RSS

Atenas – Outros passeios

27 Jul

Além da parte histórica e olímpica, Atenas tem também outras atrações a oferecer. Depois da minha visita ao Estádio Olímpico, aproveitei o metrô e saltei na estação Evangelismos, que fica no bairro de Kolonaki. O meu objetivo era subir o Monte Lycabettus e conhecer um pouco desse outro bairro da cidade. Ao contrário dos bairros mais centrais, que são predominantemente de ruas pequenas de pedestres ou com pouca passagem de carros, Kolonaki é formado por ruas maiores e comerciais na sua base, e por ruas pequenas e mais bonitas na parte alta em direção ao monte. A principal e maior rua do bairro é a Patriarchou Ioakeim, que leva até a Plateia Kolonaki, onde fica a maioria dos restaurantes do bairro. Eu almoçei nessa praça, mas vou contar um pouco mais sobre isso no próximo post.

Monte Lycabettus

Monte Lycabettus


Depois de conhecer um pouco de Kolonaki, partimos para a subida do Monte Lycabettus. Esse é ponto mais alto da cidade com 277 metros de altura e pode-se chegar ao topo através de um funicular no final da rua Ploutarchou , esquina com a rua Aristippou. Na minha ingênua dedução, eu achava que essa rua era plana e que o funicular me levaria da base da montanha até o topo sem grandes esforços. Ledo engano! A rua é toda em subida e antes de você chegar ao funicular tem que subir exatos 197 degraus de escada (eu tive que contar na descida!!!), fora alguns pedaços de ladeira.

Escadas da rua Ploutarchou

Escadas da rua Ploutarchou


Não preciso dizer que essa subida no calor de junho não foi nada agradável, mas como “quem está na chuva é pra se molhar”, seguimos em frente. O funicular não estava muito cheio, mesmo para essa época do ano, e custa €6 por pessoa, que é bem salgado para a Grécia.

Funicular

Funicular


No topo tem-se uma vista espetacular da cidade e é possível observá-la quase que por completo. Pode-se observar os principais monumentos históricos, como a Acrópole, e ver inclusive o mar ao fundo.

Vista do Monte Lycabettus

Vista do Monte Lycabettus

Vista do Monte Lycabettus

Vista do Monte Lycabettus


Lá em cima existem ainda um restaurante, a capela de São Jorge e uma arena para a realização de apresentações.

Capela de São Jorge

Capela de São Jorge

Restaurante

Restaurante


Apesar do esforço, achei que a vista valeu a pena, mas acho que deve ser mais agradável e bonito no final da tarde, quando a cidade estiver preste a escurecer.

Em seguida fomos para a Praça Syntagma ver o Parlamento. Não assisti a troca de guarda, pois acho um pouco chato. Já assisti em outros lugares e acaba que é tudo meio igual, com exceção do vestuário.

Parlamento

Parlamento (Foto da Internet)


Depois fomos para o Museu da Acrópole, cuja visita já comentei em outro post.

Para encerrar o dia, fomos passear pela rua Leoforos Ermou, que é uma rua de pedestres atravessando o bairro de Plaka e ligando as Praças Syntagma e Monastiraki. Essa rua é onde ficam as principais lojas e para mim o melhor lugar para se fazer compras. Lá estão as principais cadeias européias, como a Zara, H&M, C&A, Esprit, Sephora, MAC, entre outras.

Leoforos Ermou

Leoforos Ermou


Outra rua legal para passear é a Leoforos Adrianou. Também é uma rua estritamente para pedestres e na parte mais próxima a Acrópole ela tem vários restaurantes e barzinhos bem transados e com vista. Na sua parte em Plaka, a rua se transforma em uma sequência de lojinhas turísticas vendendo todo o tipo de lembrança. Apesar de parecer muito turística, ela é bem agradável para se passear e o lugar ideal para se comprar aquela “lembrançinha”.

Leoforos Adrianou

Leoforos Adrianou

Leoforos Adrianou

Leoforos Adrianou


Caso se queira comprar artigos mais baratos, apesar da qualidade duvidosa, existe ainda um mercado de pulgas ao lado da praça Monastikari na rua Odos Ifaistou. O local lembra muito o Saara do Rio de Janeiro.

No próximo post, que será o último de Atenas, contarei um pouco sobre os restaurantes e as famosas tavernas da cidade.

Outros posts da viagem a Grécia:
Grécia: Agências de Viagem
Grécia: Como chegar nas ilhas
Chegando a Atenas
Atenas – Passeando pela história
Atenas – Museu da Acrópole
Atenas – Estádio Olímpico
Restaurantes em Atenas
Chegando a Mykonos
Mykonos – As praias do sudoeste
Mykonos – As praias do norte
Mykonos – Chora

Anúncios
 
17 Comentários

Publicado por em Julho 27, 2009 em Atenas, Grécia

 

Etiquetas: , ,

17 responses to “Atenas – Outros passeios

  1. Cristina

    Julho 27, 2009 at 3:35 pm

    Ops, post publicado enquanto estou lendo. Acho que isso é um sinal para eu aproveitar meus 2 dias e meio livre conhecendo a Atenas que a excursão não vai me mostrar!
    E vc ainda me diz que tem a H&M lá…

     
    • Alessandro

      Julho 27, 2009 at 5:04 pm

      Cristina, tudo depende do seu estilo de viagem. Eu fiquei 2 dias e meio em Atenas, sendo que o “meio” foi na minha chegado do Brasil com umas 17 horas de voo, e acho que foram suficientes. Não sei quanto a você, mas depois de tantas horas de voo e sem dormir direito eu fico um caco e normalmente deixo esse primeiro dia das minhas viagens para descansar e fazer passeios mais leves e sem muito compromisso, deixando a parte pesada para os dias seguintes.

      Eu não sou um slow travel, mas gosto de curtir um pouco o clima da cidade também (eu não era assim antigamente 🙂 ). Se eu fosse hoje, trocaria a ida ao complexo olímpico pelo museu arqueológico, que foi a única atração que não tive tempo de conhecer. A cidade também tem ótimos restaurantes que merecem ser curtidos.

      Não sei quanto tempo demora essa excursão que você mencionou, mas recomendo passar pelo menos 2 dias inteiros em Atenas.

      Um abraço,

       
  2. Cristina

    Julho 28, 2009 at 3:09 pm

    Alessandro,
    muito obrigada pela tua resposta!

    Pela minha idade (vc deve ser mais novo que eu – eu sou balzaca), meu estilo é slow no dia que chego ainda mais considerando que sairei as 17hs do Brasil de uma quarta e chegarei nos primeiros minutos de uma sexta no horário grego (vôo de milhas Star Alliance – o que me consola é que tem um feriado antes das férias rsrs).

    Terei uma sexta para me recuperar e passear por ali, e um sábado até 17hs para encontrar a excursão. Os lerês básicos – Plaka, mercados, Acrópole e a Syntagma Square – eles me levam.

    Depois são 7 dias pelas Ilhas, num ritmo acelerado (é a mesma excursão de jovens around 18-30 – ok, passei rsrs – que fiz para o Egito, publicado no blog da Majô, minha síndica).

    Um abração,

     
  3. marisa

    Agosto 30, 2009 at 1:25 pm

    Olá, sou de itapetininga e irei passear nas ilhas Gregas. Gostaria de saber sobre pacotes que são oferecidos nas Ilhas e quanto custam. Irei de navio, saindo de Veneza, portanto passarei apenas 01 dia em cada ilha.

    Obrigada,

    Marisa

     
    • Alessandro

      Agosto 30, 2009 at 5:02 pm

      Marisa,
      Infelizmente não tenho como te informar isso, pois fiz tudo por conta própria, alugando moto e carro. Sugiro você entrar em contato com a empresa organizadora do seu cruzeiro, pois eles com certeza devem ter a lista de passeios oferecidos e os respectivos preços.

      Abraços!

       
  4. Adriana Barudi

    Março 9, 2010 at 12:38 pm

    Olá Alessandro, td bem??
    Tô com viagem marcada pra Grécia agora no início de abril…espero que o clima esteja bom e que as greves tenham acabado!! Já anotei suas dicas de restaurante e tudo mais…
    Ficaremos hospedados em um hotel perto da Praça Syntagma…vc já ouviu falar do ônibus que sai do aeroporto e te deixa perto da praça???
    Tenho a impressão de que gastaremos uma fortuna com táxi…e estaremos em 4 pessoas, então vc imagina…sem contar que tenho a impressão de que os gregos são como os italianos, sempre querendo tirar uma vantagem…hehehehe
    Obrigada por tudo!!!
    beijos,
    Adri.

     
    • Alessandro A.

      Março 9, 2010 at 8:04 pm

      Oi Adriana,
      Que bem que você terá a oportunidade de conhecer esse país tão interessante. Vai gostar com certeza.
      Eu também peguei o ônibus do aeroporto (linha X95), que te deixa exatamente na praça Syntagma, e realmente vale a pena, já que o aeroporto é bem longe. No entanto, acho que o metrô é a melhor opção, pois evita o trânsito caótico da cidade e também te deixa na praça Syntagma. Infelizmente quando eu estive por lá o metrô estava fechado para obras e não pude pegá-lo, só me sobrando o ônibus. O metrô já foi reaberto de novo. Você pode ver todos os detalhes no meu post Chegando em Atenas (https://wazari.wordpress.com/2009/07/15/chegando-em-atenas/).

      Abraços!

       
  5. VIVIAN LOPES

    Novembro 16, 2010 at 11:30 pm

    Olá Alessandro!
    Estou numa dúvida cruel.
    Quero fazer minha lua-de-mel na Grecia e Roma.
    Entao, pensei em 1 dia em Atenas, 3 em Mykonos e 3 Santorini. Depois 4 dias em Roma.
    O que vc acha?
    Fazer uma viagem assim seria muito cansativo?
    Com essa frequencia seria possivel desfrutar da Grecia?
    Nossa, estou muito indecisa.
    Se puder me ajudar, agradeco.

     
    • Alessandro A.

      Novembro 17, 2010 at 9:14 am

      Oi Vivian,

      Com exceção de 1 dia em Atenas, o roteiro está ok. 1 dia é muito pouco para Atenas, ainda mais se consideramos o tempo de deslocamento entre os destinos, o que reduzirá mais ainda esse tempo. Eu reservaria uns 2 dias para Atenas para ver com calma. 3 dias em Mykonos e Santorini está legal, assim com 4 dias em Roma. A viagem é um pouco cansativa sim, principalmente porque em Roma e Atenas você anda bastante a pé. De qualquer forma, com exceção de destinos de praia, como Mykonos, qualquer destino na Europa é sempre cansativo. Grécia é para mim um destino ideal para uma lua de mel, portanto acho que você escolheu bem.

      Abraços!

       
  6. Fábio Mendes

    Novembro 25, 2010 at 6:17 pm

    Olá, Alessandro!

    É a primeira vez que visito seu blog e estou me deliciando com os relatos sobre Athenas. Vou para lá com a minha esposa em maio e ainda estou em busca de hotel ou apartamento por lá. Procuro um bairro sossegado, mas que não esteja muito longe dos bares e restaurantes (exigente, não?).

    Estou em dúvida quanto aos bairros. As proximidades da Praça Syntagma são um bom lugar? E da Acrópole? Tem algum bairro do qual eu deva fugir como o diabo da cruz?

    Obrigado pela paciência e parabéns pelo blog!!!

     
    • Alessandro A.

      Novembro 26, 2010 at 10:19 am

      Oi Fábio,

      O centro de Atenas não é muito grande, portanto se você ficar nas proximidades da Acrópole e Praça Syntagma estará perto de tudo. Eu recomendo ficar no bairro de Plaka, que para mim é o mais bacana e cheio de restaurantes e bares. Além disso, tem muita opção de hotel por lá. Apesar da fama boêmia do bairro, tem muita rua calma para se hospedar. O hotel que eu fiquei (Central Hotel) fica em uma dessas ruas bem calma. Tente ficar no triângulo formado pelas estações Syntagma, Monastiraki er Acrópole. Eu evitaria me hospedar em Psyri, que apesar de ter muitos restaurantes, é meio sinistro a noite.

      Abraços!

       
  7. Fábio Mendes

    Novembro 27, 2010 at 6:28 pm

    Opa, valeu pelas dicas. Devemos ficar em Plaka, mesmo. Abraços e obrigado!

     
  8. Maria

    Março 7, 2011 at 5:14 pm

    Dica: Troca de guarda.

    Dê a volta no quarteirão e veja (na sombrinha das árvores) a saída dos guardas. Pouquissimos turistas, Tranquilidade total. Vc tira fotos de perto da “performance”. Pode posar com os guardas que ficam na caserna (todos sorridentes) depois de saírem os que irão render os guardas da frente….Se quiser, pode acompanhá-los até a frente….onde está a multidão de turistas torrando no sol e se acotovelando para tirar uma fotinha longinqua….

    Maria

     
  9. Tina

    Junho 4, 2013 at 4:47 pm

    Oi Alessandro, irei sozinha á Grécia no período de 21/10 a 01/11/2013, chego por Atenas onde pensei em ficar 2 dias e meio (meio no dia da chegada + 2 inteiros), já reservei o mesmo hotel q vcs reservaram. Agora minha dúvida é qto tempo ficar nas outras ilhas? e quais? (tenho mais 8 dias).
    Não vou alugar carro, então gostaria de dicas de onde me hospedar para ficar bem localizada para pegar passeios ou transporte público para conhecer as ilhas.

    kiss

     
    • Alessandro A.

      Junho 6, 2013 at 4:39 pm

      Oi Tina,

      Eu recomendo passear pelas ilhas mais famosas, que são Mykonos, Santorini e Rhodes. Em cada uma dessas ilhas você deve procurar ficar o mais próximo do centro urbano para facilitar os deslocamentos, mas você terá que pegar táxi ou alugar algum veículo para conhecer as ilhas como um todo. O problema é que nessa época o clima não é bom e as ilhas devem estar bem vazias e frias, portanto não vai dar para aproveitar muito as praias.

      Abraços!

       
  10. LUIZ ROBERTO FERREIRA ABREU

    Abril 5, 2015 at 8:38 pm

    Estive com minha esposa e 02 filhos, em 11.02.2015. Subimos e descemos de funicular. A vista lá de cima é belíssima, mas achamos o local, o restaurante e a sorveteria, sujos e abandonados.A capela de São Jorge é bem pequena e estava com um forte cheiro de mofo. Mas a vista vale tudo, inclusive a Acrópole com o Pathernon e o porto de Pireus.Talvez a crise econômica grega justifique o abandono do local. Amei Atenas.

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: