RSS

Florença

03 Jan

Como você já deve estar cansado de saber, Florença é realmente uma cidade linda e cheia de cultura, com muito a oferecer ao turista. Nós já a conhecíamos, portanto, assim como fizemos em Roma, reservamos apenas 1 dia para voltar nas principais atrações e dar uma pequena volta pela cidade. Se você for pela primeira vez, reserve pelo menos 2 dias, pois 1 dia é pouco. Eu vou comentar aqui sobre os pontos que visitamos nessa viagem, mas também vou mencionar outros importantes, portanto não se assustem achando que fizemos tudo isso em 1 dia! 🙂


Ficamos hospedados no Hotel Universo, que é um excelente hotel design localizado na Piazza Santa Maria Novella, bem próximo das principais atrações e da estação de trem central, o que é uma boa opção para quem viaja de trem, ou vai fazer muito bate-volta com esse meio de transporte. O quarto quádruplo é ótimo, bonito e limpo, e o café da manhã já incluso na diária é bom também, mas nada de excepcional. O quarto tinha uma bela vista para a praça, mais infelizmente eu esqueci de tirar uma foto! 😦 Foi um excelente achado pelo preço que pagamos e gostamos muito!


Para ajudar na localização, segue um mapa com o roteiro que vou descrever, lembrando sempre que não recomendo fazê-lo em 1 dia só, já que seria uma verdadeira maratona e mesmo assim você teria que abrir mão de alguma coisa.


Devido a localização do hotel, nossa primeira parada foi na Igreja de Santa Maria Novella (A), com uma fachada muito bonita. Não entramos, pois tinha que pagar, a fila era razoável e o nosso tempo era curto, portanto priorizamos outras atrações. Alías, esse é um ponto chato de Florença, pois você tem que pagar para entrar em quase todas as igrejas!


Seguindo umas três quadras pela Via dei Banchi, você chega na Piazza del Duomo (B) e se depara com a principal atração e um dos pontos mais cheios da cidade. O Duomo e seu Batistério são referências e posso afirmar que sua fama é merecida. A arquitetura da estrutura externa do Duomo é impressionante e muito bonita! A fachada toda em verde em branco é bem original e chama a atenção! Apesar da beleza externa, o Duomo não me impressionou tanto por dentro, mas mesmo assim vale a visita. Em compensação, o Batistério com sua estrutura bem menor, é fascinante por dentro e por fora. Na parte externa ele conta com as famosas portas de bronze, esculpidas nos séculos XIV e XV por diversos artistas renomados da época. A mais famosa é a porta leste, esculpida por Lorenzo Ghiberti e composta por 10 painéis que retratam cenas do velho testamento. As portas são tão bonitas, que até Michelangelo se referiu a elas como as “Portas do Paraíso”. Mas não são só as portas que impressionam não, pois o interior também é lindo! Apesar da fila e do preço, definitivamente vale a visita!

Batistério


O próximo passo é percorrer a Via dei Calzaioli (C), que é uma das principais ruas comerciais e turísticas da cidade, já que liga a Piazza Duomo a Piazza della Signora (D). Essa última é outro espetáculo, com suas estátuas famosas e grandiosas, parece até que você está em um museu a céu aberto! É nesse ponto que você percebe que a cidade respira arte!

Via dei Calzaioli

Piazza della Signora e Palazzo Vechio

Piazza della Signora

Piazza della Signora


Em um dos lados dessa praça se encontra o também famoso Palazzo Vecchio (E), que é hoje a prefeitura da cidade e também um museu com obras de diversos artistas famosos, como Michelangelo e Vasari (olha ele aí de novo!). Esse importante palácio já foi sede de diversos magistrados da cidade e até do governo nacional, no breve período em que Florença foi a capital do Reino da Itália. O palácio é muito bonito por dentro e por fora!


Logo em seguida, colada no Palazzo Vecchio, fica a Galleria degli Uffizi (F). Esse bonito prédio em formato U é considerado o segundo maior museu do mundo, só perdendo em tamanho e importância para o Louvre em Paris. Ele conta com obras de artistas renomados, como Leonardo da Vinci, Rafael, Michelangelo, Botiicelli, entre outros. Funciona de terça a domingo de 8:30hs as 19:00hs e a entrada, que custa €9,45, pode ser comprada online no site oficial.


Saindo do museu em direção ao rio Arno, chegamos em um dos cartões postais mais conhecidos da cidade, a Ponte Vecchio (G). É uma ponte bem diferente das que estamos acostumados a ver, pois ela é toda coberta com construções bem antigas e que funcionam até hoje como lojas de artigos de ouro. Atravessá-la é uma experiência interessante!


Do outro lado do rio Arno você chegará no Palazzo Pitti (H), um palácio renascentista que já foi a residência da família Médici, apesar de ter sido construído para o banqueiro Lucca Pitti. O palácio realmente impressiona pelo luxo de seus aposentos e grandiosidade de seus jardins, sendo mais uma visita imperdível!

Palazzo Pitti (foto: http://www.florencephotos.com)


Andando um pouco mais, ou pegando um ônibus, você chega na Piazzale Michelangelo (I), que fica no alto e tem uma bela vista da cidade.

Piazzale Michelangelo (foto: http://www.sapdesignguild.org)


Voltando ao centro e atravessando o rio novamente, você pode seguir até a Piazza di Santa Croce (J), onde se encontra a Basílica de Santa Croce, famosa por abrigar os restos mortais de Michelangelo, Maquiavel e Galileu. Aqui também você tem que pagar para entrar.


Bem, depois dessa volta cansativa pela cidade, chegou a hora de descansar e comer uma bela refeição. No próximo post eu dou uma dica de um restaurante tradicional em Florença. Até lá!


Leia também:

Chegando a Roma
Um dia em Roma

 
30 Comentários

Publicado por em Janeiro 3, 2011 em Florença, Itália

 

Etiquetas: , , ,

30 responses to “Florença

  1. Lu Malheiros

    Janeiro 4, 2011 at 1:01 am

    Alessandro,
    Passei para desejar um maravilhoso 2011 para você e sua família!
    Tudo de bom, sempre!
    Abraços,

     
  2. Mari Campos

    Janeiro 4, 2011 at 10:17 am

    Que delicia vir aqui matar um pouquinho as saudades! Florença ocupa um lugarzaço no meu coração! Já tinha me encantado pela cidade na primeira visita e, depois de “morar” nela por mais de um mês na segunda visita, me apaixonei perdidamente. Delícia começar o ano revendo tantos cantinhos queridos nessas fotos.
    Feliz, feliz, feliz 2011 pra vcs!

     
  3. Valéria V.

    Janeiro 4, 2011 at 11:01 am

    Oi Alessandro!
    Florença é liiinda! Fiquei apaixonada. Fiz um percurso parecido com esse, não atravessei o Arno. Fica para a próxima se Deus quiser! Tive porém uma experiência excepcional, fui ao topo da Santa Maria Del Fiore e ver os afrescos da cúpula da Duomo de perto é maravilhoooso! São mais de 400 degraus em uma escadaria estreita, mas valeu. A vista então nem se fala. Tem uma foto no meu post PAISAGENS VISTAS DO ALTO.

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 4, 2011 at 12:29 pm

      Oi Valéria,

      Gostei dessa sua experiência de subir ao topo do Duomo. Não conhecia e deve ser realmente maravilhoso! Agora já tenho um motivo para voltar a Florença! 🙂

      Abraços!

       
  4. Liana

    Janeiro 4, 2011 at 6:15 pm

    ai florenca eh mto linda!!!! que saudade!!

     
  5. Cintia

    Janeiro 4, 2011 at 6:22 pm

    Olá Alessandro.
    Falta pouco para ler todos os seus posts. Mas, chego lá.
    Estou pensando em ir para a Itália neste ano e estou amando mais ainda as suas dicas. E, por favor, não esqueça de fazer um resumo total das despesas. Item muito importante para nós. Aliás, para visitar a Itália é importante saber o italiano? Ou somente com o inglês podemos nos virar? E o português?
    Mais uma vez parabéns!
    Beijos.

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 4, 2011 at 7:36 pm

      Oi Cintia,

      Ainda bem que você está gostando!
      Você pode se virar tranquilamente com inglês na Itália, assim como em quase toda a Europa. Alguns italianos não falam inglês, mas o italiano tem muitas palavras parecidas com o português, portanto dá para se virar. Se você fala inglês, vá tranquila.

      Abraços!

       
  6. João.

    Maio 1, 2011 at 10:32 pm

    Alessandro,
    em Florença visitamos a Academia para ver o Davi do Michelangelo, mas os 4 Prisioneiros querendo sair da pedra, também dele, foi o que nos prendeu a atenção.
    Fomos conferir a indicação da Mari Campos – Trattoria Ponte Vecchio (na lungarno entre a ponte e o Uffizi) e não nos arrependemos. Vale a dica!
    A ampla vista da cidade desde a Piazzale Michelangelo é fantástica. Vale a cansativa subida a pé até o topo!
    Na Basilica Santa Maria Novella o Crucifixo de Giotto suspenso mais ou menos no meio da nave principal é simplesmente lindo.
    Grato, abs.

     
  7. Regina

    Fevereiro 10, 2012 at 1:26 pm

    Oi, Alessandro! Você ficou somente duas noites em Florença? Foi o suficiente para conhecer tudo (do essencial)?
    Obrigada.
    Abraço,
    Regina

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 10, 2012 at 2:55 pm

      Oi Regina,

      Foi pouco. Fiquei somente duas noites, pois já conhecia a cidade de outra viagem, portanto recomendo pelo menos umas 3 noites. Se você for fazer algum bate-volta, então adicione mais noites.

      Abraços!

       
  8. Claudia Caiado

    Maio 26, 2013 at 1:27 am

    Ola Alessandro, parabéns pelo seu blog e por sua disponibilidade.Meu marido e eu, juntamente com nosso filho de 8 anos, vamos para Itália em janeiro de 2014, onde ficaremos por 15 dias, chegando e voltando por Roma. Chegaremos num sábado e a princípio, meu marido gostaria de ficar até quarta, para a missa com o papa.Confesso estar um pouco perdida com o roteiro, pois além de Roma, gostaríamos de conhecer Florença,Veneza, Piza,Milão e Assis.Ficando 5 noites em Roma , não sei se o tempo ficará muito apertado para as outras cidades ou se conseguimos fazer um esquema ” bate-volta”. O que vc acha?Obrigada. Claudia

     
    • Alessandro A.

      Maio 27, 2013 at 6:10 am

      Oi Claudia,

      Dá para conhecer nos 10 dias restante esses locais, mas não no esquema bate-volta, pois com exceção de Assis, o resto é longe de Roma. Além disso, Florença e Veneza são locais que tem muita coisa para fazer. Pisa você pode fazer a partir de Florença em bate-volta e Assim a partir de Roma da mesma forma.

      Abraços!

       
  9. Rafael Xavier

    Julho 5, 2013 at 4:49 pm

    Oi Alessandro. Em Florença tem algum passe de trem/metro? Talvez eu chegue de carro via Assis pois estaremos com bebe. Não sei se entrar de carro na cidade é uma boa opção. Ficaremos 3 dias e 3 noites na cidade e penso em fazer uns day trips com carro em pelo menos 2 cidades próximas. Estou vendo o que valerá a pena: deixar o carro quando chegar em Florença ou ficar com ele para os day trip. Meu medo é acabar não usando o carro e pagar estacionamento a toa. Abraços

     
    • Alessandro A.

