RSS

Arquivo de etiquetas: Pisa

Pisa

Seguindo o nosso planejamento, entregamos o carro em Florença e passamos a utilizar os trens para os próximos destinos. O primeiro foi Pisa e é muito fácil comprar os bilhetes para os trens regionais que ligam as duas cidades. Eles saem da estação Santa Maria Novella, que possui várias máquinas automáticas para a venda dos bilhetes e o processo de compra é bem intuitivo. Escolha a língua desejada, o trecho, horário e depois pague em dinheiro ou cartão. A passagem custa somente €5,80, os trens são de hora em hora e não tem lugar reservado. Apesar de você selecionar um horário no processo de compra, o seu bilhete é aberto e serve para qualquer horário, portanto chegue com uma certa antecedência na estação para autenticar o seu bilhete na máquina e tentar pegar um lugar sentado. Esse trem é parador, mas mesmo assim leva-se em torno de 1 hora para chegar a Pisa. Para consultar todos os horários, veja no site da Trenitialia.

Como os trens não têm horário definido, compre logo o bilhete de volta também, ou para qualquer outro destino do mesmo dia, já que nas cidades menores as máquinas são em menor quantidade e bem mais difíceis de usar, além de nem sempre darem troco. Nós fizemos os trechos Firenze-Pisa-Lucca-Firenze no mesmo dia, portanto o ideal é já sair de Florença com todos comprados.

Estação Santa Maria Novella


A maioria das pessoas que visita Pisa quer basicamente conhecer o Campo dei Miracoli, que é onde ficam as principais atrações, incluindo aí a Torre de Pisa. O restante da cidade não é muito turístico e realmente não vale muito a pena, a não ser que você tenha muito tempo. Portanto aqui vai uma dica importante! Pisa tem 2 estações de trem: a Pisa Centrale e Pisa S. Rossore. A primeira é a maior e principal, mas fica mais afastada do Campo dei Miracoli e você tem que tomar um ônibus para chegar lá. Já a segunda fica bem próxima e você pode ir andando, portanto essa é a estação que você deve indicar no momento da compra do bilhete, já que nem todos os trens vão até essa estação. Outro detalhe é que os trens sempre passam antes na estação central, portanto tem que tomar cuidado para não saltar na estação errada. O único problema da Pisa S. Rossore é que ela é bem pequena e sem estrutura e nós achamos até que estávamos na estação errada, pois parecia mais uma estação fantasma. Não sei se o fato de ser domingo possa ter ajudado nessa impressão, mas eu esperava mais de uma estação próxima de uma das atrações mais famosas do mundo. Além disso, não existe placa nenhuma indicando o caminho a tomar. Para você não ficar perdido que nem a gente, assim que sair do trem vá sempre para a direita da estação (olhando na mesma direção do trem), que lá tem a saída mais próxima do Campo dei Miracoli. Você sairá na via Andrea Pisano e depois é só andar duas quadras.


Depois da viagem, chegou finalmente o momento de curtir as atrações. Quando você se depara pela primeira vez com o Campo dei Miracoli, o visual é impactante! Essa praça gigante contém os belíssimos Duomo, Batistério e a famosa Torre de Pisa. A visão dessas 3 construções alinhadas é muito bonita! Muitos dizem que Pisa é só isso, mas eu digo que só isso já vale a viagem! Depois de passar um tempo admirando as construções e tirando aquelas tradicionais fotos segurando a torre, chega o momento de conhecer tudo por dentro. Os ingressos são vendidos individualmente ou em combos, que incluem também o museu, sendo que o da torre é o mais caro: €15. Acabamos descartando a torre, pois não é permitida a entrada de crianças, provavelmente para evitar acidentes.


O Duomo por dentro é muito bonito! Apesar de não ser a atração mais famosa, os afrescos e mosaicos dão um toque especial a igreja e a visita vela muito a pena! Infelizmente minhas fotos não saíram muito boas e não fazem jus a beleza do local.


Mesmo que você visite as todas as atrações, não deverá levar mais do que poucas horas para percorrer tudo. Com o restante do dia livre, você pode optar por voltar a Florença, ou incluir outra cidade no roteiro, que foi o que fizemos. Sendo assim, voltamos a estação Pisa S. Rossore e pegamos um trem para o nosso próximo destino: Lucca. Até lá!

Leia também:

Chegando a Roma
Um dia em Roma

 
13 Comentários

Publicado por em Dezembro 27, 2010 em Itália, Pisa

 

Etiquetas: , , ,