RSS

Bamberg

28 Ago

Nas últimas férias viajamos por algumas cidades da Alemanha, portanto vamos começar uma nova série sobre esse belo país. A primeira cidade que visitamos foi a encantadora Bamberg, que fizemos a partir de um bate-volta desde Nuremberg, onde estávamos hospedados. Tem trem de meia em meia hora e o trajeto leva em torno de 50 minutos, pois para em várias estações intermediárias, mas a viagem é bem rápida e tranquila. Como Bamberg é uma cidade pequena, é perfeita para ser feita em um bate-volta, que nós sempre priorizamos para evitar trocar de hotel.

Infelizmente a estação de trem não é tão perto da centro histórica assim e você tem que andar algumas quadras (em torno de 1 Km) para chegar na parte mais turística. Depois é tudo pertinho e dá para conhecer tudo a pé mesmo! Começamos o passeio caminhando pela Gruner Markt, que é uma rua de pedestres bem agradável com várias lojas famosas e prédios históricos. Como era domingo, o movimento era bem grande e estava acontecendo uma espécie de feira, com várias barracas com comidas típicas, shows e diversão. Destaque para a praça Maxiplatz.

Bamberg - Gruner Markt

Bamberg - Gruner Markt

Nessa mesma rua fica a Igreja de São Martinho, erguida em 1691. Ela é muito bonita por fora e um pouco mais simples por dentro. Como estava acontecendo um culto no momento da nossa visita, infelizmente não tivemos muito tempo para apreciá-la como desejado.

Bamberg - Igreja de Sao Martinho

Bamberg - Igreja de Sao Martinho

Caminhando um pouquinho mais chegamos no principal cartão postal da cidade: Alten Rathaus. Essa bela prefeitura gótica de 1756 é sem dúvida a atração mais bonita da cidade. O motivo é simples e basta olhar para sua fachada totalmente original coberta com afrescos lindíssimos! Ela funciona como uma espécie de portal da cidade histórica e sua beleza é realçada pelo canal de ambos os lados, que dá um toque todo especial a paisagem. Não se restrinja a vê-la somente de frente e procure observá-la a partir das pontes vizinhas, que são bem floridas e oferecem uma visão diferente dessa bela construção.

Bamberg - Alten Rathaus

Bamberg - Alten Rathaus

Bamberg - Ponte

Outra região muito bonita da cidade fica bem ao lado da prefeitura ao longo do canal, onde você pode observar uma sequência de belas casas bem na beira d´água. Essa região é chamada de Klein Venedig, ou “pequena veneza”, apelido comumente usado mundo afora para designar belas construções ao longo de canais, rios ou mares que lembram a essa clássica cidade italiana. Além da visão a partir das pontes, o ideal é atravessar o canal e caminhar pela Am Leiritt, de onde você pode observar bem de perto as casas e a beleza da paisagem.

Bamberg - Klein Venedig

Bamberg - Klein Venedig

Bamberg_Klein_Venedig_3

Também do lado oeste da ponte fica a maior parte das lojas e restaurantes turísticos, assim como outras atrações. Subindo uma pequena ladeira você chega na Domplatz, que é a principal praça da cidade.

Como o próprio nome já indica, nessa praça está localizada a Bamberger Dom, que é a catedral da cidade. Com uma arquitetura imponente por fora e por dentro, impressiona pelo seu tamanho, mas admito que esperava mais do seu interior. Não é tão bonito quanto eu imaginava e até relativamente simples, com poucos detalhes que chamam a atenção. Destaque para o túmulo do papa Clemente II, que foi bispo da região e é até hoje o único papa enterrado na Alemanha.

Bamberger Dom

Bamberger Dom

Ao lado da catedral se encontra o Alte Hofhaltung, que abriga um museu de história da região e tem uma arquitetura interessante. Eles também realizam apresentações no pátio interior e até montaram uma arquibancada para o público quando estivemos lá.

Bamberg - Alte Hofhaltung

Bamberg - Alte Hofhaltung

Do outro lado da praça fica o Neue Residenz, que foi uma antiga residência imperial da família Hagsburgo. É possível fazer um visita guiada pelo seu interior. Atrás do palácio se encontra o Rosengarten, que é um lindo jardim a céu aberto e muito agradável para se sentar e curtir no verão. Tem até um restaurante para quem deseja comer apreciando os jardins. Por se localizar em uma região mais elevada, do jardim é possível ter uma bela vista da cidade de outras regiões da cidade.

Bamberg - Neue Residenz

Bamberg - Rosengarten

Bamberg - Rosengarten

Subindo bem mais se chega à Michaelsberg Abbey, ou Mosteiro de São Marcos, que é uma abadia beneditina. Essa abadia tem uma curiosidade, pois também é famosa pela sua fabricação de cerveja, tanto que conta até com um museu da cerveja onde é possível degustar a famosa Rauchbier, que é estilo de cerveja típico da região.

Bamberg - Michaelsberg Abbey

Falando em cerveja, você também pode curti-la em diversos nos diversos restaurantes da cidade antiga. Tínhamos a indicação do clássico restaurante Schlenkerla, mas acabamos não gostando tanto assim das opções do cardápio, portanto acabamos optando por outro na mesma rua, que infelizmente não guardei o nome, mas que fica na esquina com a rua Katzemberg e a comida parecia bonita. Não nos arrependemos e comemos um clássico schnitzel, que estava bem gostoso.

Bamberg Restaurante

Bamberg Restaurante

Ao final desse belo passeio, voltamos por um outro caminho em direção a estação de trem, aproveitando para apreciar novamente algumas das atrações ao longo caminho e conhecer algumas ruas novas.

Para curtir essa ou outras cidades da Europa, aproveite e compare as tarifas aéreas no Momondo para encontrar as melhores opções para o seu destino.


Acompanhe e curta também o Wazari no Facebook

Anúncios
 
9 Comentários

Publicado por em Agosto 28, 2013 em Alemanha, Bamberg

 

Etiquetas: , ,

9 responses to “Bamberg

  1. Maysa Alexandrino

    Agosto 28, 2013 at 10:25 am

    Que gracinha de cidade e que cara boooooaaa esse prato!!!
    🙂

     
  2. Fernanda Scafi

    Agosto 28, 2013 at 2:56 pm

    Alguém pode me apresentar por favor uma cidade alemã que seja feia? Até hoje nunca vi! rs Acho que nem existe hehehe Eu precisaria de umas 10 viagens pra dar conta de conhecer tudo que quero por lá!

     
    • Alessandro A.

      Agosto 28, 2013 at 3:24 pm

      Fernanda,

      Realmente é difícil mesmo!!! 🙂 Essa foi minha segunda viagem pelo país e mesmo assim ainda não conheci tudo que desejava. O país é ótimo para viajar, tanto em estrutura quanto em beleza.

      Abraços!

       
  3. angiesantanna

    Agosto 30, 2013 at 5:46 am

    Alemanha é amor no coração! Voltaria pra lá sem pensar duas vezes!

     
    • Alessandro A.

      Agosto 30, 2013 at 11:16 am

      A Alemanha realmente é um país muito bom para se visitar e passear!

      Abraços!

       
  4. Daniela

    Dezembro 3, 2013 at 1:07 pm

    Oi, Alessandro, primeiramente, adoro o seu blog. Ele com certeza é umas das minhas ferramentas de planejamento de viagens.
    Será que vc poderia disponibilizar o roteiro? Tipo, qntos dias em cada cidade, como fez os deslocamentos…. obrigada!
    Daniela

     
    • Alessandro A.

      Dezembro 6, 2013 at 5:28 pm

      Oi Daniela,

      O roteiro depende muito do gosto e do ritmo de cada viajante, mas eu fiquei 3 noites em Nuremberg, só que na verdade só passei 1 dia na cidade, já que o primeiro foi o dia da chegada na Europa e em um dos dias eu fiz um bate-volta até Bamberg. Essas 2 cidades são pequenas e podem ser conhecidas em apenas 1 dia inteiro. Depois passei 2 dias em Dresden e 4 em Berlim. Fiz tudo de trem, que é muito prático, só pegando avião para chegar e depois ir para Barcelona, onde terminei a viagem.

      Abraços!

       
  5. Francine Agnoletto

    Janeiro 1, 2014 at 9:00 pm

    Olá Alessandro,

    Estou montando um roteiro pela Alemanha, e já temos definido Berlim e Dresden.
    A principio iriamos direto para Berlim, e de lá alugariamos carro para ir até Dresden e outras cidades. Queremos conhecer cidadezinhas menores.
    Minha dúvida é, em que cidade maior ( que tenha aeroporto) encerrar o percurso? A maioria dos relatos que leio, o pessoal vai e vem de Frankfurt. Vcs saíram da Alemanha por Nuremberg?
    Se tiver alguma dica, agradeço!

    Fran, @ViagensqueSonhamos

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 2, 2014 at 11:18 am

      Oi Francine,

      Meu roteiro foi no sentido contrário, portanto eu cheguei via Frankfurt e depois fui embora a partir de Berlim. Realmente é preciso se planejar para encerrar o percurso próximo de algum aeroporto que forneça boas opções de voos. Como comecei meu roteiro em Nuremberg, usei o aeroporto de Frankfurt só como escala, pois de lá já peguei direto um trem para Nuremberg a partir da estação de trem do próprio aeroporto, que é muito prática para quem está chegando ou saindo.

      Abraços!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: