RSS

Um dia em Estrasburgo (ou Strasbourg)

07 Out

Petit France

Petit France



Uma das vantagens da maioria das grandes cidades européias é que você está a apenas algumas horas ou minutos de pequenas e lindas cidades, que podem ser facilmente visitadas em 1 dia sem que você precise trocar de hotel. É o famoso bate-e-volta, que na Europa é muito facilitado pela grande malha ferroviária e pela rapidez e conforto dos trens. Basta você escolher um destino até no máximo 2:30hs de distância, que para mim é o limite para não tornar o bate-volta muito cansativo, e seguir viagem.

No caso de Paris são várias as opções, mas as mais famosas são Bruges (2:30hs), Vale do Loire (1h), Mont Saint-Michel (3:30hs), Reims (45 min) e Estrasburgo (2:19hs). Como tínhamos apenas 1 dia, já conhecíamos Bruges (que é linda e vou citar em outro post mais a frente) e o Vale do Loire e Mont Saint-Michel são passeios mais demorados e que merecem ser curtidos com calma, escolhemos Estrasburgo (também conhecida como Strasbourg). Para quem estiver de carro, são 4:25hs. A cidade é pequena e se provou um passeio ideal para um bate-e-volta.

O trem rápido (TGV) parte da estação Gare Paris Est quase que de hora em hora e o bilhete pode ser comprado antecipadamente via o site da companhia francesa SCNF, o que recomendo fortemente. Com 4 meses de antecedência já é possível comprar o bilhete iTGV, restrito a 2 horários por dia, e com 3 meses todos os outros horários do TGV já ficam disponíveis. Quanto mais cedo você comprar, menor será o preço, portanto se programe e aproveite as promoções. No meu caso comprei com 2 meses de antecedência e paguei €66 (€35 ida + €31 volta), mas os preços eram mais baixos 1 mês antes. É importante ficar atento para o fato de que sempre aparecem 2 preços para cada trecho, um para primeira classe e outro para segunda, e nem sempre o de primeira é mais caro. Em muitos casos ele é igual ou mais baixo, pois depende do volume de vendas, e foi o que aconteceu com meu trecho de ida. Depois de comprar, basta imprimir os bilhetes em casa e levá-los para o embarque. Na própria plataforma os funcionários irão validá-lo antes do embarque.

Estação Gare de Est

Gare Paris Est

Trem Paris-Estrasburgo

Trem Paris-Estrasburgo

Interior do Trem

Interior do Trem



Pegamos o das 8:24hs e compramos o café da manhã na própria estação para comê-lo no trem. Além da economia de tempo, comer no trem é uma experiência bacana e ainda ajuda a passar mais rápido a sua viagem. Depois de 2:19hs, chegamos finalmente em Estrasburgo.

A cidade fica na região da Alsácia, bem pertinho da fronteira com a Alemanha. Essa região foi durante muito tempo disputada entre os 2 países, trocando de lado de tempos em tempos. É exatamente por esse motivo que Estrasburgo possui uma arquitetura tipicamente alemã e bem diferente do restante do país. Você jura que não está mais na França!

Para começar o passeio, sugiro você comprar o mapa da cidade e o passe Strasbourg Pass, ambos a venda no centro de informações turística dentro da estação de trem. O mapa custa apenas €1 e é um ótimo investimento, apesar de ser gratuito em outras cidades. Já o Strasbourg Pass custa €11,90 para os adultos e €5,90 para crianças e pode ser usado durante 3 dias consecutivos. O passe inclui 5 atividades gratuitas e descontos de 50% e 25% em outras. É bastante vantajoso, mas só vale a pena se você for fazer os principais passeios, que são mais caros. Entre as atividades gratuitas, o passe inclui o passeio de barco (€8), visita ao relógio astronômico (€2), subir ao topo da catedral (€4,60), um museu (€5) e o aluguel de uma bicicleta durante meio-dia (€5). Some o preço das atividades que você pretende fazer e se der mais do que €11,90, já vale a pena comprar o passe. Para saber tudo o que está incluso, baixe esse pdf aqui.

Strasbourg Pass

Depois de comprar o mapa e o passe, estávamos prontos para conhecer a cidade. A estação de trem é bem próxima ao centro da cidade e tudo é muito perto, portanto você consegue fazer tudo a pé. Outra opção é alugar uma bicicleta (inclusa no passe) e dar uma panorâmica pela cidade antes de se aprofundar. Para quem está fazendo apenas um bate-volta de 1 dia pela cidade, eu sugiro deixar a bicicleta de lado e partir logo para as atrações, pois o tempo é escasso. A bicicleta é mais recomendável para quem vai passar mais tempo.

A cidade é muito bonita e cada esquina você se surpreende com as paisagens. O centro é todo rodeado por canais e diria que lembra muito Bruges. É tudo muito limpo e organizado e a cidade é realmente imperdível. Se não fosse pelo francês ouvido pelas ruas, você se sentiria realmente em uma daquelas típicas cidadezinhas alemãs do interior, muito comum na rota romântica. Apesar de ser uma delícia se perder pelas suas ruas, os horários de algumas atrações te impõem algumas restrições, portanto é importante se planejar para não deixar de curtir nada. Por exemplo, uma das principais atrações da cidade, o relógio astronômico, só pode ser visto em pleno funcionamento as 12:30hs de cada dia, mas a entrada ocorre as 11:30hs.


Vou indicar o roteiro que fizemos pela cidade, que funcionou muito bem e pode servir de guia para quem planeja uma visita. Ele cobre quase tudo, mas deixa de fora os principais museus, já que não vi nenhum que me entusiasmasse tanto. Saindo da estação de trem (A), fomos em direção as Ponts Couverts (B), que são pontes históricas rodeadas por 4 torres do século 14 que eram utilizadas para a proteção da cidade. Apesar do nome, essas pontes não são mais cobertas, pois perderam sua cobertura no século 18.

Les Ponts Couverts (foto: www.blogdasaguas.com)

Les Ponts Couverts (foto: http://www.blogdasaguas.com)

Vista das Ponts Couverts

Vista das Ponts Couverts


Em seguida, fomos conhecer o Petit France (C), ponto turístico mais famoso da cidade (vide foto inicial do post). Esse bairro é lindo e realmente imperdível! As casinhas são encantadoras e apesar do nome do bairro, são todas tipicamente alemãs. Ele é todo rodeado por canais e pontes floridas e você não para de tirar fotos. Devido ao horário para ver o relógio astronômico, fizemos uma passagem rápida por aqui e voltamos mais tarde com calma.

Petit France

Petit France


Em seguida caminhamos até a Igreja St. Thomas (D), mas que infelizmente estava fechada. Partimos então para a Place Guthenberg (E), que é uma praça bem bonitinha e tem até um carrosel para as crianças.

Place Guthenberg

Place Guthenberg

Place Guthenberg

Place Guthenberg


O grande barato dessas caminhadas é justamente observar a linda arquitetura da cidade e sentir o seu clima tranquilo e gostoso. A cada esquina você se depara com ruas e casas mais bonitas do que as anteriores.

IMG_4229IMG_4328

Continuando o nosso passeio, nos dirigimos finalmente a praça da catedral, onde se localiza a Maison Kammerzell (F) e a própria Catedral de Notre Dame (G). A primeira é uma casa histórica considerada pelos especialistas como uma jóia da arquitetura da cidade, e que funcionou como um mercado nos tempos passados. Hoje abriga um restaurante. Nessa mesma praça, que é muito bonita aliás, funciona também a oficina de turismo da cidade e onde você pode conseguir mais informações sobre o que desejar.

Maison Karmenzell e a Catedral de Notre Dame

Maison Kammerzell e a Catedral de Notre Dame

Praça da Catedral

Praça da Catedral


Chegou o momento de visitar a Catedral de Notre Dame. Ela é uma das mais famosas da França, e diria também que uma das mais bonitas. Sua construção foi iniciada em 1015, mas somente foi finalizada em 1439. Sua grandiosidade diante de uma cidade pequena e predominantemente baixa, chama a atenção. Sua fachada gótica é realmente muito bonita e impressionante e o seu interior também não deixa nada a desejar.

Catedral de Notre Dame

Catedral de Notre Dame



IMG_4238IMG_4262

Se não bastasse tudo isso, ela ainda abriga uma obra de arte e da engenharia: o relógio astronômico. Seu mecanismo data de 1842 e sua complexidade e beleza impressionam. Todo dia as 11:30hs a igreja é fechada e somente os que tiverem o ingresso para ver o relógio podem entrar (o passe vale aqui). As 12:00hs é exibido um filme explicando a história e funcionamento do mesmo, tudo narrado em francês, alemão e inglês. É muito interessante! Como não existe fone de ouvido, o público é obrigado a ouvir a narração nas 3 línguas, o que a torna um pouco cansativa. Finalmente as 12:30hs o relógio começa o seu espetáculo, onde bonecos se mexem e fazem barulhos de forma sincronizada.

Relógio Astronômico

Relógio Astronômico

Relógio Astronômico

Relógio Astronômico


Antes do almoço, resolvemos subir as escadas da catedral para ver a vista da cidade, pois depois de comer seria impossível. :-) São mais de 320 degraus, mas a vista vale a pena. Para quem tem medo de altura, é bom ir acompanhado, pois alguns trechos da escada são abertos.

Escada da atedral de Notre Dame

Escada da Catedral de Notre Dame

Vista da catedral

Vista da catedral

Vista da catedral

Vista da catedral


Almoçamos na praça mesmo, mas isso é assunto para outro post. Continuando o nosso passeio, subimos a Rue des Orfèvres até a Place Kléber (H). Essa rua é bem típica, com várias lojinhas. Para os amantes de chocolate como eu, recomendo passar na loja Jeff de Bruges, que fica nessa rua. Experimentei vários sabores e todos são deliciosos. Descobri depois que essa loja também tem filiais em Paris, o que me gerou mais algumas calorias. :-) A Place Kléber a principal praça comercial da cidade e onde ocorrem eventos especiais. Aqui ficam também as principais lojas e galeiras, sendo as principais a Galeria Lafayette, Printemps e Monoprix.

Rue des Ofèvres

Rue des Ofèvres

Place Kléber

Place Kléber


O próximo destino era a Opera de Estrasburgo (I). Caminhamos junto aos modernos bondes, que também são uma ótima opção de locomoção para os locais mais afastados do centro.

Opera de Estrasburgo

Opera de Estrasburgo

Bondes

Bondes


Atravessando a ponte e saindo da Île-de-Strasbourg, chegamos finalmente a Place de la République (J). Essa é uma linda área verde muito bem conservada e diferente do centro da cidade, onde se localizam o Palácio do Reno, a Biblioteca Nacional Universitária e o Teatro Nacional. Vale a caminhada!

Palácio do Reno

Palácio do Reno


Nesse momento as suas pernas já estão te pedindo um descanso, então seguimos até o Palais de Rohan (K), de onde saem os passeios de barco pelos canais de Estrasburgo. Esse passeio é muito legal e dura em torno de 1:10h. Ele custa €8, mas já está incluso no Strasbourg Pass. Os barcos são bastante modernos e saem a cada meia hora na alta temporada, mas é preciso reservar o horário com pelo menos 1 hora de antecedência. Recomendo reservar o horário quando for visitar a catedral, pois é bem perto. É importante notar que existem 2 tipos de barco: os fechados com teto de vidro e ar condicionado, e os abertos. Os fechados são mais confortáveis, mas o vidro prejudica as fotos. Pergunte no momento da compra pelo o horário do barco que deseja, pois assim você não será surpreendido. Todos os assentos do barco possuem um fone de ouvido e você pode escolher entre as mais de 10 línguas disponíveis, mas infelizmente o português não é uma delas.

Cais de embarque

Cais de embarque

Passeio de Barco

Passeio de Barco


Na primeira parte do passeio, ele dá a volta na Île-de-Strasbourg e você consegue visualizar toda a arquitetura do centro da cidade. O barco também atravessa comportas de água, pois existem níveis diferentes de água nos canais. Na segunda parte do passeio ele se afasta do centro e vai até os modernos prédios do Parlamento Europeu e Conselho da Europa, já que Strasbourg é a sede desses órgãos na comunidade européia. Os prédios são bem modernos e um contraste interessante com arquitetura típica da cidade.

Passeio de Barco

Passeio de Barco

Parlamento Europeu

Parlamento Europeu

Conselho da Europa

Conselho Europeu


No final do dia ainda sobrou um tempinho para passear sem destino pelas ruas do centro e sentar em um barzinho para curtir uma cerveja. Essa é uma outra vantagem dessa região, pois devido a proximidade com a Alemanha possui uma grande variedade de cervejas, ao contrário do restante da França, onde o vinho é predominante. Finalmente pegamos o trem das 19:15hs e voltamos para jantar e dormir em Paris.

Outros posts da França:
Restaurantes em Estrasburgo
Paris – Informações Úteis
Paris – Fotoblog
Paris – La Défense
Restaurantes em Paris

About these ads
 
167 Comentários

Publicado por em Outubro 7, 2009 in Estrasburgo, França

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , ,

167 responses to “Um dia em Estrasburgo (ou Strasbourg)

  1. Renato Mechica

    Outubro 7, 2009 at 7:10 pm

    Alessandro,
    Excelente post; depois da ótima série sobre a Grécia, esse foi campeão. É de deixar qualquer um louco de vontade de dar um pulinho lá!!

     
    • Alessandro A.

      Outubro 8, 2009 at 9:49 am

      Renato, valeu pela força! Fico contente que você esteja gostando dos posts, pois o objetivo é realmente ajudar e incentivar os viajantes. Espero que continue acompanhando.

      Abraços!

       
  2. Silvia Oliveira - Matraqueando

    Outubro 8, 2009 at 1:49 am

    Excelente relato, como tudo por aqui! :-)

     
    • Alessandro A.

      Outubro 8, 2009 at 9:58 am

      Obrigado Silvia!!! :oops:

       
  3. Arthur

    Outubro 10, 2009 at 10:02 am

    Muito bom mesmo. Belas fotos e ótimas dicas. E de fato, a Alsácia-Lorena foi o centro das disputas entre França e Alemanha desde o século XIX, culminando na I e II guerras mundiais…
    Abs!

     
    • Alessandro A.

      Outubro 11, 2009 at 7:21 pm

      Valeu Arthur!

       
  4. Mari Campos

    Outubro 26, 2009 at 11:06 am

    Uia, isso eh que eh um post “pedacudo”! :mrgreen: Pensei muito em fazer esse bate e volta no mes em Paris, mas acabei deixando pra proxima. Ainda bem que arrependimento nao mata, ne? …

     
    • Alessandro A.

      Outubro 26, 2009 at 2:35 pm

      Mari, veja pelo lado bom. Agora você já tem mais um motivo para voltar a Paris! :-)

      Abraços!

       
  5. Geo

    Outubro 26, 2009 at 12:03 pm

    Alessandro, lindo relato. Não conheço a cidade e fiquei morrendo de vontade de ir! Na minha próxima vez em Paris espero poder conhecê-la.
    Queria tirar uma dúvida com você. Já usei o site das ferrovias francesas 2 vezes e comprei pela internet e troquei o voucher ao chegar no aeroporto em Paris pelos bilhetes dos trens. Mas vc mencionou que basta imprimir em casa e validar antes de entrar. Fiquei curiosa porque é melhor do que ir até o guichê. É isso mesmo? Ou é outro tipo de bilhete?
    Obrigada, Parabéns!

    Geo

     
    • Alessandro A.

      Outubro 26, 2009 at 2:38 pm

      Geo, foi a minha primeira experiência comprando no site da SCNF, mas talvez exista uma diferença entre os bilhetes sim. Eu comprei um dos trechos do que eles chamam iTGV, que oferece serviços diferenciados com relação ao TGV comum e acho que um deles é exatamente a possibilidade de se imprimir o bilhete em casa. Não posso afirmar com certeza, mas acho que me lembro de ter lido isso no site.

       
      • Geo

        Outubro 26, 2009 at 3:53 pm

        Vou dar uma passada lá pra ver. Usei a última vez em 2008 e nunca mais entrei no site. Adorei a novidade!

         
  6. Carol Owen

    Outubro 26, 2009 at 1:03 pm

    Adorei o post! Tou aguardando o de Bruges :).Vou ficar 5 dias em Paris. Vou tentar encaixar Brugues pra um day trip e Versailles por pelo menos um half day trip. Fiquei com vontade de ir a Estrasburgo, mas acho que vai ter que ficar pra proxima…

     
    • Alessandro A.

      Outubro 26, 2009 at 2:51 pm

      Carol, obrigado pelo comentário. Infelizmente o post de Bruges ainda vai demorar um pouco, pois eu fui lá em 2006 e ainda tenho que me lembrar de todas as informações para relatar. De qualquer forma, Bruges é uma cidade sensacional e uma das mais bonitas que eu já visitei. Já adiantando uma dica que não é muito falada sobre Bruges, não deixe de visitar a igreja do sagrado sangue de cristo (ou Holy Blood) no endereço Oude Burg 13. A igreja é linda e se você é católica ainda tem a oportunidade de estar frente a frente com o que a igreja católica afirma ser o sangue de cristo.

      Abraços!

       
  7. Nina Limongi Moreira

    Outubro 28, 2009 at 1:13 pm

    Adorei seu relato ,dá vontade de ir, fui este mes de outubro em Paris ,ficamos 5 dias e escolhemos 2 dias uma volta em Berlim foi apaixonante, e pretendo no ano que vem voltar e quero ir em Bruges e Stausbourg Aguardo seu relato de Bruges, voce é demais.

     
    • Alessandro A.

      Outubro 28, 2009 at 5:47 pm

      Nina, obrigado pela visita. Strasbourg e Bruges valem realmente muito a pena e o legal é que ambas podem ser conhecidas facilmente com um bate-e-volta de Paris, ou seja, não precisa nem trocar de hotel ou carregar mala.

      Abraços!

       
  8. Silvia Cunha

    Outubro 28, 2009 at 1:53 pm

    Estou planejando voltar à Paris ano que vem e o seu post me criou um problemão… Está sendo um desafio encaixar versalhes, mont saint michel, locais relacionados ao dia d e rouen. Depois do seu relato ficou impossível não planejar um passeio a estrasburgo. Valeu pelo problema mais que benvindo! Abraço.

     
    • Alessandro A.

      Outubro 28, 2009 at 5:53 pm

      Silvia, esse tipo de problema é realmente muito comum na Europa, onde tudo é muito perto e você não quer perder a oportunidade de aproveitar nada. Eu sempre fico com dúvidas cruéis quando estou planejando uma viagem para lá e mudo o planejamento o tempo todo. Estrasburgo mesmo não estava no meu planejamento inicial, pois queria conhecer o Vale do Loire, mas acabei me decidindo em virtude do pouco tempo que teria em Paris. De qualquer forma, seja qual for a opção que você escolher entre as citadas, estará bem servida.

      Obrigado pela visita.

      Abraços!

       
  9. Fabiola Mazotti

    Novembro 3, 2009 at 8:46 am

    Alessandro,

    não conhecia seu blog, mas adorei. Principalmente este post sobre Strasbourg.
    Meu marido e eu estaremos em Paris em dezembro e pretendemos fazer o passeio ida-volta Paris-Strasbourg, mas estou com dificuldade para comprar as passagens TGV pelo site SCNF.
    Gostaria de comprar c antecendecia o iTGV q vc comentou acima.
    Pode me dar alguma dica?
    Muito obrigada,
    Fabiola.

     
    • Alessandro A.

      Novembro 3, 2009 at 2:15 pm

      Fabiola, obrigado pela comentário.
      Com relação a sua dúvida, o site da SCNF é um pouco complicado para quem não sabe francês, mas a navegação é simples. Se precisar de um passo-a-passo, por acaso recebi hoje um post em inglês do Eurocheapo sobre como comprar passagens no site da SCNF. Clique aqui para visualizá-lo.
      Caso você não saiba francês, como eu, e queira tirar alguma dúvida, copie o texto desejado e jogue lá no tradutor do Google que ajuda bastante a esclarecer as dúvidas.
      Não sei exatamente a sua dificuldade e dia desejado, mas acabei de pesquisar uma passagem para o dia 16/12. Na ida o horário do iTGV é 10:24h e custa 34,90€ (2ª classe), mas existem outros trens mais cedo (TGV normal), só que custam em torno de 63€. Na volta eu encontrei passagens por €31 para os horários de 18:16h e 20:20h e de 42,50€ para o de 19:15h.
      Se tiver dificuldades e quiser tirar alguma dúvida específica, é só falar que eu ajudo.

      Abraços!

       
  10. Fabiola Mazotti

    Novembro 4, 2009 at 7:32 am

    Oi Alessandro,
    obrigada pelas respostas.
    Realmente p o iTGV o horario é muito ruim. Sai muito tarde de Paris.
    Agora estou c outras duvidas:
    - a passagem normal (mais cara) vc acha bom tbm comprar c antecedencia? se sim, como validar la?
    - o preço q aparece no site SCNF é ida-volta?
    - eu coloquei 2 passageiros na simulação, o preço é p o casal?
    Desculpe p tantas perguntas! Mas estou meio perdida…
    Muito obrigada mais uma vez..
    Fabiola.

     
    • Alessandro A.

      Novembro 4, 2009 at 3:00 pm

      Fabiola, não tem problema nenhum. Seguem as respostas:
      1) Vale sim, pois os preços normalmente aumentam quando chega mais perto. Para validar é só ir ao balcão da estação com o comprovante de compra e o cartão de crédito, que eles te entregam o bilhete na hora.
      2) Na primeira página aparece só o de ida. Depois que você escolhe o horário de ida e seleciona o botão para validar aparecem os preços da volta. O preço total só aparece no final da compra. No caso da compra que simlulei para o dia 16/12, o preço total por pessoa seria 63€ + 31€ = 94 €. No seu caso, para 2 pessoas daria 188€.
      3) Não. O preço que aparece é por pessoa.