      Julho 5, 2013 at 5:37 pm

      Oi Rafael,

      Em Florença você faz tudo a pé, portanto não precisa de carro para nada. O centro antigo da cidade é relativamente pequeno, portanto bem tranquilo de ser visitado sem transporte. Para ficar em um hotel nessa região, que é o ideal, você terá que pagar estacionamento em algum local, o que imagino que seja caro. Outra opção é conseguir um hotel mais afastado com estacionamento, mas aí você terá que pagar estacionar no centro no dia em que visitar a cidade, o que pode sair caro também. Uma última opção é se hospedar em uma dessas cidades antes de chegar a Florença e quando chegar na cidade entregar o carro na locadora, que foi o que eu fiz.

      Abraços!

       
  10. Paula S

    Fevereiro 17, 2014 at 7:01 pm

    Oi Alessandro,

    As fotos estão ótimas.

    Comprei passagens de última hora (viajo na primeira semana de abril!!!!) e estou organizando o roteiro italiano na maior correria… São só 13 dias…

    Será que vc poderia me ajudar? Gostaria de postar meu roteiro inicial para vc dar uma opinada, mas estou morrendo de vergonha…

    Viajaremos eu e o maridão. Gostaríamos de fazer Roma-Florença-Veneza e arredores da Toscana. Na Toscana, eu dividi as cidades-base em Siena e Florença.

    Como percebi pelo seu blog, que vc costuma dirigir em viagens e meu marido AMA dirigir em viagens, gostaria de pegar suas dicas tb para montar meu roteiro. Pelo que li no VNV e me foi sinalizado pela bóia, como estaremos de carro, parece que o ideal é ficar em Siena. Foi assim que vc fez tb? Acha melhor eu centralizar Siena como cidade base?

    Meu roteiro está aqui embaixo. Peço desculpas pela invasão.

    Outra coisa: eu postei dúvida na seção Cortona, mas pode ignorar…

    Observação: no 8 dia, creio que devo priorizar uma das cidades, não? Isso pq lendo agora seu blog, fiquei com a impressão de que tem que sobrar um pouco mais de tempo para Siena. Estou certa?

    Fique à vontade para criticar à vontade. Mandar suprimir ou incluir cidades, ok?

    Abs, Paula.

    Roteiro inicial:

    1 dia – sábado – chegada em Veneza
    2 dia – domingo – Veneza
    3 dia – Alugar carro em Veneza e ir à Verona (121 km) para ver a casa da Julieta + Partir de Verona para La Spezia (265km) – Hospedagem em La Spezia
    4 dia – Cinque Terre
    5 dia – Cinque Terre – Lucca – Pisa – Florença (dormir em Florença) – 180km
    6 dia – Florença (dormir em Florença)
    7 dia – Florença – Via Chiantigiana – San Giminiano – Siena (113 km) (dormir em Siena)
    8 dia – Siena – Arezzo – Cortona – Assis – Siena – 305km (dormir em Siena)
    9 dia – De Siena para Roma – Fazer o eixo Montalcino-Pienza-Montichiello-Montepulciano – Roma (entregar carro em Roma) 265km
    10 dia – Roma
    11 dia – Roma
    12 dia – Roma
    13 dia – Roma – Voltar para o Brasil – Vôo às 19h – sair para o aeroporto âs 14h

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 18, 2014 at 6:23 pm

      Oi Paula,

      Suas conclusões estão todas corretas. Siena é uma ótima base, assim como Florença. No dia 8 você tem que cortar alguma cidade, sendo que em minha opinião Assis é a mais bonita. Não entendi quanto você visitará Siena, que exige 1 dia inteiro, pois nos dias 7 a 9 você passa todos fora da cidade. O ideal é cortar um desses bate-volta para ficar em Siena.

      Abraços!

       
      • Paula S

        Fevereiro 19, 2014 at 8:24 pm

        Oi Alessandro. Postei ontem aqui te agradecendo, mas sumiu… ) :
        Estou atenta a tudo que vc falou. Levando em consideração o curto tempo de viagem, acho que terei que cortar alguma coisa mesmo. Devo cortar Cinque Terre do roteiro. Como vou em abril, acho que talvez não seja a época mais apropriada para conhecer o local.

        O que vc acha?

         
      • Alessandro A.

