RSS

Arquivo de etiquetas: Lucca

Lucca

De Pisa até Lucca são somente 25 minutos de trem, portanto é muito fácil combinar as duas cidades em um único bate-volta de Florença. Não dá nem tempo de descansar direito e você já tem que descer do trem! Infelizmente eu não me lembro quanto custou o bilhete, mas foi bem barato, algo em torno de €3. Os trens costumam passar de meia em meia hora, portanto a flexibilidade é total! Para consultar todos os horários, acesse o site oficial da Treinitalia.


Lucca é mais uma das cidades medievais muradas da região, só que com a vantagem de ser plana e não exigir tanto do coitado do turista! A estação de trem fica do lado de fora do muro, mas bem pertinho de um dos portões de entrada da cidade, portanto dá para ir a pé tranquilo. Quase em frente a estação, na Viale Regina Margherita (um pouco para a direita), fica o centro de informações turísitcas, onde você pode pegar um mapa gratuito da cidade.


A cidade é pequena e você vai notar que é bem fácil atravessá-la de ponta a ponta em pouco tempo. Como entramos pelo portão ao sul, começamos o passeio pela Piazza de San Martino, onde se encontra o Duomo de San Martino. Sua arquitetura é bastante bonita e impressiona, já que a praça é bastante ampla e a imagem do Duomo se sobressai. Seu interior decepciona um pouco, mas a estrutura externa já vale a visita.


Como chegamos em Lucca no início da tarde e cheio de fome, não deu muito tempo para procurar os restaurantes indicados, ou até mesmo pesquisar novos, e acabamos comendo em um pequeno restaurante na própria Piazza de San Martino. Ele é bastante turístico e a comida não é nada memorável, e só valeu a pena mesmo pelo belo visual da praça e pelo clima agradável e tranquilo do local. Provavelmente na alta temporada o clima não deva ser tão agradável assim, já que a praça deve ficar lotada.


Com o estômago devidamente abastecido, partimos para conhecer o restante da cidade e suas atrações. Como até então só tínhamos andado por locais praticamente vazios, a essa altura já nós questionávamos se a cidade realmente tinha vida! Afinal, onde estavam os outros turistas e moradores? Nesse momento seguimos pela Via Cenami até chegar na Via Filungo, que é a principal rua comercial do centro histórico e onde todo o movimento se concentra. Agora sim estávamos em uma cidade de verdade! 🙂 A rua é bem bonitinha e com muito comércio, bem similar a de suas cidades irmãs na região.


Quase no final da Via Filungo, logo depois que a mesma faz uma curva, fica a entrada para um dos pontos altos de Lucca: a Piazza dell’Anfiteatro. Durante anos essa estrutura oval foi o palco de lutas entre gladiadores e um centro de entretenimento na cidade, até perder sua importância e ter o seu interior completamente tomado pelas construções. Foi só no século XIX que os governantes resolveram demolir essas construções e devolver ao anfiteatro sua forma original, tornando-o novamente em um dos principais pontos da cidade. Para entrar na praça é necessário passar por portões em forma de arco estreitos, que antigamente eram usados pelos gladiadores e animais para entrar e sair da arena.


Próximo ao anfiteatro se encontra a bela Basílica de San Frediano.


Depois desse passeio é só caminhar de volta pelas vias da cidade até a estação para pegar o trem de volta para Florença, aproveitando para curtir com calma a arquitetura das construções.

Leia também:

Chegando a Roma
Um dia em Roma

 
10 Comentários

Publicado por em Dezembro 28, 2010 em Itália, Lucca

 

Etiquetas: , ,