      Abraços!

       
  11. Claudia

    Novembro 7, 2009 at 6:54 pm

    Oi Alessandro.
    Vim retribuir sua visita. Adorei essa cidade. Estrasburgo é uma gracinha. Vou colocar na agenda para a próxima viagem pela Europa.
    Abraço
    Claudia

     
  12. JULLY

    Novembro 12, 2009 at 10:17 am

    Muito bom estava fazendo um trabalho de escola….
    me ajudou muito mesmo…
    + muito muito bonita a cidade de ESTRABURGO…

     
    • Alessandro A.

      Novembro 12, 2009 at 2:53 pm

      Jully, nunca tinha pensado que esse post poderia ajudar em um trabalho de escola, mas fico feliz que o mesmo tenha te ajudado.

      Abraços!

       
  13. Kika

    Novembro 30, 2009 at 10:42 pm

    Oi Alessandro

    Adorei a dica! Mas vou em fevereiro… vc sabe como é Strasbourg no inverno? Estamos pensando em ir de carro, de Paris até a Suiça e passar por lá!
    Obrigada

    Kika

     
    • Alessandro A.

      Dezembro 1, 2009 at 11:43 am

      Oi Kika,

      Nunca fui lá no inverno, mas acredito que deva ser bem frio, já que Paris fica entre 1ºC e 7ºC graus nessa época (fonte do site http://www.weather.com). Lá não deve ser muito diferente. Sugiro você consultar o site de informações oficial de Strasbourg e ver se tem alguma dica e se os passeios de barco funcionam nessa época.

      Abraços!

       
  14. Daniela

    Janeiro 8, 2010 at 8:11 am

    Olá!!
    Simplesmente adorei seu post!!
    Vou a Paris com meu marido em abril próximo e ficarei 7 dias por lá. Sendo assim, separei 2 dias de bate volta.
    Tinha pensado em Versailles (óbvio… rs) e em Reims, por causa da fama da região de champagne. Mas vendo seu post, confesso que fiquei balançada por trocar Reims por Strasbourg.

    Gostria de saber sua opinião!
    Desde já, mto obrigada!
    Daniela

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 8, 2010 at 12:00 pm

      Daniela,
      a verdade é que existem vários bate-volta interessantes de Paris, mas infelizmente nunca fui a Reims. O motivo é que não sou muito ligado em caves ou vinícolas, que é o principal atrativo da região. No quesito cidade, acredito que Strasbourg seja bem mais bonita do que Reims. Não existe uma resposta certa e tudo depende muito do seu gosto pessoal. Resumindo, se você gosta bastante de champagne e deseja conhecer mais de perto sua fabricação, combinando o passeio com uma cidade pequena e charmosa, vá para Reims. Agora se você deseja apenas conhecer uma cidade bonita e suas atrações, vá para Strasbourg.

      Abraços!

       
  15. Patrícia

    Janeiro 15, 2010 at 10:34 am

    Alessandro,

    Tenho acompanhado os seus posts e, além de recomendar o blog aos amigos, não faço uma viagem sem dar uma espiada para encontrar alguma dica. Eu adorei os posts sobre Estrasburgo. Há uns 05 anos, eu passei um dia na cidade, no entanto, era inverno e, apesar do charme, o frio não encorajava percorrer muitos lugares.
    Retornarei em maio/junho próximos para ficar uns dois/três dias, então, pretendo descobrir uma nova cidade (as diferenças são muitas de uma estação para outra).
    Mais uma vez parabenizo a sua iniciativa e agradeço.
    Um grande abraço,

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 15, 2010 at 1:51 pm

      Patrícia,
      obrigado pelo comentário e tenho certeza que você irá aproveitar bem a sua passagem por Estrasburgo. Realmente existe uma diferença grande nessas cidades de acordo com a estação, apesar de eu nunca ter visitado Estrasburgo no inverno, mas também é muito legal conhecer uma cidade em duas estações tão distintas, já que cada uma tem o seu charme.

      Abraços!

       
  16. Alex Tocantins Matos

    Fevereiro 1, 2010 at 12:12 am

    Valeu pelo post, vou passar 7 dias em Paris, em Lua de Mel, em maio/2010, e estava confuso qual bate/volta fazer fora Versailles, que já está nos meus planos, graças ao seu post vou planejar Estrasburgo, já falei com minha noiva e ela adorou, se tiver uma dica sobre algum restaurante legal p/ almoço, fico grato, abraço…

     
  17. Marilda

    Abril 22, 2010 at 9:20 pm

    Alessandro
    Não conhecia seu blog e encontrei-o porque estava pesquisando bate-voltas de Paris. Parabéns, ótimas dicas!
    Na verdade, já deveria estar lá, mas “tinha um vulcão no meio do caminho” (como, provavelmente, diria Drumond) e eu fiquei a ver aviões.
    Todo meu roteiro estava prontinho… Mas não incluia Strasbourg pois achava que não daria um bate-volta. Depois de ler seus posts sobre essa cidade, mudei de idéia. Vou remarcar as passagens e incluir Strasbourg nos meus planos.

    Vc saberia dizer se a passagem dos bondes é comprada ao se embarcar, ou compra-se algum passe?
    Obrigada
    Um abraço

     
    • Alessandro A.

      Abril 30, 2010 at 7:06 pm

      Marilda, fico feliz que você tenha gostado das informações e tenho certeza que gostará da cidade! Infelizmente não tenho a informação do bonde, mas se seguir o padrão de outro países europeus, normalmente você tem que comprar antes o bilhete em alguma tabacaria. É só se informar no centro de informações turísticas na estação de trem.

      Abraços!

       
  18. humberto

    Maio 7, 2010 at 3:31 pm

    Alesandro,

    Nestas ferias de julho eu vou para Strasbourg e eu adorei as suas dicas, de onde ir se era legal ou não, então eu adorei.

    Abração Humberto…

     
    • Alessandro A.

      Maio 8, 2010 at 4:37 pm

      Valeu Humberto! Se precisar de alguma informação é só falar.

       
  19. Tatiana

    Junho 22, 2010 at 6:04 pm

    Já gostei de Strasbourg só pelas fotos…Uma pergunta, é mais perto (ou melhor) indo a partir de Paris ou de Frankfurt? Muito obrigada.

     
    • Alessandro A.

      Junho 23, 2010 at 10:55 am

      Tatiana,
      Pelas pesquisas que eu fiz, de Paris seria melhor, pois tem bem mais opções de horários e os trens são diretos e mais rápidos. De Frankfurt até existe um trem que demora também 2 horas, mas só encontrei 1 por dia, portanto é bem menos flexível.

      Abraços!

       
      • Ana

        Abril 3, 2012 at 7:03 pm

        Alessandro,

        gostaria de saber, por favor, como encontrou esse trem e que companhia o opera, se possível.

        Obrigada,
        Ana

         
      • Ana

        Abril 3, 2012 at 7:04 pm

        *de Frankfurt a Strasbourg

         
      • Alessandro A.

        Abril 3, 2012 at 7:10 pm

        Ana,

        Pesquisei isso há 2 anos atrás, portanto não me lembro, mas você pode pesquisar nos sites das companhias Francesa e Alemã de trens, que com certeza encontrará uma informação mais atual.

        Abraços!

         
  20. Juliana

    Julho 21, 2010 at 10:43 pm

    Ola Alessandro!
    Muito bom mesmo seu site!!! Já está em meus favoritos!
    Queria umas dicas porque eu e meu marido vamos viajar agora no final de setembro à Paris, e queria aproveitar para conhecer Strasburg, Zurique, Bern e Geneve.
    Estava vendo que a distancia entre elas é bem pequena.
    Strasburg- Zurique 2h30
    Zurique- Bern- 1h20
    Bern- Geneve- 1h30
    Voce tem alguma sugestao sobre como é melhor viajar entre elas?
    O TGV nao tem. Vc sugere carro? Tem ideia de qto tempo em cada uma?
    Se puder nos ajudar, muito obrigada desde ja!
    Juliana

     
    • Alessandro A.

      Julho 22, 2010 at 10:30 am

      Juliana,
      Obrigado pela visita!
      As distâncias entre essas cidades são realmente pequenas e a minha sugestão é sempre se deslocar de trem mesmo, que é rápido e prático. Além disso, todas as estações nessas cidades (não conheço a de Geneve) são centrais e bem próximas das principais atrações e hotéis. Apesar de não existir TGV entre essas cidades, os trens são bem confortáveis e rápidos também, especialmente na Suíça, portanto não vejo problemas no seu roteiro. Não acho carro uma boa ideia, a não ser que você pretenda conhecer cidadezinhas pelo caminho. As paisagens no trem já são muito bonitas.
      Uma outra sugestão, caso você não deseje dormir em Strasbourg, é fazer um bate-volta de Paris como eu fiz e depois pegar o TGV de Paris para Geneve, que leva entre 3h30 e 5h30, dependendo do horário. A vantagem é que você pode manter a base do hotel em Paris e conhecer Starsbourg sem malas. A desvantagem é que o trecho Paris-Geneve é mais demorado, mesmo de TGV. Caso você tenha que voltar a Paris para pegar o voo para o Brasil, pode fazer esse trecho Geneve-Paris na volta também, seguindo o seu roteiro original.
      Com relação ao tempo em cada uma, é uma questão bem pessoal, pois tem pessoas que gostam de curtir com mais calma e outras são mais rápidas. Eu fico no meio do caminho. A minha sugestão seria:
      Strasbourg – 1 dia
      Berna – 1 a 2 dias (dormindo pelo menos uma noite, pois é uma cidade bem bonita)
      Zurique – 1 dia
      Geneve – 1 a 2 dias

      Se você tiver tempo, eu sugiro uma escapa até Interlaken a partir de Berna. Essa é uma cidade muito bonita também entre 2 lagos e onde muitos suíços passam suas férias. Além da beleza da cidade em si, lá tem um passeio muito bacana até a estação mais alta da europa no alto da montanha Jungfrau. Esse passeio tem umas paisagens bem interessantes das vilas suíças e ainda termina no meio da neve, pois lá tem neve eterna. Na estação é possível ver aquela paisagem típica de inverno e ainda curtir o palácio de gelo. Eu estou para fazer um post sobre esse passeio, mas ainda não tive tempo. :-)

      Abraços!