        Fevereiro 20, 2014 at 12:50 pm

        Paula,

        Eu nunca visitei a Cinque Terre, mas o roteiro está realmente muito apertado e ela fica um pouco fora de mão, portanto acho uma boa cortar e deixar para uma próxima mesmo. A Itália tem muita coisa para ver e não cabe em uma só viagem, a não ser que você tenha muito tempo. Dá uma pena cortar destinos, mas é assim mesmo.

        Abraços!

         
      • Paula S

        Fevereiro 20, 2014 at 1:03 pm

        Oi Alessandro,
        Obrigada pelo retorno. Tive que enxugar o roteiro mesmo, até pq por motivos alheios à minha vontade, tive que diminuir um dia da viagem. Sei que tenho te explorado nas perguntas, mas suas dicas tem sido preciosas. Mudei meu roteiro. Se quiser dar uma olhada, colei aqui embaixo.

        Minhas dúvidas são as seguintes:
        a) no dia 7, estamos pensando em dar check-out em Florença, alugar o carro e dormir em San Giminiano, arredores de Siena ou Monteriggioni. Para evitar o vai e volta. O que vc acha? Já dormiu em alguma cidade dessa com carro?
        b) no dia 8, sairemos de uma dessas 3 cidades e partiremos para Roma, passando em vitrine pelo eixo Montalcino-Pienza-Montichiello-Montepulciano.
        c) em Florença decidimos ficar fazendo programação de trem e ônibus. Estou pensando em alugar apê no airbnb, mas talvez fique em hotel mesmo. Qual localização eu devo procurar em Florença? Perto da estação ou perto do duomo?

        Abs, Paula

        Roteiro modificado:

        1 dia – sábado – chegada em Veneza
        2 dia – domingo – Veneza (dormir em Veneza)
        3 dia – Pegar trem para Florença – passar em Verona para ver a casa da Julieta (1h10 de trem pegar o de 11h50) – de Verona para Florença (trem às 16h50, 17h50 ou 18h50) – dormir em Florença
        4 dia – Florença (dormir em Florença)
        5 dia – ônibus: Florença – Siena – Florença (dormir em Florença)
        6 dia – trem: Florença – Cortona (1h15 de trem) – Assis (1h de Cortona – trem) – Florença (2h25 de Assis – trem)(dormir em Florença)
        7 dia – carro: Florença – Pisa (1h15) – Volterra (1h30) – San Giminiano (1h00min) .
        Atenção: 240km (voltando para Siena ou Florença) – 218km se for para Monteriggioni ou 188 se ficar em San Giminiano
        8 dia – carro: Partir para Roma – via Montalcino-Pienza-Montichiello-Montepulciano.
        Atenção: 341 km de Florença, 300km de San Giminiano, 261 de Siena ou 278 km de Monteriggioni – Dormir em Roma
        09 dia – Roma
        10 dia – Roma
        11 dia – Roma
        12 dia – Bye Bye Roma – vôo diurno às 12h50

         
      • Alessandro A.

        Fevereiro 21, 2014 at 9:22 am

        Paula,

        A região mais nobre para se hospedar em Florença é próximo ao Duomo, mas a distância da estação de trem até lá é tão pequena, que ficar próximo a estação não tem nenhum problema e costuma ser bem mais barato. Tudo depende dos preços que você irá encontrar.

        Nós dormimos em Siena com o carro e foi tranquilo, mas tivemos que nos hospedar em um hotel fora da cidade murada, já que dentro não entra carro.

        Apesar dos cortes no roteiro, seu dia 7 continua muito puxado. Visitar 3 cidades em um dia só e com tanto tempo de estrada não é recomendável e acaba virando maratona. Não conheço Volterra, mas Pisa e San Giminiano já preenchem um dia, mesmo sendo pequenas.

        Abraços!

         
      • Paula S

        Fevereiro 21, 2014 at 10:47 am

        Oi Alessandro!

        Obrigada pelas dicas.

        Minha idéia era parar em Volterra apenas para almoçar. Ir para Pisa de manhã cedo, almoçar em Volterra e seguir viagem para San Giminiano. Mas acho que vou cortar Volterra e sigo direto para San Giminiano.

        Então, estava pensando em dormir em San Giminiano e de lá cumprir o dia 8 do roteiro. Já estaria lá mesmo… Mas arredores de Siena é uma boa tb por conta do carro. Vcs ficaram em qual hotel em Siena? Gostaram?

         
      • Alessandro A.

        Fevereiro 21, 2014 at 6:49 pm

        Ficamos no Hotel Italia. Você pode ver as fotos do hotel, assim como o que tem para fazer em Siena nesse post: https://wazariblog.com/2010/12/21/siena/

         
  11. Paula S

    Fevereiro 20, 2014 at 1:15 pm

    Só para complementar: o Hotel Universo, que vcs ficaram, está sem disponibilidade para o meu período ) :

     
    • Paula S

      Fevereiro 22, 2014 at 5:51 pm

      Oi Alessandro,

      Tudo bom? Achei melhor postar minha dúvida aqui do que ter que colocar no post de Siena por conta do roteiro que já está colado aqui no post de Florença.
      Seguindo sua sugestão, verifiquei que há disponibilidade no Hotel Itália e pretendo reservá-lo. Pois então, minha dúvida é a seguinte: vc acha melhor eu trocar o itinerário do dia 05 com o dia 06. Assim, no dia 06, eu já faria check-out em Florença, alugaria o carro e partiria para Siena. Deixaria as malas no hotel e conheceria a cidade. Afinal, pelo que vc falou, é tranquilo andar do Hotel Itália até a parte turística, não?

       
      • Alessandro A.

        Fevereiro 25, 2014 at 2:46 pm

        Paula,

        Logisticamente parece melhor. Além disso, Siena é mais perto de Roma e da região de Montalcino. O Hotel Itália não é tão perto assim caminhando, pois fica fora do muro, mas em uns 20 minutos você chega na Piazza del Campo.

        Abraços!

         
      • Paula S

        Fevereiro 25, 2014 at 4:22 pm

        Oi Alessandro. Obrigada pelo retorno. Eu mudei o roteiro. No lugar de 5 -6 -7, coloquei 6 -7 -5. Sendo que no dia 07, já ficaremos em Siena, quando sairmos de San Giminiano. Quanto ao hotel, peço desculpas, mas não entendi direito. Qdo vc fala 20 minutos, são 20 minutos andando ou de carro? Fiquei com a impressão de serem 20 minutos andando do Hotel ao centro de Siena.

         
      • Alessandro A.

        Fevereiro 26, 2014 at 8:09 pm

        São andando mesmo.

         
      • Paula S

        Fevereiro 26, 2014 at 8:49 pm

        Ok. Reservei o Hotel Itália. Obrigada.

         
  12. Paula S

    Abril 22, 2014 at 11:23 am

    Oi Alessandro.

    Tudo bom? Estou retornando para agradecer. Suas dicas foram valiosíssimas para o sucesso da viagem. Acabou que nos apaixonamos por Florença e não fizemos nem Cortona, nem Arezzo e nem Assis. Rs. Fica para a próxima.

    Também não fizemos Volterra e nem Verona. Rs.

    Quero agradecer a indicação do Hotel Itália. Foi excelente! Melhor hotel da viagem.

    Fomos à Trattoria Fonte Giusta e foi muito bom tb. Lá que experimentamos o pici. Muito bom!

    Graças ao seu blog, ficamos sabendo do Restaurante Enzo (tb em Siena e muito chic por sinal) e do Eletra em Roma (comemos lá no primeiro dia da cidade).

    Abraços e vida longa ao Wazariblog!

     
    • Alessandro A.

      Abril 24, 2014 at 10:14 am

      Ótima notícia Paula! Fico feliz que tenha dado tudo certo e que você tenha se apaixonado por Florença. Viagem é assim mesmo e nem sempre acontece tudo como planejamos. O bom é que agora você tem motivos de sobra para voltar e se apaixonar por outras cidades.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: