Visual do hotel

Piscina

Piscina

Varanda

Varanda

QuartoIMG_3822

IMG_3821IMG_3830

O hotel é bem pequeno (se não me engano são somente 7 quartos) e não tem café da manhã, mas é muito confortável e elegante e o Sr. Nikolas é muito simpático. O café não é um problema, pois existem diversos mercadinhos próximos vendendo o que você desejar e o quarto é bem equipado com uma mini cozinha com frigobar, pratos e talheres. Basta você preparar o café e seguir para a mesinha na varanda, que garanto será uma das melhores experiências do dia.

O calor em Santorini também foi o mais forte que pegamos, pois parecia uma estufa e não corria nenhum vento. Não sei se é normal, mas era insurpotável ficar muito tempo andando pelas ruas com o sol batendo na cabeça. Por isso dedicávamos um bom pedaço da tarde para curtir a piscina do hotel e só saíamos para passear quando o sol estava mais fraco.

Piscina do hotel

Piscina do hotel

Piscina do hotel

Piscina do hotel


Como chegamos a tarde na ilha, foi isso que fizemos no primeiro dia antes de curtir um pouco Oia e o seu famoso pôr-do-sol, mas isso é assunto para outro post.

Outros posts da viagem a Grécia:
Grécia: Agências de Viagem
Grécia: Como chegar nas ilhas
Chegando a Atenas
Atenas – Passeando pela história
Atenas – Museu da Acrópole
Atenas – Estádio Olímpico
Atenas – Outros passeios
Restaurantes em Atenas
Chegando a Mykonos
Mykonos – As praias do sudoeste
Mykonos – As praias do norte
Mykonos – Chora
Santorini – Oia
Santorini – Fira e outros passeios
Restaurantes em Santorini

 
34 Comentários

Publicado por em Agosto 19, 2009 em Grécia, Santorini

 

Etiquetas: , , , , ,

Mykonos – Chora

Vista de Chora

Vista de Chora

Vista de Chora

Vista de Chora


A vila de Chora fica no centro-oeste da ilha de Mykonos e representa bem aquela imagem que temos da Grécia (pelo menos a que eu tinha 🙂 ): casinhas e igrejas brancas, moinhos, ruas estreitas de pedras e muitas lojas e restaurantes. É um verdadeiro labirinto caminhar pelas suas ruelas e um mapa é essencial para não se perder. Tá certo que é até gostoso se perder e caminhar sem destino ou obrigação, mas pelo menos use o mapa para conseguir voltar para o seu hotel ou estacionamento. Também é importante se planejar para não ficar dando volta em círculos e conseguir conhecer o máximo da vila, pois cada ruazinha proporciona uma descoberta nova. Para os que são fanáticos por mapa como eu, no início você fica meio perdido e não adianta ficar muito preocupado, pois você acaba se achando alguma hora.

O mapa obtido gratuitamente no aeroporto também pode ser visualizado online no site da SkyMap3D. Além do mapa das ruas, ele também indica uma série de lojas e restaurantes, facilitando a identificação durante o deslocamento. Na home da SkyMap3D, você pode ainda obter mapas de outras cidades e ilhas. Como na vila só é permitida a circulação de pedestres, se você estiver de moto ou carro o melhor local para estacionar é na rua Agiou Ioannou, que circula a cidade, nas esquinas com as ruas Odos Agiou Louka (Sul) ou Polikandrioti (Norte). Desses pontos você caminha até o centro de Chora e não é muito longe.

Rua de Chora

Rua de Chora

Rua de Chora

Rua de Chora

Rua de Chora

Rua de Chora

Para poder bater perna livremente pela vila tranquilamente, procuramos primeiro conhecer os principais pontos turísticos, que ficam basicamente concentrados junto ao mar. Primeiramente visitamos o Moinhos e Little Venice, que são praticamente vizinhos. Esse último é formado por uma séria de bares e restaurantes debruçados no mar, mas achei a maioria caro e turístico.

Moinhos

Moinhos

Little Venice

Little Venice


Em seguida fomos até a famosa igreja Panagia Paraportiani, que é toda branca e bem bonita para tirar fotos.

Igreja

Igreja Panagia Paraportiani


Aproveitamos o fim do dia para observar também o pôr-do-sol, que apesar de não ser tão bonito quanto o de Santorini, também valeu a pena.

Pôr-do-sol

Pôr-do-sol


Durante as duas noites em que passamos em Mykonos, jantamos na vila. As refeições não foram memoráveis, mas de qualquer forma vou passar as minhas impressões.

Na primeira noite jantamos na Taverna Nikos, que é bem conhecido e fica lotada de turistas. A taverna é grande e tem bastante mesas, principalmente do lado de fora, o que é bem agradável. No entanto, o serviço é ruim e existem poucos garçons para a quantidade de mesas. A comida foi apenas razoável e pagamos €45.

Taverna Nikos

Taverna Nikos


Na segunda noite jantamos no Barkia Pasta, um restaurante de massa que havíamos visto anteriormente e que parecia bom. O restaurante é bonito e as mesinhas na rua são realmente agradáveis, no entanto a comida deixou a desejar. Os pratos têm uma apresentação bonita, que foi o que havia nos chamado a atenção, mas o sabor foi regular. Além disso, o prato de ravióli é muito pequeno (vide foto) e mesmo quem come pouco fica com fome. Comemos um espaguete com camarão e um ravióli aos 4 queijos e pagamos €45.

Restaurante Barkia Pasta

Restaurante Barkia Pasta

Espaguete com camarão

espaguete com camarão

Ravioli aos 4 queijos

Ravióli aos 4 queijos


Outros posts da viagem a Grécia:
Grécia: Agências de Viagem
Grécia: Como chegar nas ilhas
Chegando a Atenas
Atenas – Passeando pela história
Atenas – Museu da Acrópole
Atenas – Estádio Olímpico
Atenas – Outros passeios
Restaurantes em Atenas
Chegando a Mykonos
Mykonos – As praias do sudoeste
Mykonos – As praias do norte
Chegando a Santorini
Santorini – Oia
Santorini – Fira e outros passeios
Restaurantes em Santorini

 
9 Comentários

Publicado por em Agosto 14, 2009 em Grécia, Mykonos, Restaurantes

 

Etiquetas: , , ,