       
  21. Gianca

    Julho 29, 2010 at 10:37 pm

    Oi Alessandro! Excelente o seu blog! Bem escrito, bem ilustrado, e com muitas informações interessantes! Estou indo agora em agosto para Strasburgo e passarei apenas 1 dia. Embarco de Paris e fico até o dia seguinte. Só estou um pouco insegura para pegar o trem em Paris, pois virei de outra cidade da França, Rouen. O trem pára na gare Saint Lazare e o trem para Strasburgo sai da gare de l’est. Já andei de metrô em Paris, mas nunca com mala…acredita que seja algo simples e rápido? Pelo que andei vendo, terei 2 horas entre a chegada e a partida do trem para Strasburgo. Além disso, vc acha que fica muito em cima comprar os bilhetes de trem no momento que eu chegar na Europa? Seria melhor já comprar daqui e levar o voucher impresso? E esse negócio que tem de comprar pela net e retirar nas maquininhas da estação através do seu cartão. Bom o que puder me dizer a respeito de todas essas minhas inseguranças serão de grande valia. Abraços.

     
    • Alessandro A.

      Julho 30, 2010 at 11:50 am

      Gianca,
      Não vejo problema nenhum em você andar com mala pelo metrô de Paris, ainda mais com 2 horas de intervalo entre os dois trens. Várias pessoas andam com mala pelo metrô e o único incoveniente é que em muitas estações não existem escadas rolantes, portanto você pode ter que subir e descer escada carregando a sua mala. Se você acha que sua mala é muita pesada ou estará com muitos volumes e isso seria um problema, então a opção é pegar uma táxi mesmo, que não deve ser muito caro, já que a distância não é grande. De metrô, é só pegar a linha 3 e depois fazer uma baldeação para a linha 4 na estação Réaumur-Sébastopol. Deve ser bem rápido. Algo em torno de 20 a 30 minutos.
      Com relação a compra do bilhete, acho que dá tempo para comprar o bilhete lá sim, mas se você puder comprar pela internet é melhor, pois além de garantir o lugar ainda consegue preços melhores devido a antecedência. Faça o que você se sentir mais confortável. Se comprar pela internet, existem bilhetes que você imprime em casa, normalmente chamados iTGV, e outros que você realmente tem que pegar na estação na máquina ou na própria bilheteria. Se você tiver dúvida, faça o processo de compra na internet e antes de pagar confira os meios de entrega para tomar a decisão.
      Espero ter ajudado.

      Abraços!

       
  22. Daniela

    Agosto 9, 2010 at 1:14 pm

    Olá Alessandro,
    Parabéns pelo blog!
    Estou aqui tentando decidir um bate-volta. Ficarei 8 dias em Paris no mês de setembro. Não conheço a Europa, por isso, a dúvida cruel entre Mont Saint Michel, Bruges e Strasbourg para um bate-volta. Sou uma turista “lenta”. Gosto de passear sem stress. Na verdade, estava pensando em passar os 8 dias em Paris, mas fiquei tentada em conhecer um pouquinho dos arredores. Você poderia me dar sua opinião?
    Obrigada!
    Daniela

     
    • Alessandro A.

      Agosto 9, 2010 at 2:51 pm

      Daniela, mesmo você não conhecendo a europa ainda, com 8 dias em Paris dá para tirar tranquilamente pelo menos 1 dia para um bate-volta. Sugiro inclusive você deixar um segundo bate-volta já pensado, pois depois você pode decidir durante a própria viagem se prefere continuar em Paris ou fazer esse bate-volta. Não é preciso decidir nada antes, mas é importante ter todas as informações, pois em Paris será mais difícil obtê-las.

      Das 3 opções citadas, eu só não conheço o Mont-Saint-Michel, mas já li bastante a respeito. A escolha é bastante pessoal, mas na minha opinião Bruges é sem dúvida a melhor das 3 (infelizmente ainda não fiz o post, mas pretendo fazê-lo assim que terminar de contar sobre a minha viagem à Disney). Eu achei a cidade linda e imperdível. Strasbourg também é linda, mas fica um pouco atrás de Bruges. O Mont-Saint-Michel parece também muito bonito, mas o translado até lá é mais complicado e cansativo para um bate-volta, sendo mais recomendado dormir 1 noite pela região ou conjugá-lo com um passeio pelo Vale do Loire. Tabém acho que ele tem menos atrativos que Bruges e Strasbourg. Bem, essa é a minha opinião, mas como eu disse, depende muito do gosto de cada um. A única certeza que eu tenho é que os 3 passeios são fantásticos e você vai se divertir em qualquer um deles. Espero não ter complicado mais a sua decisão! :-)

      Abraços!

       
  23. Daniela

    Agosto 9, 2010 at 9:18 pm

    Oi Alessandro,
    Muito obrigada pela gentileza ao me responder. Você me ajudou bastante! Certamente é uma decisão difícil, mas já estou bem mais tranquila com as suas considerações. Viajar é uma experiência tão generosa que temos que escolher entre o incrível, o maravilhoso e o super, enfim, só alegrias (e a deliciosa trabalheira que envolve o planejamento).
    Foi uma ótima surpresa conhecer o seu blog, parabéns!
    Um abraço e obrigada, mais uma vez.
    Daniela

     
    • Alessandro A.

      Setembro 21, 2010 at 5:58 pm

      Mariana,

      Conforme solicitado, eu cancelei seu outro comentário e alterei a descrição desse para o seu login particular. Apesar de você ter solicitado dicas por email, eu prefiro colocá-las aqui nos comentários para que todos possam ler e utilizar também.

      Respondendo sua pergunta, infelizmente eu ainda não fiz o post de Bruges, apesar de já ter prometido várias vezes. :-( Eu pretendo fazê-lo até o final do ano sem falta. Enquanto ele não vem, posso te dizer que realmente é uma cidade pequena, linda e fantástica. Parece até que foi feita a mão! Além da beleza de suas ruas e igrejas, você ainda pode se deliciar com as chocolaterias belgas que existem aos montes pela cidade e ainda provar as excelentes cervejas belgas. Para chegar lá, existem alguns trens diretos de Paris que levam 2:30h, mas a maioria exige uma baldeação em Bruxelas.

      Para informações mais detalhadas, veja esses posts aqui:
      http://www.viajenaviagem.com/2009/08/um-pulinho-em-bruges/
      http://www.conexaoparis.com.br/2010/09/08/parisbruges/
      http://www.conexaoparis.com.br/2010/09/13/parisbruges-2/
      http://maladerodinhaenecessaire.wordpress.com/2009/01/17/paradise

      Abraços!

       
  24. Juliana

    Agosto 21, 2010 at 9:47 am

    Oi Alessandro,
    Eu aqui de novo pedindo um help!
    Se eu alugar um carro em Estrasburgo, posso entrar na Suica? Nao acho essa informacao em nenhum lugar.
    Estou querendo visitar Lucerne, que fica 2 horas e meia de Estrasburgo, estive pesquisando lugares e me encantei por Lucerne.
    Poderia ir de TGV, mas seria 45 euros cada perna, para meu marido e eu. Entao sao 180 euros e a diaria do carro esta 68 euros.(Qdo eu comprei os bilhetes Paris-Strasbourg redirecionaram ao site da Avis)
    O que vc acha?
    Muito obrigada desde ja
    Um abraco Juliana

     
    • Alessandro A.

      Agosto 21, 2010 at 4:17 pm

      Juliana,

      Essa é uma opção muito particular, mas normalmente o carro é mais recomendado para você aproveitar uma região e conhecer pequenas cidades pelo caminho e não para um bate-volta. Isso não quer dizer que não possa ser feito, até porque a diferença de preço pode realmente compensar. A princípio você não deveria ter problemas para entrar na Suíça com o carro alugado, mas como eles não fazem parte da comunidade européia e você terá que obrigatoriamente passar pela imigração, é bom checar essa informação com a própria AVIS.

      Antes de mais nada, é importante lembrar de alguns detalhes sobre o carro. Esse preço está barato, mas é bom checar se todos os seguros já estão incluídos. Acrescente também o preço do GPS, gasolina e pedágio, pois isso encarece bastante. O site http://www.viamichelin.com te dá todas essas informações, além dos detalhes do itinerário. Eu acabei de testar esse trajeto lá e eles informam que você irá gastar €48 (€21 de gasolina + €27 de pedágio) por cada trecho, ou seja €96 ida e volta, o que já praticamente iguala o preço do carro com o trem. Fora o custo, eles informam 2:20h para o trajeto, mas como você não conhece a estrada e ainda terá que se virar para estacionar e sair e entrar nas cidades, pode colocar aí umas 3h, o que também é puxado para um bate-volta.

      Levando tudo isso em conta, eu ficaria com o trem mesmo, pois é bem mais cômodo. Você embarca e não tem que se preocupar com mais nada, além de dificilmente ter problemas com horário. Outro detalhe importante é que as estações de trem são quase sempre perto do centro. Como eu também já estive em Lucerne, posso confirmar que a estação é realmente bem localizada e de lá você pode conhecer tudo a pé, já que a cidade é pequena.

      Abraços!

       
  25. Juliana

    Agosto 21, 2010 at 5:03 pm

    Alessandro!

    Muito obrigada pelas dicas!
    Adorei esse site da Michelin, vou usá-lo bastante, já que faremos o Leste Europeu, depois dessa conexão em Paris.
    Acabamos não colocando tudo na ponta do lápis, e comparamos só o valor da diária.
    Já que vc conhece Lucerne, o que vc achou?
    Acredito que não tenha muito o que fazer, mas achei a paisagem lindíssima!
    Sei que gosto é muito particular, mas pra nós que nao conhecemos nada da Suiça, o que seria melhor Zurique ou Lucerne?
    Muito obrigada mais uma vez.
    Abraços! Juliana

     
  26. Alex Tocantins Matos

    Agosto 24, 2010 at 10:26 pm

    Alessandro, a muito tempo quero te escrever, graças a este blog optei por fazer um bate e volta até Strasbourg, em minha lua de mel em que fiquei sete dias em Paris, foi um dia muito legal, eu minha esposa adoramos a city, estava um dia lindo de maio, seguimos a risca as suas dicas, compra de ticket`s antecipado pelo site, compra do PASS na estação, almoçamos na frente a Notre Dame, um chucrute alemão e uma boa cerveja alemã, só não deu p/ visitar o Parlamento e fazer o passeio de barco, pois era um feriado e a cidade estava lotada, Ahhhh!!! e a maior surpresa ficou para o final, no retorno a Paris, fomos presenteados com a ilustre presença em nosso vagão da tenista russa Charapova, eu como um assidio jogador de tenista, não deixei por menos, e tirei foto com a bela tenista, realmente foi um dia inesquecível, obrigado pelas dicas, e gostaria de saber se tem jeito de eu postar algumas fotos da viagem nesse blog? abraço e fica com Deus.

     
    • Alessandro A.

      Agosto 25, 2010 at 9:59 am

      Alex,

      Muito legal o seu depoimento e fico feliz que você tenha gostado de Strasbourg e as dicas tenham sido úteis. O objetivo é esse mesmo e é muito recompensador ler comentários como o seu, o que só me estimula a continuar escrevendo.
      Vou te enviar um email para você poder mandar as fotos.

      Abraços!

       
  27. Georgina

    Setembro 15, 2010 at 12:43 pm

    Alessandro, adorei o seu blog. Estou indo a Paris dia 9 de outubro, ficarei por lá 6 dias, pensei em 2 bate-volta, jpa tinha me decidido por Reims e estava escolhendo outro. Fiquei apaixonada por Strasbourg, estudarei a possibilidade.
    Vc tem algo a falar de Bruxelas, li em um blog incluindo Bruxelas em lugares p/ não ir nunca. Estou perguntando pq de Paris sigo p/ lá 2 dias e depois p/ Bruges + 2 dias.

     
    • Alessandro A.

      Setembro 15, 2010 at 6:36 pm

      Oi Georgina,
      Infelizmente eu não conheço Bruxelas, já que fui de Bruges direto para Paris. Portanto não tenho como te dar uma opinião pessoal, mas já ouvi outras pessoas falarem que realmente Bruxelas não tem muito o que fazer, além da praça central e um ou outro museu. Uma opção é você conhecer a cidade de passagem, deixando as bagagens na estação de trem, e depois seguindo para Bruges.

      Abraços!

       
  28. Georgina

    Setembro 16, 2010 at 1:07 pm

    Oi, Alessandro,
    Obrigada pela sugestão, mas já marquei 2 noites de hotel em Bruxelas, aquela tarifa sem direito a alteração. O que posso fazer é aproveitar o ultimo dia em Paris e ir no final da tarde p/ Bruxelas, no outro dia passeio por lá, se achar que já deu, no dia seguinte saio cedo, e quem sabe passo por Ghent antes de ir p/ Bruges. Desse jeito fico 2 noites mas só um dia. Quando voltar te darei minhas impressões sobre Bruxelas.
    Mudando de assunto, amei suas descriçôes sobre Orlando, está tudo perfeito, me senti lá novamente, e já recomendei a 2 amigas que irão em janeiro.
    Mais uma vez obrigada.
    Abraço

     
    • Alessandro A.

      Setembro 16, 2010 at 1:32 pm

      Valeu Georgina! Vou aguardar suas impressões sobre Bruxelas.

      Abraços!

       
  29. Juliana

    Setembro 21, 2010 at 8:16 pm

    Oi Alessandro, tudo bem?
    Continuo acompanhando os seus posts! Como sempre ótimos!
    Queria lhe perguntar se vc já tentou comprar algum bilhete no site da trenitalia, pq já tentei vários cartões, Master e Visa, e não completam.
    Através de pesquisas na NET parece que não é possível comprá-los, só os italianos mesmo.
    Vc conhece algum outro site além do rail europe porque lá está o dobro do preço?
    Obrigada
    Juliana

     
    • Alessandro A.

      Setembro 21, 2010 at 10:31 pm

      Oi Juliana,
      Realmente o site da Trenitalia é bem complicado e dificilmente você consegue completar a transação. Tentei várias vezes comprar um bilhete e não estava conseguindo. Tentei inclusive com vários cartões e de várias pessoas, mas mesmo assim não funcionava. Segui uma dica de enviar email para o atendimento deles, mas mesmo assim não consegui. Quando estava desistindo, tentei comprar com um cartão de crédito do citibank e por algum motivo funcionou. Não sei se tem alguma relação com o fato de o banco ser internacional, mas acho que foi sorte mesmo. O negócio é tentar com vários cadastros e cartões.

      Abraços!

       
  30. Juliana

    Setembro 22, 2010 at 10:00 am

    Vc teve de apresentar o cartão de crédito lá na Itália?
    Tenho medo de pedir o cartão a alguém que tem conta no Citi, por exemplo e eles pedirem o cartão lá na Itália…
    Vc valida o Bilhete em algum lugar, ou é só andar com o papel da Reserva da Internet mesmo?
    Obrigada
    Juliana

     
    • Alessandro A.

      Setembro 22, 2010 at 5:55 pm

      Juliana,
      Na verdade eu não utilizei esse bilhete ainda, pois vou viajar na semana que vem, mas pelo que está escrito na confirmação, só preciso apresentar o email impresso e o booking code para o funcionário no próprio trem. Não menciona nada relativo ao cartão de crédito. Por garantia, levarei o cartão de crédito também, mas não acho que será preciso.

      Abraços!

       
  31. Silvia

    Setembro 26, 2010 at 10:25 am

    Copiei TODAS as suas dicas sobre Strasbourg! Excelente trabalho!

    A SNCF informa que na época das festas de fim de ano (de 12/12 até 13/01) a venda de passagens só estará aberta no dia 13/10 às 6 da manhã!

    As únicas passagens disponíveis agora são as da IDTGV, com horários que impossibilitam um bate-volta de Paris.

    Como não queria esperar até outubro, comprei da IDTGV mesmo, indo num dia e voltando no dia seguinte, por 19 euros cada trecho. E já reservei no Booking um hotel bem bacaninha, entre a Gare e o centro por 63 euros.
    O bom disso é que somando tudo, gastarei menos do que comprando as passagens para um bate-volta! E vou ficar mais tempo na cidade e aproveitar bastante o Marche de Noel!!!!

    Um abraço e mais uma vez agradeço pelas dicas!

     
    • Alessandro A.

      Setembro 26, 2010 at 1:35 pm

      Obrigado Silvia e espero que você tenha uma boa viagem!

       
  32. Pedro Basilio

    Outubro 4, 2010 at 12:22 am

    Olá,
    Estou indo fazer um curso em Strasbourg em novembro e espero aproveitar bem suas dicas.
    Abs

     
    • Alessandro A.

      Outubro 16, 2010 at 5:18 am

      Oi Pedro Basilio,

      Espero que você aproveite bem a cidade. Boa viagem!

      Abraços!

       
  33. Joao Carlos

    Outubro 15, 2010 at 10:22 am

    Alessandro,

    Parabens pelo post. Pelas fotos vi que era verão. Vale a pena a visita no inicio de janeiro?

    Joao Carlos

     
    • Alessandro A.

      Outubro 17, 2010 at 10:19 am

      Oi João Carlos,

      Acho que sempre vale a pena, mas se prepare para pegar bastante frio e provavelmente ver a cidade com outra paisagem. Talvez tenha até neve nas ruas e casas.

      Abraços!

       
  34. Gina Lima

    Outubro 24, 2010 at 1:16 pm

    Olá,

    Adorei o seu post, me ajudou bastante em tomar algumas decisões! Irei passar o carnaval em Paris e terei 8 dias livres. Pensei em ficar 5 dias inteiros em Paris (5-8/03)e então conhecer Bruges, Bruxelas e Strasburg (9-11/03) e então pegar um TGV no dia 12/03 de volta a Paris (orly) apenas p/pegar o voo de volta, já que parto apena as 12:55h…Como vc me recomedaria fazer? Começar por onde: Bruxelas, Bruges ou Strasbourg?

    No início estava pensando em fazer Paris e o Vale do Luar (pernoitando 2 ou 3 noites), mas lendo o seu post fiquei tentada a trocar o Vale do Luar por Bruges/Bruxelas/Strasbourg…o que vc me diria para uma primeira vez na França???

    Desde já obrigada, Gina.

     
    • Alessandro A.

      Outubro 24, 2010 at 10:27 pm

      Oi Gina,

      Acho que você escolheu bem os destinos para os 3 dias, mas existe um problema de logística para fazê-los da forma como você descreveu. Strasbourg fica do lado oposto de Bruges e Bruxelas, portanto você vai ter que obrigatoriamente passar por Paris para se deslocar entre elas. Além disso, não é aconselhável pegar um trem no mesmo dia do seu voo de volta, já que o horário é bem apertado e muita coisa pode dar errado. Se o voo fosse a noite, não teria problema, mas 12:55h é muito cedo e o melhor é dormir esse último dia em Paris para não correr riscos e fazer uma maratona para chegar no aeroporto e perder o voo.

      Para resolver esses problemas, a minha recomendação é você fazer esses destinos no meio de sua estadia em Paris. Você pode fazer todos como bate-volta e ficar o tempo todo hospedado em Paris, ou pode até dormir em alguma dessas cidades, mas nunca no último dia. Também não é preciso fazê-los juntos em dias seguidos, podendo intercalar dias em Paris com dias de bate-volta. A ordem não importa muito e você deve escolher o que mais lhe agrada. Por exemplo, você pode fazer 2 dias em Paris, depois 2 dias em Bruges e Bruxelas, mais 2 dias em Paris, 1 dia em Strasbourg, depois mais 1 dia em Paris. Isso é só um exemplo, mas existem várias opções.

      Abraços!

       
  35. Gina Lima

    Outubro 24, 2010 at 10:36 pm

    Olá Alessandro,

    Navegando quase o dia todo percebi isso…acho que irei alternar dias em Paris com bate e volta a Strasbourg, Bruges (estou pensando em dormir uma noite) e tb achei Rouen…o que vc acha dessa cidadezinha da Normandia? Vc acha que vale a pena tb? No caso de Bruxelas por ser uma cidade maior estou pensando em deixar para a próxima…

    Ainda não estou acreditando que em 8 dias conhecerei Paris, um pedacinho da Normandia, um pedacinho da Bélgica e uma cidadezinha alema dentro da França…a Europa é isso…

    Ah, vou seguir seu conselho em dormir a última noite em Paris. Assim não corro riscos!

    Obrigada, Gina.

     
    • Alessandro A.

      Outubro 25, 2010 at 9:37 am

      Oi Gina,

      Não conheço Rouen, portanto não posso te falar muita coisa. Só verifique os tempos de trem para ver se não fica muito pesado para um bate-volta, já que normalmente para Normandia se gasta umas 3 horas. A parte turística de Bruxelas não é bem pequena, portanto não seria para um bate-volta. Eu não a conheço, portanto não sei se compensa. Bruxelas é uma cidade polêmica, pois muitos não gostam.

      Abraços!

       
  36. Gina Lima

    Outubro 25, 2010 at 10:45 am

    Olá Alessandro,

    Decidido! Farei Bruges, Strasbourg e Rouen! No caso de Rouen fica há 1 hora de Paris (no caminho dos Jardins de Monet- até pensei em passar lá, mas em março não deve estar bonito e a visitação só inicia em 01/04…).

    Estou pensando em dormir apenas em Bruges, já que falam tão bem de lá…nesse caso vc recomenda sair cedinho de Paris aproveitar todo o dia, dormir e ainda passar todo o dia seguinte lá e voltar só no final do dia para Paris? Há o que fazer para 2 dias inteiros?

    Abraço, Gina.

     
    • Alessandro A.

      Outubro 25, 2010 at 2:10 pm

      Oi Gina,

      Bruges é realmente sensacional e eu acho que vale a pena dormir uma noite lá sim, apesar de a cidade ser um pouco parada a noite. De qualquer forma, não acho que tenha programação para 2 dias não e acho mais produtivo você voltar para Paris, que tem mais coisa para fazer. 1 dia é suficiente para Bruges.

      Abraços!

       
  37. Gina Lima

    Outubro 25, 2010 at 3:32 pm

    Muito obrigada pelas dicas!!! Valeu!

     
  38. Gina Lima

    Outubro 26, 2010 at 10:54 pm

    Olá Alessandro,

    Estou ainda bem em dúvida…aiai, preciso de ajuda!!! Navegando pelos sites conexao paris, viaje na viagem e o seu! passei a pensar em outras possibilidades além de fazer bate-voltas (Bruges e Strasbourg) e me veio as seguintes possibilidades (todas de conhecer melhor um região só). Tenho 3 dias e 2 noites p/elas; só falta decidir qual:
    1- Regiao da Alsácia: alugaria um carro em Strasbourg e faria Riquewihr, Colmar e Ribauville. Até pensei se der ir até Bruges onde devolveria o carro e pegaria o trem de volta p/Paris. Falei com um amigo que conhece tudo e disse que inicio de março a região é vazia e triste?! Será que num ligar lindo assim irei achar triste?!
    2- Região da Normandia: alugaria um carro e faria Roen, Saint Melo e Saint Michel. Por ser um região de praia não sei se é uma boa pedida ir no início de março;
    3- Em último caso ainda penso nos bate-voltas…se optar por eles sem dúvida Strasbourg e Bruges (1 pernoite).

    A vantagem de conhecer bem uma pequena região é que realmente consequimos sair do mundo das cidades grandees e viajar em um outro mundo…

    Obrigada pela atenção, Gina Lima.

     
    • Alessandro A.

      Outubro 27, 2010 at 9:21 am

      Oi Gina,

      Nesse caso infelizmente eu não posso opinar, pois além de não conhecer essas regiões citadas, a opção por uma delas é uma questão muito pessoal e vai muito do gosto de cada um. Pesquise bem essas regiões e cidades e veja a que mais lhe agrada. Todos os roteiros parecem bem interessantes.

      Abraços!

       
  39. Ricardo

    Novembro 4, 2010 at 12:10 pm

    Ola Alessandro

    Parabens pelo site!!
    Gostaria de saber como faço para ir para strasbourg via Frankfurt…. Irei via Frankfurt, pois comprei minha ida para la!!
    Teria alguma companhia de trem ou de onibus que voce pudesse indicar…

    abs

     
    • Alessandro A.

      Novembro 4, 2010 at 1:02 pm

      Oi Ricardo,

      Dá para ir tranquilo de trem, sendo que os mais rápidos levam em torno de 2:15hs. Você pode consultar e comprar nos sites das companhias de trem alemã (http://www.bahn.de) ou francesa (http://www.voyages-sncf.com).

      Abraços!

       
  40. Ricardo

    Novembro 4, 2010 at 1:25 pm

    Brigadao cara pelas informaçoes….

    Sabe me dizer um hostel bom lah….e se tem alguma empresa de onibus que faz a rota Frankfurt – Strasbourg….

    abs

     
    • Alessandro A.

      Novembro 5, 2010 at 3:20 pm

      Oi Ricardo,

      Infelizmente não.

      Abraços!

       
  41. Georgina

    Novembro 9, 2010 at 10:42 pm

    Oi Alessandro!

    Conforme prometido voltei p/ dar minhas impressoes sobre Bruxelas.
    Gostamos muito, valeu termos passado por lá. Em 1 dia vc vê quase tudo. Com 2 dias é possível conhecer as atrações mais afastadas como Parlamento Europeu, Atomio, Mini Europa, Parque Cinquentenário, Igreja Sacre Coeur. Fomos de metro.
    A melhor maneira de explorar o centro histórico é a pé, especialmente ao redor da magnifica Grand Place que tem como ponto alto o Hotel de Ville. Vale tb uma caminhada pela cidade alta, ao redor da Place du Grand-Sablon e sua vizinha menor, a Place du petit-Sablon. As Igrejas NotreDame du Sablon e Cathedrale des St. Michel et Ste Gudule são lindas, especialmente os vitrais. Gostamos tb do Palais Royal, residência oficial da monarquia belga e Palais de Justice com uma vista legal da cidade. O parque mais atraente da cidade é o Parc de Bruxelles, em frente ao Palais Royal.
    Sugiro um jantar na Rue Rollebeek. É uma rua só de pedestres próxima à Place du Grand-Sablon. Comemos em um restaurante de uma família italiana chamado Toscana 21. Gostamos tb do hotel (Bedford): localização excelente e por coincidencia havia 3 recepcionistas brasileiros muito atenciosos.

    Agora sobre Paris, repasso uma informação sobre a qual nunca tinha lido, e achei importante: conseguimos fazer o Detax na Av. Champs Elysée, n. 76. É uma lojinha pequena dentro de uma galeria. Além da devolução dos impostos, essa loja também faz cambio.
    Continuo acompanhando o seu blog.

    Abraços!
    Georgina

     
    • Alessandro A.

      Novembro 9, 2010 at 11:19 pm

      Oi Georgina,

      Muito obrigado pelo retorno e dicas preciosas!
      Depois do seu relato já fiquei empolgado em incluir Bruxelas na minha próxima passagem pela Europa. Legal saber quem tanta atração e que a cidade não se limita somente a Grand Place, que pelas fotos deve ser linda. O problema é que minha lista não para de crescer. :-) Dicas anotadas!

      Abraços!

       
  42. Eliana

    Novembro 12, 2010 at 6:45 pm

    Olá Alessando!
    Gostei muito do seu blog, sou frequentadora do Conexão Paris e acho que já “te vi” por lá. Adorei este post. Em maio pretendo voltar a Paris para ficar pelo menos 10 dias e as suas dicas serão preciosas, já que sou uma novata nos “bate e volta”…rs!
    Abraços

     
    • Alessandro A.

      Novembro 13, 2010 at 5:17 pm

      Valeu Eliana,

      Eu costumo passar mesmo lá no Conexão Paris. Se precisar de alguma informação, é só falar. Volte sempre!

      Abraços!

       
  43. Charles Schumacher

    Novembro 15, 2010 at 2:17 am

    Bah, cara!!! Parabens é pouco!! Como a gente diz aqui no sul… MUITO A FUDE teu Post.
    Tô pra passar um mês na Europa (01/2010) e preciso de ajuda, exatamente como a tua. Diga-se de passagem… nem preciso de guia! Hahaha. Quando vi essa cidade no Google Earth, enlouqueci. Mas não consigo (conseguia) informações de: como ir, o que visitar, quanto se gasta e etc.
    Por isso, mais uma vez, parabéns! Tá tudo explicado.
    Porém, tenho uma pergunta: comprei Eurail Pass, ele vale para Strasbourg?
    Ah, se não for abusar…. manda de outras cidades também!
    Abraço.

     
    • Alessandro A.

      Novembro 15, 2010 at 5:33 pm

      Oi Charles,

      Valeu pela visita! O Eurail Pass vale para Strasbourg sim, só que caso você pegue um TGV, como foi o meu caso, terá que pagar uma reserva de assento para o horário desejado. Isso vale para quase todos os trens de alta velocidade na Europa.

      Abraços!

       
  44. silvana

    Novembro 15, 2010 at 4:20 pm

    Oi Alessandro!
    Você tinha me informado alguns endereços de blogs sobre à Àfrica do Sul e eu perdi. Poderia me enviar novamente, vou fazer safari no Kruger Park e conhecer
    Cape Town.
    Obrigada,
    Silvana

     
  45. Gloria

    Novembro 16, 2010 at 2:01 pm

    Alessandro, excelente seu roteiro, agradeço pelas dicas, estarei indo na semana que vem e seu post foi maravilhoso!!
    Abs

     
  46. Georgina

    Novembro 25, 2010 at 10:17 pm

    Oi, Alessandro, esqueci de te contar um detalhe de Bruxelas, a visita ao Palais Royal (que é lindo) é gratuita.
    Abraços!

     
  47. Roosevelt

    Fevereiro 8, 2011 at 9:27 am

    Olá, gostaria de saber se você conheceu Colmar e Annecy e se vale a pena dormir em Strasburg.
    Obrigado.

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 8, 2011 at 12:02 pm

      Oi Roosevel,

      Infelizmente só conheço essas duas cidades pelas fotos! Todos elogiam bastante e as fotos são muito bonitas, portanto elas estão na minha lista de destinos futuros.
      Strasbourg é uma cidade bastante agradável e acho que dormir lá deve ser uma experiência interessante, mas dá para conhecer tudo em um dia só com um bate-volta de Paris. Eu consideraria dormir lá se você deseja conhecer outras cidades na região, como Colmar, ou se vai seguir de lá para outros locais, como a Alemanha. Se você estiver em Paris e quiser só conhecer Strasbourg, então acho o bate-volta mais vantajoso, pois você consegue ver a cidade toda e não precisa trocar de hotel e carregar mala no trem.

      Abraços!

       
  48. VERIDIANA

    Maio 26, 2011 at 12:20 pm

    OI PESSOAL, ESTOU INDO PELA PRIMEIRA VEZ A STRASBOURG COM MEU MARIDO E MINHA FILHA DE 03 ANOS. ADORI ESTE BLOG. POR ISSO PEÇO QUE ME AJUDEM , SE PUDER, EM ALGUMAS (MUITAS) DUVIDAS QUE TENHO.

    1: NÃO ESTOU CONSEGUINDO VISUALIZAR PARA COMPRAR O BILHETE DO PASSE. QUEM PODE ME AJUDAR/

    2: DO HOTEL, COMO FAÇO PARA IR ATÉ OS PONTOS? DE TAXI? A PÉ?

    3: PARA VOLTAR PARA PARIS (FICAREMOS 04 DIAS EM SRTRASBOURG), ONDE É AESTAÇÃO DE TREM? QUAL TREM?

    MUITO OBRIGADA

     
  49. VERIDIANA

    Maio 27, 2011 at 12:13 am

    OI ALESSANDRO, SOU EU NVAMENTE E AS MINHAS MUITAS QUESTÕES. VI QUE VC CONHECE BEM ESTA LINDA CIDADE, POR ISSO, TEPEÇO DESCULPAS, MAS PRECISO QUE VC ME AJUDE.

    COMO FAÇO PARA CONHECER A CIDADE? POSSO FAZER A PÉ? OU É MELHOR PEGAR ALGUM MEIO DE TRANSPORTE ATÉ UM PONTO CENTRAL? E QUAL MEIO DE TRANSPORTE?

    MUITO OBRIGADA MAIS UMA VEZ

     
    • Alessandro A.

      Maio 27, 2011 at 10:23 am

      Oi Veridiana,

      A cidade é bem pequena, portanto dá para fazer tudo a pé. Não sei onde ficará o seu hotel, mas deve ser possível ir andando. Caso não seja, a cidade também conta com os excelentes bondes para circular, como você pode ver em uma das fotos. Para ver a localização e distância da estação de trem aos pontos turísticos, clique no mapa que está no post.

      Abraços!

       
  50. Francisca Duarte

    Junho 19, 2011 at 10:52 am

    Oi Alessandro!
    Como vai?

    A primeira vez que passei aqui foi quando estava pesquisando sobre a Califórnia. As dicas sobre a Big Sur foram muito úteis. Obrigada.

    Agora vou à Europa pela primeira vez. Farei Londres e Paris. Estava buscando uma sugestão para um bate-volta a partir de Paris e esse relato sobre Estrasburgo me interessou. Ia perguntar se você fez tudo a pé, mas vi a resposta no comentário acima.

    Na volta conto como foi. Abs.

     
    • Alessandro A.

      Junho 19, 2011 at 4:56 pm

      Oi Francisca,

      Tenho certeza que você gostar do passeio! Boa viagem e fico aguardando seu relato na volta.

      Abraços!

       
  51. Káthia

    Julho 6, 2011 at 1:35 pm

    Oi Alexandre, gostei muito do seu blog. Minha filha e duas amigas irão para Nice. Para viajar para Monaco. Cannes e mais algumas cidades próximas( ida e volta no mesmo dia), qual o melhor transporte? Trem, Que tipo? Onibus? Devo comprar daqui?
    Obrigada, vou esperar voce responder.
    Káthia

     
  52. Marcos

    Setembro 2, 2011 at 10:00 pm

    Alessandro, muito obrigado pelo roteiro. Farei exatamente o mesmo, só estou querendo incluir nele o passeio de bonde. Você saberia como incluir neste roteiro ?

    Abraços !

     
    • Alessandro A.

      Setembro 4, 2011 at 11:41 am

      Oi Marcos,

      Basta pegar o bonde em qualquer ponto pelo caminho.

      Abraços!

       
  53. Gicélio Lima

    Janeiro 9, 2012 at 4:17 pm

    vc. sabe informar se a raileurore faz o trecho Paris – Strassbourg? já tenho o costume de comprar bilhetes com eles para receber os tickets em casa, no Brasil, bem mais prático, mesmo assim tenho dúvidas se mesmo com os tickets em mãos terei que validar na estação. obrigado e parabéns pelo post.
    Gicélio

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 9, 2012 at 11:55 pm

      Oi Gicélio,

      Eles devem vender sim e validação depende do tipo de bilhete. Normalmente é necessário a validação, mas o etickets não precisam.

      Abraços!

       
  54. luademochilaMarcos

    Janeiro 9, 2012 at 6:57 pm

    Gicélio,

    Mais prático ainda é você comprar direto o TGV no site da SNCF (pra pegar os descontos tem que ser com antecedência e no site em francês), imprimir em casa e pagar muito mais barato. Sequer precisa validar … só pra você ter uma ideia, paguei 25 euros na ida, 22 na volta, isso agora em outubro de 2011. Se quiser conferir como foi, taí: http://luademochila.wordpress.com/2011/11/15/estrasburgo-a-cidade-com-mais-cara-de-europa/

    Abraços.

     
  55. Ana

    Fevereiro 11, 2012 at 11:18 am

    Alessandro,
    Estou indo para Estrasburgo em maio e adorei teu post e o roteinho, tabalho poupado!rs
    Vou poder fazer tudo com mais calma porque vou passar 2 dias inteiros e teu roteiro é perfeito pra mim porque meu hotel é pertinho da estação de trem, Abs!!!

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 11, 2012 at 6:32 pm

      Perfeito Ana! Boa viagem!

       
  56. Eliane Amaral Centurelli

    Fevereiro 25, 2012 at 7:16 pm

    Ola Alessandro, achei essa materia FANTÁSTICA., vou a Paris pela segunda vez e estava procurando um passeio próximo e que desse para fazer em um dia no estilo bate-volta, vou seguir o seu roteiro fielmente, que é magnifico, super completo e bem detalhado, por favor continue nos contando mais sobre os seus magnificos roteiros. bjs Eliane;

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 26, 2012 at 7:37 pm

      Boa viagem Eliane!

       
  57. livia

    Março 6, 2012 at 12:00 am

    Olá! Alessandro qual a forma mais barata para ir de Estrasburgo para Nice?

     
    • Alessandro A.

      Março 6, 2012 at 11:42 am

      Provavelmente de trem, mas só verificando nos sites.

       
  58. Helena

    Março 18, 2012 at 1:08 pm

    Ola!!!

    Adorei as dicas, joguei no google sobre Strasburgo e achei seu blog, muito bom!!!

    Eu e uma amiga planejamos visitar por um dia Strasburgo com saída de Buchen – Alemanha dia 24/03.
    Gostaria de saber se conhece algum hotel econômico com quarto e banheiro privativo próximo dos restaurantes, comercio e atrações turísticas.
    Encontramos no booking.com um hotel que parece ser bom com preço razoável (45,00 euros) mas se tiver outro mais econômico seria bom.

    Abçs,

    Helena/Anna

     
    • Alessandro A.

      Março 18, 2012 at 3:29 pm

      Oi Helena,

      Como não dormi na cidade, não procurei informações sobre hotéis, portanto não tenho uma dica para ter fornecer.

      Abraços!

       
  59. Rodrigo Mizumoto

    Março 29, 2012 at 8:55 pm

    Fantástico, Alessandro! Eu vou a Estraburgo daqui a duas semanas, chego lá no dia 10/4 e vou passar duas noites (será parte da minha Lua-de-Mel). Tenho certeza de que eu e minha noiva vamos aproveitar muito mais agora, depois de ter lido este excelente trabalho! Abraço!

     
    • Alessandro A.

      Março 30, 2012 at 8:55 am

      Boa viagem Rodrigo!

       
  60. vnm amorina

    Abril 10, 2012 at 8:15 am

    Oi Alessandro, fui a Strassburg nesse feriado da Páscoa com a minha família e fizemos o roteiro que voce montou. Queria dizer que foi muito legal e nos ajudou bastante! Muito obrigada!!
    Ah! Uma dica pra quem quiser visitar o relogio da catedral: todo feriado santo a entrada do mesmo e gratuita, so nao passa o filme mas da para ver o relogio funcionando.

     
    • Alessandro A.

      Abril 10, 2012 at 10:17 am

      Legal Viviane! Obrigado pela dica!

       
  61. Marcos Xavier.

    Julho 2, 2012 at 3:56 pm

    Alessandro.
    Parabéns pelo post.
    Estou na fase final do meu roteiro de viagem que farei a Paris e Lisboa em Agosto (de 08 a 23). Pretendo definir o dia para minha ida num bate-volta e Strassbourg, para que eu possa comprar inha passagem antecipada daqui do Brasil.
    Qual o melhor dia para essa viagem? fim de semana ou numa 2a. ou 3a. feira.??
    Abraço.
    Marcos.

     
  62. Marcos Xavier.

    Julho 2, 2012 at 4:01 pm

    Alessandro. (complementando).
    Preparando meu roteiro, coloquei minha viagem a Strassbourg num sábado e minha dúvida é se a cidade fica muito cheia nesse dia.
    Obrigado.
    Marcos

     
    • Alessandro A.

      Julho 2, 2012 at 7:53 pm

      Oi Marcos,

      Infelizmente eu não sei responder e nem lembro o dia exato da minha visita, mas acho que não faz tanta diferença assim. Acho que o que pesa mais é a época em que você vai.

      Abraços!

       
  63. Cesar

    Julho 7, 2012 at 7:25 pm

    Prezado Alessandro,
    vou fazer o bate-volta em Strasbourg em outubro próximo, seguindo o seu roteiro. No final de julho poderei começar a pesquisa no site do TGV (3 meses de antecedência) conforme você explicou. Você saberia dizer quais as vantagens principais da primeira classe com relação à segunda classe ? Tem Wi-Fi ? comida etc.

    obrigado,
    Cesar.

     
  64. Fernando Muller

    Setembro 10, 2012 at 12:37 pm

    Alessandro.
    Farei este bate-e-volta a Strasbourg agora, dia 1º de outubro, creio que um dia de passeio por lá será interessantíssimo. Eu queria na verdade é ir na cidade de Kelh, na Alemanha. Tens algumas dica de como ir, pois vi que a distãncia é de 7 km. trem ou bus??
    Fico na espera ansioso!
    Parabéns pelo blog, tá ótimo!!!!
    Muiito obrigado
    Fernando.

     
    • Alessandro A.

      Setembro 10, 2012 at 2:56 pm

      Oi Fernando,

      Você pode chegar em Kelh de trem a partir de Strasbourg e é bem rápido. Nunca fui, mas no site http://www.bahn.de você pode consultar os horários e preços. De qualquer forma, caso você só tenha 1 dia para o passeio, não recomendo sair de Strasbourg, pois a cidade já toma o dia inteiro e ainda falta tempo.

      Abraços!

       
      • Fernando Muller

        Setembro 10, 2012 at 3:09 pm

        Amigo Alessandro!!.
        Vou tentar ir a Kehl, essa é minha primeira ideia, Na volta conto minha experiência pra ti. Valeu mesmo, vou tentar fazer tudo num dia!!!!!! No retorno eu descanso!!!!!!!
        Desejo muito sucesso em seu bonito e eficaz blog !!!!
        Abraços…
        Fernando

         
  65. Marcos Xavier

    Setembro 12, 2012 at 12:45 pm

    Olá Alessandro.
    Baseando-me pelas fotos do seu blog, me apaixonei pela cidade.
    Ou seja, o passeio vale muito a pena como opção de bate-volta para quem está visitando Paris.
    Estive em Strasbourg no dia 13/08/12 e faço um pequeno relato de minha estadia na cidade para ajudar aos demais frequentadores de seu blog.

    Assim que cheguei, comprei o mapa e o passe para algumas atrações, no próprio centro de informações turísticas que existe dentro da Estação de trem de Strasbourg.
    Fiz a maioria dos passeios citados no seu blog e conheci praticamente todos os lugares onde você tirou suas fotos.
    A decepção ficou por conta do Relógio Astronômico. Na hora de começar, com a catedral lotada, todos ficaram em silêncio, ouvindo o vídeo explicativo que passa no telão. Expectativa total.
    Às vezes, ouvíamos barulhos de sinos, vindos do relógio, que aumentavam a expectativa. Após uns 10 a 15 minutos de vídeo no telão, fomos informados que a apresentação havia terminado e nada do relógio funcionar, fazer barulho ou vermos os bonecos se mexerem.
    Foi uma decepção para adultos e crianças. Minha esposa começou a rir ao ver a todos se perguntando? Já acabou? E o relógio? Não vai mexer os bonecos? Só rindo mesmo…Deu pena das crianças que estavam esperando os bonecos se mexerem.
    Fora isso, fizemos o passeio de trem que sai do lado da catedral, passeio de barco (batorama) onde foi melhor ir ao barco aberto para tirar as melhores fotos.
    Subimos também os 320 degraus até o topo da catedral. Fica aqui uma dica: Quem for fazer o mesmo, deve levar uma garrafa de água para beber, pois no dia que subimos, o calor era muito forte.
    A cidade possui uma loja da FNAC, que me salvou, pois precisei comprar uma bateria extra para minha máquina fotográfica. Os bondes que circulam na cidade, lojas de souvenir e a arquitetura são muito interessantes. Na praça, onde existe uma fonte, as crianças entram e tomam banho e nadam, fazendo com que todo mundo sorria, tamanha a alegria que demonstram.
    No mais, comer os pratos típicos do local, acompanhados por uma cerveja bem gelada.
    A cidade é belíssima e quem puder, deve ficar pelo menos uma noite e ir embora no dia seguinte, mas vale como bate-volta de Paris também.
    Peguei o trem de volta para Paris as 20h16m, ficando com belas recordações da cidade.
    Abraço e obrigado pela dica.
    Marcos.

     
    • Alessandro A.

      Setembro 12, 2012 at 1:01 pm

      Obrigado pelo relato Marcos!!! A cidade realmente é encantadora!

       
  66. Moacir Viegas

    Outubro 3, 2012 at 7:30 pm

    Gostei muito da cidade e agradeço suas dicas. No post sobre restaurantes publiquei algumas indicações adicionais que esperam sejam úteis aos frequentadores.
    Abraço!
    Moacir.

     
  67. Elizabeth Espinosa

    Outubro 10, 2012 at 6:35 pm

    Alessandro, parabéns pelo post e obrigada pelas ótimas dicas. Eu estava na dúvida entre ficar mais noites em Reims ou partir logo para Estraburgo (vamos fazer a rota dos vinhos por toda a França); agora já sei que a segunda opção é a melhor! um abraço

     
    • Alessandro A.

      Outubro 11, 2012 at 1:02 pm

      Valeu Elizabeth e volte sempre!

       
  68. Carol

    Dezembro 9, 2012 at 4:26 pm

    Alexandro, adorei este teu post – muito bem explicado e com dicas maravilhosas – eu ate copiei para o meu plano de viagem (que sera no ano que vem). vou ver se voce tem outros post sobre a França. Muito obrigada por compartilhar esta tua viagem.

     
    • Alessandro A.

      Dezembro 9, 2012 at 8:16 pm

      Obrigado Carol! Tenho alguns posts sobre a França e estou nesse momento postando sobre minha viagem pelo sul da França no meio do ano, portanto acompanhe o blog para ler as novidades.

      Abraços!

       
  69. Paula Pereira

    Dezembro 17, 2012 at 11:53 pm

    Caramba,que maratona.Mas a cidade é linda mesmo.Adorei.

     
  70. Cíntia Nery

    Janeiro 6, 2013 at 11:07 pm

    Muito bom o post, me deu várias dicas. Queria saber se tem alguma indicação de hotel em Estrasburgo, pois irei fazer uma pernoite e não tenho nenhuma informação a respeito. Obrigada.

     
    • Alessandro A.

      Janeiro 8, 2013 at 1:17 pm

      Infelizmente não Cíntia, pois não dormi por lá.

       
      • Moacir Viegas

        Janeiro 8, 2013 at 3:31 pm

        Cíntia, eu fiquei seis noites no Hôtel des Princes (http://www.hotel-princes.fr/). Nada de espetacular, mas achei bom em termos de custo-benefício (limpo, bem localizado). Pena que você vai ficar apenas uma noite, pois os valores diminuem bastante ficando várias noites. Abraço e boa viajem!

         
      • Cíntia Nery

        Janeiro 9, 2013 at 11:01 pm

        Muito obrigada pela dica.

         
  71. Narjara

    Fevereiro 13, 2013 at 6:11 pm

    Muito bom seu blog, estou planejando uma visita para um Domingo :) e com certeza farei uma listinha seguindo as dicas do teu blog, todas estas dicas servem pra qualquer dia da semana? ou no Domingo existe algum horario restrito ,por exemplo pros passeios de barco… :( obrigada!!!

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 14, 2013 at 6:14 pm

      Oi Narjara,

      Não sei dizer, mas imagino que funcione tudo normalmente.

      Abraços!

       
  72. Alexandre Leite

    Fevereiro 13, 2013 at 7:11 pm

    Fala Alessandro, aqui é o milk e acabei de te reconhecer nas fotos. Estou perdido aqui em karlsruhe em plena 4af de cinzas e acho que vou passar em strasbourg por essa dica sua. Será meu penúltimo dia aqui. Aliás, ótimo Blog. Abcs

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 14, 2013 at 6:16 pm

      Valeu milk!! Boa viagem!!

       
  73. Renato Baladore

    Fevereiro 18, 2013 at 11:00 am

    Olá Alessandro. Parabéns pelo blog. Inspirado em suas dicas fiz a reserva pelo SCNF para 20 de abril e peguei preço até melhor que aquele que vc citou. Espero que possa visitar todos os lugares que vc orienta. Grato. abçs Renato

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 18, 2013 at 2:26 pm

      Muito bom Renato e aproveite bem a viagem!

       
  74. varandas

    Fevereiro 19, 2013 at 2:12 pm

    Ola boa tarde vou pra ai na pascoa nas eu queria ficar em bouxwiller porque tenho familia ai a trabalhar nas o problema eu estou com problemas em arranjar casa em bouxwillwer. Por acaso nao conhece ninhuma agencia de casas de aluguer porque vou ficar 15 dias e como tenho um filho queria leva lo nas queria casa ou apartamento nas la em bouxwiller. se me poder ajudar obrigado

     
    • Alessandro A.

      Fevereiro 19, 2013 at 7:36 pm

      Eu não moro na cidade e também não conheço nenhuma agência, portanto não tenho como te ajudar.

       
  75. Maria silvia santos

    Abril 2, 2013 at 4:57 pm

    Muito bom os comentários, realmente a cidade deve ser encantadora!! Como estou indo novamente a Paris, irei reservar um dia p ir até lá. Parabens, Alessandro!!!

     
    • Alessandro A.

      Abril 2, 2013 at 9:08 pm

      Boa viagem Maria e volte sempre!

       
  76. Maurício Costa Romão

    Maio 2, 2013 at 8:57 pm

    Extraordinário post!!! Muito bem escrito, detalhado, objetivo e, ao mesmo, tempo, abrangente. Escreva um livro, pois você tem todos os predicados de um ótimo escritor! Eu, minha esposa e filho já íamos p/ Strasbourg antes de ter tido acesso ao seu blog. Depois que lemos o post, ficamos muito mais entusiasmados…Parabéns!!! Maurício Costa Romão (Recife-PE).

     
    • Alessandro A.

      Maio 3, 2013 at 3:10 pm

      Obrigado pelos elogios Maurício e volte sempre!!!

       
  77. Daniela

    Maio 5, 2013 at 11:44 am

    Olá Alessandro. Adorei seu blog! Li no texto que vc já conhecia Bruges e por isso optou por ir a Strasbourg, mas para quem não conhece nenhuma das duas qual a melhor opção na sua opinião? obrigada. Daniela

     
    • Alessandro A.

      Maio 6, 2013 at 4:01 pm

      Oi Daniela,

      É uma escolha difícil, mas eu ainda prefiro Bruges.

      Abraços!

       
  78. Monica Amadeu

    Maio 15, 2013 at 8:51 pm

    Oi Alessandro,vou estar em Paris na semana do dia 20/07 e quero ir a Strasgourg,como faço para comprar a passagem de trem?em qual site?nao tenho esperiencia nenhuma pois e a primeira vez que vou sem um grupo.Abraços.Monica.

     
    • Alessandro A.

      Maio 17, 2013 at 1:09 am

      Oi Monica,

      Na França eu sempre compro no site oficial da companhia de trens francesa, cujo site é: http://www.sncf.com/ . Também é possível comprar na hora, mas os preços são mais caros.

      Abraços!

       
      • Moacir Viegas

        Maio 17, 2013 at 10:25 am

        Monica, quando fui para Estrasburgo ano passado comprei no site da Raileurope (http://www.raileurope.com.br/train/eurostar-571?cmpid=PS020401&gclid=CPzF4L-dnbcCFU4S7AodQn8ASw). Recebi o bilhete em casa (tive que pagar uma taxa) em poucos dias. Quanto antes comprares, mais barato é. Dei uma olhada agora e o bilhete classe superior está 109,00 o trecho. Menos que primeira e segunda classe.
        Boa viagem!
        Moacir.

         
      • Monica Amadeu

        Maio 17, 2013 at 6:01 pm

        Obrigado pela dica Moacir,vou entrar nesse site,valeu.Monica

         
      • Monica Amadeu

        Maio 17, 2013 at 6:03 pm

        Obrigado Alessandro,valeu a informaçao.Monica

         
  79. Monique

    Maio 22, 2013 at 9:22 am

    Bom dia, Alessandro! Achei o seu blog por acaso porque estou fazendo um trabalho para o meu curso de francês sobre Strasbourg e saiba que me ajudou bastante! Muito bom o conteudo! Deu ate vontade de conhecer rsrs

     
    • Alessandro A.

      Maio 22, 2013 at 2:20 pm

      Obrigado Monique!!!

       
  80. Maria Luiza Moncayo

    Setembro 19, 2013 at 11:21 am

    Olha, descobri esse blog recentemente, mas é muito bom e util!

     
    • Alessandro A.

      Setembro 19, 2013 at 6:49 pm

      Obrigado Maria e volte sempre!

       
  81. Anderson

    Setembro 20, 2013 at 5:17 pm

    Olá, excelente matéria. Iremos passar o Natal em Strasbourg e saindo de lá vamos a Paris. Os bilhetes mais baratos que encontrei pelo site (2 adultos + 1 jovem + 1 criança) foram R$662,00. Achei caro. O que sugerem?
    Grato,

     
    • Alessandro A.

      Setembro 22, 2013 at 9:40 pm

      Oi Anderson,

      Devem estar caros devido a época. Infelizmente não tenho sugestões.

      Abraços!

       
  82. suely

    Outubro 7, 2013 at 12:42 pm

    Olá Alessandro, Encontrei o q. estava procurando um dia bate e volta de Paris-STRABOURG, gostaria que me orientasse: tenho um domingo e uma segunda-feira para ir, o que vc me sugere?
    Gostaria dia que não tivesse muito movimento, as atrações são abertas aos domingos?
    Tb ensaiei comprar um bilhete daqui de casa e só consegui entrar nos horários de ida, o da volta não consegui. Onde será que errei? Aguardo sua resposta. desde já agradeço

    Abraços,

     
    • Alessandro A.

      Outubro 8, 2013 at 6:49 pm

      Oi Suely,

      Realmente não sei qual dia é mais tranquilo, mas imagino que segunda. De qualquer forma, é bom checar se as atrações abrem nesse dia, pois em muitas cidades é comum fechar na segunda.

      Abraços!

       
  83. Amair Capurso

    Fevereiro 22, 2014 at 10:52 am

    Amei….Era tudo que tava precisando.. Tô indo…..Obrigada

     
  84. Moyra Silva

    Março 28, 2014 at 5:50 pm

    Hallo Alessandro, descobri esse post, fazendo uma pesquisa pro meu curso de alemao. Vc deu dicas tao legais, que me deixou curiosa para conhecer Strasburg. Estou indo amanha. Obrigada!

     

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.398 outros seguidores

%d bloggers like this: